São Paulo terá menos jogadores na lista de inscritos da Sul-Americana; entenda

A Copa Sul-Americana é a grande chance de título internacional do São Paulo na temporada. Para chegar lá, no entanto, o clube contará com um elenco mais diminuto. Conforme apontado pelo ​Lance!, o Tricolor Paulista já atingiu o limite permitido de três trocas pela Conmebol, e perdeu seis jogadores.

Sao Paulo v Botafogo - Brasileirao Series A 2018

Dos 30 atletas inscritos pelo ​São Paulo, seis deixaram o Morumbi: os laterais Bruno e Júnior Tavares, o volante Petros e os meias Cueva, Valdívia e Marcos Guilherme. Em contrapartida, três jogadores serão inscritos: Everton, que chegou ao Morumbi após o prazo de inscrição para a Sul-Americana, e os reforços Bruno Peres e Joao Rojas.

Como a Conmebol só permite três trocas, o São Paulo ficará com três jogadores a menos em relação aos 30 iniciais e permitidos pela entidade. Além disso, caso o clube contrate mais algum reforço, algum dos recém-chegados terá que ficar fora da lista para a competição.

Nesta quarta-feira, o São Paulo volta a campo pela primeira vez após a Copa do Mundo. O time encara o líder Flamengo no Maracanã, às 21h45. Pela Sul-Americana, a equipe enfrenta o Colón, da Argentina, no dia 2 de agosto, no Morumbi. O jogo da volta está marcado para o dia 16.

Valdívia acerta com o Al-Itihad e não joga mais pelo São Paulo

Depois de ser liberado dos treinos no São Paulo, Valdívia acertou com o Al-Itihad, da Arábia Saudita. O clube árabe anunciou o negócio em seu Twitter oficial. O meia assinou contrato de empréstimo e por uma temporada.

Segundo o Globo.Esporte.com, o Internacional fechou emprestar o jogador por 3,5 milhões de dólares (cerca de R$ 12,95 milhões). O Al-Itihad tem a possibilidade de exercer a opção de compra no final do vínculo.

O Tricolor não receberá nada pela venda, mas economizará aproximadamente R$ 1,8 milhão com salários. Vale lembrar que o Inter é dono de 40% dos direitos econômicos de Valdívia, sendo os outros 60% divididos entre o empresário, um investidor e o União Rondonópolis, do Mato Grosso, primeiro clube de Valdívia.

Emprestado pelo clube gaúcho ao São Paulo em fevereiro, o meia ficaria inicialmente até dezembro, mas havia uma cláusula no contrato de empréstimo que previa o encerramento precoce do vínculo em caso de interesse de compra de outro clube.

Com a camisa tricolor, o jogador disputou 19 partidas, deu três assistências e marcou três gols, contra CRB (duas vezes) e Atlético-PR.

Emprestado pelo Inter, Valdívia analisa proposta e pode não jogar mais pelo São Paulo

O meia Valdívia não participou do treino desta quarta-feira no CT do São Paulo e já é considerado desfalque certo para o jogo contra o Atlético-PR, sábado, em Curitiba, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Motivo: o jogador analisa uma proposta que chegou por ele para o Internacional, que detém seus direitos. O clube interessado em Valdívia é mantido em sigilo.

Valdívia foi emprestado pelo Inter para o São Paulo em fevereiro. Ele ficaria no Tricolor até dezembro, mas uma cláusula no contrato de empréstimo deixa em aberto a possibilidade de encerramento do vínculo em caso de proposta de venda de outro clube.

O clube paulista não receberá nenhuma compensação em caso de negociação, mas economizaria cerca de R$ 1,8 milhão com salários.

GloboEsporte

Emprestado pelo Inter, Valdívia não poderá atuar na próxima rodada

Valdívia soma 19 partidas com a camisa do São Paulo e três gols (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)
Valdívia é mais um desfalque para o técnico Diego Aguirre contra o Internacional, nesta terça-feira, no Morumbi, em duelo válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. Emprestado pelo Colorado, o meia possui uma cláusula em seu contrato que o proíbe de ir a campo contra o clube ao qual pertence e por isso não será relacionado.

 

A presença de Valdívia no confronto com o Internacional só seria possível caso o São Paulo topasse pagar a multa prevista, algo que a diretoria não está disposta a fazer.

O Tricolor paulista, contudo, não é o único time a sofrer com esse problema. No último sábado, o Sport visitou o Inter no Beira-Rio e não pôde relacionar nada mais, nada menos que cinco atletas pelo mesmo motivo: Anselmo, Ernando, Léo Ortiz, Andrigo e Cláudio Winck.

Como Marcos Guilherme já deu adeus ao São Paulo e voltará a Curitiba para definir seu futuro com o Atlético-PR, Valdívia seria o substituto natural do meia-atacante. Porém, diante da situação, o técnico Diego Aguirre provavelmente apostará em algum garoto revelado em Cotia no setor, como Caíque ou Paulo Boia.

Valdívia, portanto, é um dos três desfalques do São Paulo, que pode ainda contar com a ausência de um quarto jogador. Além do meia, Bruno Alves e Nenê receberam o terceiro cartão amarelo no Brasileiro e terão de cumprir suspensão. Hudson, por sua vez, sofreu uma contratura na coxa direita e é dúvida.

Substituído no intervalo do clássico contra o Palmeiras, o volante corre contra o tempo para estar apto a ir para o jogo, contudo, por conta da proximidade da partida, deve ceder seu lugar a Petros, que o substituiu no segundo tempo no Allianz Parque.

Fonte: Gazeta Esportiva

Valdivia volta a ser relacionado e Lucas Fernandes é novidade no SP

O São Paulo relacionou 20 jogadores para o confronto diante do América-MG neste domingo, pelo Cameponato Brasileiro. A principal novidade é o retorno do atacanta Valdivia, que tinha ficado de fora do clássico diante do Santos por opção do treinador Diego Aguirre.Lucas Fernandes, que estava fora com uma conjuntivite também retorna ao time. As principais ausências ficam por conta de Rodrigo Caio, lesionado, Cueva, em preparação com a seleção peruana para a Copa do Mundo e Anderson Martins, suspenso
A partida será às 19h, na Arena Independência. Confira os relacionados
Goleiros: Jean e Sidão
Laterais: Bruno, Éder Militão, Edimar e Reinaldo
Zagueiros: Arboleda e Bruno Alves
Volantes: Araruna, Hudson, Jucilei, Liziero e Petros
Meias: Everton, Lucas Fernandes, Nene e Shaylon
Atacantes: Diego Souza, Tréllez e Valdívia

Meia-atacante não se reapresenta no SP; corte do clássico foi técnico

Fonte: Globo Esporte

Valdívia não se reapresentou com o elenco do São Paulo na manhã desta segunda-feira, no CT da Barra Funda, após a vitória de domingo contra o Santos. Desde sábado o meia-atacante está liberado para visitar a família no interior do Mato Grosso.

Na noite da última terça, quatro homens encapuzados invadiram a casa da família de Valdívia em Jaciara, a cerca de 150km da capital Cuiabá. Os pais, a avó e o irmão do jogador ficaram trancados em um quarto enquanto os assaltantes roubavam bens.

– Tem coisas que são internas. Ele (Valdívia) tem uma situação pessoal, mas está tudo bem, não tem problema. Estava precisando ver a família. Mas a decisão de não convocar não foi por esse motivo (o assalto) – disse o técnico Diego Aguirre na coletiva pós-clássico, no Morumbi.

Apesar do problema pessoal, Vadívia não foi relacionado para enfrentar o Santos por opção técnica. Aguirre estava insatisfeito com o desempenho do jogador nas partidas anteriores. Como já não seria utilizado, foi liberado.

Valdívia deverá voltar aos trabalhos no CT na terça-feira, quando o elenco tricolor estará de folga.

Diego Souza dispara na artilharia do São Paulo no ano; veja ranking

Texto: Caio de Castro

Com o gol marcado contra o Santos, no último domingo, Diego Souza chegou ao sexto tento na temporada em 21 jogos. A média de 0.29 gols por partida ainda é baixa, mas o camisa nove marcou três gols nos últimos três jogos que entrou em campo: Atlético-MG (2×2), Rosario Central (1×0) e Santos (1×0)

Agora, Diego tem certa vantagem na liderança dos artilheiros do Tricolor em 2018. Ele é seguido por Nene, com quatro gols, e que não marca há seis partidas. O camisa sete marcou pela última vez no empate com o Atlético-PR, no Morumbi, em partida que eliminou o São Paulo da Copa do Brasil, no dia 19 de abril.

Em terceiro lugar estão quatro jogadores com três tentos. São eles Valdívia, Tréllez, Cueva e Marcos Guilherme. O primeiro, que nem foi relacionado para o SanSão, também marcou contra o Atlético-PR; o colombiano marcou contra o Bahia há oito dias; o peruano não marca desde a derrota para o Ituano, no dia 21 de fevereiro, e Marcos Guilherme, de saída, marcou pela última vez contra o CRB, em Maceió, no dia 14 de março.

Veja o ranking de artilheiros do São Paulo na temporada:

Diego Souza – 6 gols
Nene – 4 gols
Valdívia, Tréllez, Cueva e Marcos Guilherme – 3 gols
Brenner, Rodrigo Caio e Militão – 2 gols
Everton, Shaylon, Bruno Alves, Reinaldo e Arboleda – 1 gol

Aguirre valoriza jogo convincente e diz por que Valdívia não foi relacionado

Fonte: Lance

Diego Aguirre, enfim, saiu do Morumbi plenamente satisfeito neste domingo. O técnico se recusa a falar em time ideal, mas aprovou a atuação da equipe e da torcida na vitória por 1 a 0 sobre o Santos, jogo tido como decisão para o comandante e, também, dá melhores números ao único invicto no Campeonato Brasileiro até agora.

– Estávamos precisando de uma vitória convincente, porque a última foi contra o Rosario Central, e não fiquei feliz. Hoje, foi merecido, e contra um rival, o que significa muito, por ser clássico. Pode ser um ponto de partida. mas não quero ilusionar ideias. Vamos ver o que pode acontecer. Pode ser o começo, mas não posso falar com certeza. Temos que ver e confirmar para acreditar se estamos no caminho. Eu não me sentia bem quando falavam da invencibilidade, sentia que não era nada, um dado só. Eu trocaria por mais pontos. Hoje, estamos mais perto das primeiras posições – comemorou.

– Estou feliz pelo jogo que fizemos. Merecíamos a vitória. Perdemos muitas situações durante o jogo, é normal sofrermos um pouco. Mas era um jogo decisivo, clássico, em casa. Fico feliz pela torcida, que esteve conosco, nos apoiando a todo momento e transmitindo muita força. Se o São Paulo repetir jogos como o de hoje, daremos muitas alegrias à torcida, certamente – prosseguiu o uruguaio.

O São Paulo encerrou uma sequência de quatro empates e chega a dez pontos, a três do Atlético-MG, líder do Campeonato Brasileiro. Mas, em meio a tanta alegria, quem não ficou nem no banco foi Valdívia. E Aguirre garante: o fato de a casa dos pais do meia-atacante ter sofrido um assalto na última semana, no Mato Grosso, não teve nada a ver com sua opção de excluí-lo da lista de relacionados para o San-São.

– Tem coisas que são internas. Ele tem uma situação pessoal, mas está tudo bem, Ele também estava precisando ver a família, mas a decisão de não convocar não foi por esse motivo – enfatizou o treinador do Tricolor.

Família de Valdívia, do São Paulo, é assaltada em Mato Grosso

A família do jogador Valdívia, do São Paulo, foi rendida e assaltada na noite desta terça-feira, em Jaciara (a cerca de 150 km da capital Cuiabá). Os pais, a avó e o irmão ficaram trancados em um quarto da casa enquanto os assaltantes roubavam bens materiais. A polícia investiga o caso.

Segundo relato do irmão de Valdívia, Adriano Ferreira, a ação foi tomada por quatro homens encapuzados, que não machucaram ninguém e sabiam do parentesco com o jogador.

– Vamos levar o carro porque o Valdívia tem condições de comprar outro – disse um dos assaltantes à família.

O assalto durou cerca de cinco horas. O irmão do jogador explicou como ocorreu a ação.

– Eles renderam meu pai, minha mãe e minha avó. Eu não estava em casa. Quando cheguei, também fui rendido. Eles levaram todos os aparelhos eletrônicos, dinheiro, tudo que tínhamos de valor e os dois carros. Um deles foi abandonado e já recuperamos – disse Adriano.

Logo depois do ocorrido, a família registrou boletim de ocorrência e a polícia investiga o caso.

Valdívia é nascido em Jaciara, interior de Mato Grosso. Destacou-se na Copa São Paulo de Futebol Jr de 2012 pelo Rondonópolis e foi negociado com o Internacional. O jogador atuou pelo Atlético-MG ano passado e atualmente defende o São Paulo.

Fonte: Globo Esporte