Reservas do São Paulo vencem sub-20 em jogo-treino: veja quem foi bem

Os reservas do São Paulo venceram a equipe sub-20 do clube por 3 a 0 em jogo-treino realizado na tarde desta terça-feira, no CT da Barra Funda. Os gols foram de Brenner, Nenê e Vitor Bueno – Nenê ainda teve um gol invalidado por impedimento.

Cuca escalou seu time com Jean, Igor Vinícius, Jucilei, Rodrigo e Léo; Willian Farias, Hernanes e Igor Gomes; Nenê, Vitor Bueno e Brenner.

Já o sub-20 começou com Lucas Paes, Rafael, Matheus, Rodolfo e Weverson; Diego, Rodrigo Nestor e Gabriel Sara; Fabinho, Galeano e Paulinho.

Os profissionais dominaram o primeiro tempo, com destaque para Brenner e Nenê. O jovem atacante marcou o primeiro gol da atividade após boa enfiada do camisa 10. Minutos depois, recebeu de Igor Gomes (outro que jogou bem) e falhou ao tentar driblar Lucas Paes, mas ainda conseguiu achar um bom passe para Nenê encobrir o goleiro. Este gol, porém, foi invalidado por impedimento de Brenner. Mas Nenê ainda voltaria a marcar por cobertura, este ainda mais bonito, após receber de Igor Gomes: 2 a 0.

O destaque da etapa final foi o goleiro Thiago Couto, que entrou na equipe sub-20 e fez ao menos quatro grandes defesas. Ele só não conseguiu evitar o gol de Vitor Bueno, após assistência de Bruno Peres, que recebeu ótima enfiada de Helinho.

O time profissional voltou para o segundo tempo com Júnior, Bruno Peres, Jucilei, Lucas Kal e Léo; Willian Farias, Jonathan Gómez e Igor Gomes; Helinho, Everton Felipe e Nenê (Vitor Bueno).

Destaque da Copinha, o volante Diego foi um dos melhores da base na atividade. Cuca gostaria de ter observado também o zagueiro Morato, mas ele está em um período de treinos com a Seleção Brasileira sub-18 comandada por André Jardine, assim como o também zagueiro Fasson e o lateral-esquerdo Wellington.

 

Fonte: Lance

Anúncios

São Paulo goleia Palmeiras pelo Paulistão Sub-20

Neste domingo, dia 28, São Paulo encarou o primeiro clássico do Campeonato Paulista Sub-20 desta temporada, diante do Palmeiras. Jogando no Estádio José Liberatti, em Osasco, o Tricolor goleou o Palmeiras por 4 a 0, gols de Galeano, dois de Rafael e um de Vitinho, mantendo 100% de aproveitamento no Estadual.

Por conta da nova regra da FPF, os clássicos não podem ser mandados em centros de treinamento ou em estádios que estejam dentro de centros de treinamento, como acontece no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia. Para o duelo, o técnico Orlando Ribeiro escalou o São Paulo com Thiago Couto, Rodolfo, Morato, Fasson, Welington, Diego, Rafael, Rodrigo Nestor, Paulinho, Galeano e Fabinho.

 

Logo aos sete minutos, em boa jogada de Fabinho, Galeano recebeu na pequena área e estufou a rede. O Tricolor continuou a pressionar e o Palmeiras tentava se encontrar no jogo. Em mais uma jogada bem trabalhada, Rafael ficou frente a frente com o goleiro palmeirense, o chapelou e bateu, um golaço, 2 a 0. Ainda no primeiro tempo, Fabinho disparou para o gol e o goleiro saiu da área para bloquia-lo, com excesso de força, na lateral, mas o árbitro apenas deu amarelo.

No segundo tempo, o Palmeiras voltou modificado, mas o São Paulo com a mesma vontade. Rodrigo Nestor criou outra bonita jogada pelo meio e serviu Rafael, que tocou na saída do goleiro, 3 a 0. Com domínio do jogo, Orlando Ribeiro fez quatro substituições de uma vez: Gabriel Sara, Taylor, Vitinho e Matheus, saindo Rafael, Galeano, Fabinho e Fasson.

E a rede voltou a balançar. Nos instantes finais da partida, em bola lançada da defesa e escorada no meio de campo, Vitinho chutou cruzado no contrapé do goleiro alviverde, dando números finais a partida, 4 a 0. Entraram na partida ainda Antônio Falcão e Marcos Jr, saindo Rodrigo Nestor e Welington.
Na próxima rodada do Campeonato Paulista Sub-20, o São Paulo encara o Desportivo Brasil, em Porto Feliz, na sexta-feira, dia 3, às 15h.

Depois disso, quatro atletas se apresentam para uma semana de treinamentos com a Seleção Brasileira Sub-18, comandada pelo ex-treinador são-paulino André Jardine, que estava em Osasco assistindo ao clássico: os zagueiros Fasson e Morato, o lateral-esquerdo Welington e o meia Ed Carlos. O período de treinos acontecerá na Granja Comary, com retorno previsto no dia 10.

Ficha técnica

Escalação: Thiago Couto, Rodolfo, Morato, Fasson (Matheus), Welington (Marcos Jr), Diego, Rafael (Taylor), Rodrigo Nestor, (Antônio Falcão), Paulinho, Galeano (Gabriel Sara) e Fabinho (Vitinho).
Técnico: Orlando Ribeiro

 

Fonte: saopaulofc.net

Jardine é anunciado como novo técnico da seleção brasileira sub-20

André Jardine é o novo técnico da seleção brasileira sub-20. A contratação foi anunciada na noite de hoje pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Ontem, o treinador já havia visitado a sede da entidade no Rio de Janeiro para negociar o cargo. Jardine deixou de comandar o São Paulo em 14 de fevereiro para dar lugar a Cuca, mas até agora estava sem função no Tricolor.

 

Fonte: UOL

CBF encaminha acordo com André Jardine para assumir seleção Sub-20

Depois dos fracassos com a seleção sub-17 e sub-20 nos Sul-Americanos, a CBF está próxima de contratar André Jardine como novo técnico da base. A informação é do jornalista PVC, do UOL.

A princípio, Jardine assumiria a seleção brasileira sub-20, no entanto a ideia é que ele possa ajudar com um trabalho de integração e reestruturação nas outras categorias. De acordo com PVC, o treinador já teria comunicado ao São Paulo que irá aceitar o convite.

Em 2018, André Jardine assumiu o São Paulo após a demissão de Aguirre. Porém não teve bons números. Inclusive, neste ano, não conseguiu se classificar para a fase de grupos da Libertadores e foi demitido do cargo de técnico. Entretanto, permaneceu como funcionário do clube.

Apesar do fraco trabalho nos profissionais, o treinador tem um excelente histórico na base tricolor. Entre 2015 e 2018, ele ajudou o São Paulo conquistar duas Copas do Brasil, dois Paulistas e uma Libertadores.

 

Fonte: Torcedores.com

Conmebol ainda não passou informações ao São Paulo sobre a Libertadores Sub-20; entenda

Representante do futebol brasileiro na Copa Libertadores Sub-20 desta temporada, o São Paulo ainda não sabe quando e nem onde a competição continental será disputada. O atraso da Conmebol em fornecer as informações sobre o torneio atrapalha o planejamento do clube do Morumbi para o restante do ano da categoria Sub-20.

Pode parecer brincadeira, mas não é. A Conmebol, entidade que organiza todas as categorias da Copa Libertadores, não passou absolutamente nada ao São Paulo sobre a disputa do torneio. Vale lembrar que na categoria Sub-20, diferentemente do que acontece no profissional, a competição tem um sede única e um calendário pré-estabelecido.

Portanto, há a necessidade da distribuição prévia das informações para que haja um planejamento operacional: passagens aéreas, reserva de hotel, preparação da equipe, estudo dos adversários e definição dos locais de treinamento. Isso, claro, sem contar que há a possibilidade da Libertadores ser disputada paralelamente com outro torneio importante.

Como venceu a Super Copa (confronto entre o campeão do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil da categoria) do ano passado, contra o rival Palmeiras, o Tricolor ganhou o direito de ser o representante brasileiro na Libertadores, mas até agora nem uma informação sequer.

– Realmente atrapalha. Para essa Copa São Paulo nós começamos a nos preparar em maio. A partir do momento em que saímos do Campeonato Brasileiro, começamos a pensar na Copinha. Agora, temos um tempo. Vamos entrar de férias e não sabemos quando e nem onde vai ser essa Libertadores. Vamos ter que entrar de férias. Se eles mudarem alguma coisa, seria bom se já soubéssemos – explicou o técnico são-paulino Orlando Ribeiro.

Campeão em 2016, o São Paulo é o único clube do país a conquistar o torneio, que também já foi vencido por Universitario, do Peru, River Plate, da Argentina, e Nacional, do Uruguai. Na última edição, disputada em Montevidéu, entre os dias 10 e 24 de fevereiro do ano passado, o Tricolor ficou na quarta colocação.

 

Fonte: Lance

COPA SP: Controlando ansiedade, Tricolor estreia diante do Holanda/AM

O São Paulo estreia nesta quinta-feira, dia 3 de janeiro, na 50ª Copa São Paulo de Futebol Júnior. Jogando em Araraquara, o Tricolor enfrenta o Holanda, de Manaus, às 21h (horário de Brasília), na Arena da Fonte Luminosa. Para o técnico Orlando Ribeiro, mais uma vez, é necessário controle da ansiedade, que pode ser o maior vilão do time de Cotia.

Após treinar em Cotia, o Tricolor chegou no interior paulista (quase 300km da capital) na tarde da última quarta-feira. A tarde foi de descanso e concentração para os atletas, que assistirão palestra, farão ativação e participarão da abertura do torneio na sede, antes da partida entre Serra/ES x Ferroviária, que abrem as disputas do Grupo 7.

Logo na chegada, Orlando Ribeiro comentou sobre a expectativa da estreia na competição e apontou o maior adversário para o São Paulo no primeiro jogo: contornar a ansiedade.

“É um prazer retornar a Araraquara. Temos que contornar a ansiedade da estreia e tentar fazer um bom jogo. Os meninos estão acostumados a serem cobrados e até serem rotulados como favoritos. Nós da comissão técnica temos que prestar atenção nos detalhes, e conseguir dar uma boa sequência na competição”, avaliou.

O time de Manaus, primeiro adversário do Tricolor na competição, fez uma seleção para participar do torneio. Com isso, as informações são escassas, apesar do bom trabalho feito pela análise de desempenho.

“Estamos indo para a guerra sem conhecer o adversário. Já conhecemos algumas coisas, mesmo que poucas, dos adversários do Amazonas e do Espírito Santo. Do Serra, ainda veremos o primeiro jogo, contra a Ferroviária, enquanto a Holanda, será mais surpresa. A Ferroviária é uma equipe de bastante forte, com qualidade tática e técnica. Nos deu trabalho no Paulista. A primeira fase será complicada, mas estamos preparados,”, finalizou.

São Paulo e Holanda/AM se enfrentam às 21h, na Arena da Fonte Luminosa, nesta quinta-feira, dia 3, com transmissão ao vivo da ESPN.

 

Fonte: saopaulofc.net

São Paulo vence o Internacional e é campeão do Brasileiro de Aspirantes

O time Sub-23 do São Paulo superou o Internacional na tarde deste sábado (24), no Morumbi, e conquistou o Campeonato Brasileiro de Aspirantes, título inédito para o clube. Pedro Bortoluzo e Morais fizeram os gols da vitória por 2 A 1. Na primeira partida, os são-paulinos também tinham vencido – 1 a 0, gol de Vinícius Garcia.

A conquista são-paulina tem números impressionantes: em 18 partidas, o time comandado por Marcos Vizolli, somou 14 vitórias, três empates e só uma derrota. Com a resultado positivo deste sábado, o Tricolor contabilizou nove vitórias consecutivas – antes da decisão, estava há sete jogos seguidos sem sofrer gols.

Os são-paulinos marcaram também a melhor defesa do torneio (nove gols sofridos em 18 jogos, média de 0,5 por jogo) e têm o vice-artilheiro da competição – Pedro Bortoluzo, que balançou as redes nove vezes, apenas um gol atrás do goleador do Brasileiro de Aspirantes (Eron, do Vitória).

Brasileiro de Aspirantes é um torneio organizado pela CBF para jogadores até 23 anos, com a possibilidade de escalar até quatro jogadores acima dessa idade (sendo um goleiro). A edição 2018 contou com 16 equipes, que jogaram duas fases de grupos, antes de começar o mata-mata nas semifinais. Em 2017, o Tricolor parou nas semifinais, e o Internacional foi o campeão.

O jogo
Sem o capitão Rodrigo, suspenso, Vizolli teve que mudar a equipe e escalou Morais na defesa ao lado de Caio Ruan. Logo no primeiro lance, Geovane mandou a bomba e o goleiro soltou a bola, Pedro Bortoluzo, muito bem posicionado, finalizou para abrir o placar. Aos dez minutos, Pedro quase faz o segundo depois de jogada maravilhosa de Geovane, na direita. O atacante cruzou de três dedos, o goleiro rebateu e, na finalização, o camisa 9 mandou pra fora!

Com 14 minutos, Oliveira roubou a bola, ganhou do zagueiro e soltou um foguete que explodiu no travessão! Em seguida, Paulo Henrique também tentou o chute de longe, mas a bola saiu muito alta. Sem tirar o pé, o Tricolor chegou mais uma vez com Geovane, pela direita, em chute rasteiro desviado pela linha de fundo pelo goleiro.

O poderio de fogo surtiu efeito novamente aos 18 minutos. Após cobrança de escanteio de Oliveira, Morais cabeceou para fazer o segundo gol tricolor. Até o final do primeiro tempo, os são-paulinos seguiram com domínio do jogo, mas sem mais assustar o Internacional. Isso mudou aos 43 minutos, quando Morais, novamente, quase marcou após cabeceio de cobrança de escanteio, o goleiro fez grande defesa!

No início do segundo tempo, o time gaúcho conseguiu diminuir aos sete minutos, e o jogo ficou bem mais complicado. Vizolli mudou a equipe e tirou Oliveira para a entrada de Murilo. Após cobrança de falta aos 33 minutos, os são-paulinos quase ampliaram, mas a defesa tirou em cima da linha o cabeceio, decretando o marcador em 2 a 1.

São Paulo: Perri; Foguete, Caio Ruan, Morais e Caíque; Marcos Jr, Paulo Henrique, Vinícius Garcia (Gabiga), Oliveira (Murilo), Geovane (Belão) e Pedro Bortoluzo
Técnico: Marcos Vizolli

 

Fonte: saopaulofc.net

Igor Gomes e Walce são convocados para duelos da Seleção Sub-20 contra a Colômbia

O Tricolor terá dois representantes nos próximos dois compromissos da seleção brasileira Sub-20, que se prepara para a disputa do Sul-Americano da categoria. Nesta quinta-feira (1º de novembro), os jovens Igor Gomes e Walce foram convocados pelo técnico Carlos Amadeu para os amistosos contra a Colômbia.


Os 23 atletas convocados se apresentarão no dia 12 de novembro. O primeiro confronto com os colombianos será na Arena Independência, em Belo Horizonte, no dia 15 de novembro. Depois, no dia 20, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia, o Brasil fará a segunda partida com a Colômbia.

Seguindo a programação da CBF, a delegação brasileira estará liberada para retorno a seus clubes no dia 21. Vale lembrar que o Sul-Americano Sub-20 será disputado em janeiro de 2019, no Chile, e valerá quatro vagas para a Copa do Mundo da categoria, na Polônia, além de levar três seleções aos Jogos Pan-Americanos de 2019, em Lima, no Peru.

Confira a lista com os atletas convocados:

Goleiros:

Hugo – Flamengo
Phelippe – Grêmio
Vinícius – Criciúma

Defensores:

Carlos – Corinthians
Lucas Halter – Atlético-PR
Mateus Rodrigues – Vitória
Matheuzinho – Londrina
Rodrigo Guth – Atalanta
Vitinho – Cercle Brugge
Vitão – Palmeiras
Walce – São Paulo

Meio-campistas:

Alan – Palmeiras
Ederson – Cruzeiro
Gabriel Menino – Palmeiras
Igor Gomes -São Paulo
Jhonny – Paraná
Marcos Antonio – Estoril
Mauro Junior – PSV

Atacantes:

Lincoln – Flamengo
Marquinhos Cipriano – Shakhtar Donetsk
Matheus Cunha – RB Leipzig
Paulinho – Bayer Leverkusen
Vinícius Jr. – Real Madrid

 

Fonte: saopaulofc.net

Tricolor vence o Coritiba na primeira semifinal do Brasileiro de Aspirantes

A equipe Sub-23 saiu em vantagem nas semifinais do Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Na tarde desta segunda-feira (29), o Tricolor venceu o Coritiba por 3 a 0, gols feitos por Geovane, Pedro Bortoluzo, de pênalti, e Gagiba, jogando no estádio Janguito Malucelli, na capital paranaense. Antes da partida, os dois times fizeram um minuto de silêncio em homenagem ao meio-campista Daniel, encontrado morto no último fim de semana.


O confronto de volta está marcado para a próxima segunda-feira (05), às 15h, no estádio Presidente Marcelo Portugal Gouvêa, em Cotia. O duelo no CFA Laudo Natel tem entrada livre para a torcida.

O jogo

No comecinho da partida, o volante Marcos Jr ficou com rebote e mandou a bomba, mas por cima do gol. O jogador insistiu, e aos sete minutos lançou para Geovane, posicionado na esquerda, entre os zagueiros. O atacante ganhou do primeiro defensor, girou e chutou cruzado para marcar o primeiro gol são-paulino.

Apesar de marcar no começo do confronto, os são-paulinos enfrentaram uma partida difícil. Com Vinicius Garcia, aos 25 minutos, o Tricolor chegou de novo, mas a zaga desviou a finalização. Ao final da primeira etapa, Pedro Bortoluzo arriscou da entrada da área, o lance saiu à direita da meta.

Aos 20 minutos do segundo tempo, Vinicius ganhou da marcação e finalizou de fora da área, o goleiro deu rebote. Na sobra, Geovane foi derrubado pelo goleiro. Pedro Bortoluzo converteu a cobrança e chegou ao sétimo gol na competição – o camisa 9 é o artilheiro da equipe.

Após o gol, os são-paulinos não tiveram mais chances, já que o Coritiba tentava de todas as formas descontar o placar. Aos 33 minutos, Vinicius Garcia deixou o jogo para a entrada de Gabiga, que definiu o marcador. Ele recebeu na frente, pela esquerda, driblou o zagueiro e deixou com Oliveira. O jogador finalizou, o goleiro defendeu e, na sobra, Gabiga empurrou para as redes.

São Paulo: Lucas Perri; Foguete, Caio Ruan, Rodrigo e Caíque; Marcos Jr, Paulo Henrique, Oliveira (Ceará, 44min/2ºT), Vinicius Garcia (Gabiga, 33min/2ºT), Geovane (Alisson, 44min/2ºT) e Pedro Bortoluzo
Técnico: Marcos Vizolli

 

Fonte: saopaulofc.net

CBF define tabela das semifinais do Brasileiro de Aspirantes

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a definição da tabela das semifinais do Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Classificado com uma rodada de antecedência, os são-paulinos enfrentam o Coritiba em busca de uma vaga na decisão do torneio.

Por ter a melhor campanha da competição, o Tricolor tem a vantagem de fazer a segunda partida em casa. Portanto, o primeiro jogo será com mando dos paranaenses em local ainda a ser definido. A partida está marcada para a próxima segunda-feira (29), às 15h. A volta será em Cotia na segunda-feira seguinte (05), também às 15h. A entrada para os torcedores é livre no CFA Laudo Natel.

Comandado por Marcos Vizolli, o time faz excelente campanha do Brasileirão. Em 14 partidas, foram dez vitórias, três empates e apenas uma derrota (24 gols marcados e dez sofridos) – Pedro Bortoluzo é o artilheiro da equipe, com seis gols feitos. O time foi o líder do grupo C na segunda fase (15 pontos em seis jogos).

Nessa segunda edição do Nacional Sub-23, o São Paulo já iguala a campanha da temporada 2017, quando não passou à decisão ao ser superado pelo Santos.

Semifinais

29/10, às 15h: Coritiba x São Paulo, local a definir
05/11, às 15h: São Paulo x Coritiba, em Cotia

 

Fonte: saopaulofc.net

Pelo Paulista, Sub-20 empata com o XV de Piracicaba

A equipe júnior entrou em campo na tarde deste sábado (04), no CFA Presidente Laudo Natel, em disputa contra o XV de Piracicaba válida pela segunda rodada da segunda fase do Campeonato Paulista. O Tricolor saiu na frente, com Tuta, sofreu o empate em cobrança de pênalti e não conseguiu furar o forte esquema defensivo montado pelo rival: 1 a 1.


Aos nove minutos, Antony sofreu falta na direita. Gabriel Sara cobrou no capricho e Tuta subiu mais que o goleiro para cabecear e abrir o marcador no CFA Laudo Natel. Fechado, o XV dificultou o trabalho do Tricolor, que mesmo assim foi pra cima do adversário. Aos 31 minutos, o árbitro marcou pênalti para o XV, que converteu – tudo igual em Cotia.

No intervalo, Orlando Ribeiro mudou o Tricolor: entraram Miguel, Helinho e Fabinho noas lugares de Felipe, Igor Gomes e Toró. Ofensivo, o São Paulo seguiu pressionando o rival e conseguiu boas chegadas como a de Fabinho, aos 19 minutos. O atacante ganhou do marcador, fora da área, e mandou a bomba, a bola passou rente ao travessão. Aos 27 minutos, o segundo gol não saiu por muito pouco. Gabriel Novaes finalizou e a bola ia entrando, o zagueiro tirou em cima da linha!

A finalização de Fabinho, aos 30 minutos, também assustou o goleiro, mas o defensor desviou para escanteio. Na sequência, Rafael entrou em campo no lugar de Tuta, e Danilo substituiu Weverson. Totalmente fechado atrás, o XV dificultou o trabalho de ataque são-paulino que, apesar de não desistir, não conseguiu fazer mais gols.

Mesmo com o empate, os são-paulnos seguem como líderes do grupo, com quatro pontos somados. O próximo compromisso são-paulino será daqui uma semana. No próximo sábado (11), às 15h, o Tricolor encara o Marília no interior paulista. O jogo tem entrada livre para a torcida.


São Paulo: Thiago Couto; Tuta (Rafael, 32min/2ºT), Diego, Felipe (Miguel, no intervalo) e Weverson (Rafael, 35min/2ºT); Cássio, Gabriel Sara, Antony, Igor Gomes (Helinho, no intervall), Gabriel Novaes e Toró (Fabinho, no intervalo)
Técnico: Orlando Ribeiro

 

saopaulofc.net

Sub-20 empata com o Cruzeiro e se despede do Brasileiro

Na tarde desta quarta-feira (01), o São Paulo precisava vencer o Cruzeiro e torcer por um tropeço do Coritiba para avançar no Campeonato Brasileiro Sub-20, mas nenhum dos dois resultados foi favorável ao Tricolor. O empate por 2 a 2 com os mineiros, na Arena do Calçado, além da vitória do time paranaense, fizeram os são-paulinos se despedirem da competição – Gabriel Sara e Igor Gomes marcaram para o Tricolor.


Igual no início da primeira etapa, o Cruzeiro passou a ter vantagem aos 15 minutos, quando abriu o placar. Antony respondeu aos 19, em uma bomba que saiu por cima do gol. Em desvantagem, o Tricolor assumiu o controle das jogadas, e Gabriel Sara, aos 32, também tentou em lindo chute, defendido pelo goleiro.

No finalzinho da primeira etapa, Walce fez a tabela e finalizou rasteiro, novamente o camisa 1 do rival segurou. No último minuto, Diego lançou para a área e o zagueiro rebateu. Na sobra, Gabriel Sara mandou a bomba para o gol, empatando o jogo.

O segundo tempo começou com tudo, e logo aos quatro minutos o goleiro do Cruzeiro trabalho, evitando o segundo gol após cabeceio do ataque são-paulino. Por muito pouco, Toró não desempatou aos 11 depois de ganhar do zagueiro e finalizar, mas o goleiro desviou. E na sequência, veio o golpe: o segundo gol do Cruzeiro.

Sem desistir, o Tricolor foi pra cima e conseguiu o empate aos 23 minutos. Cássio passou para a direita, e Fabinho, que havia entrado no lugar de Weverson pouco antes, cruzou rasteiro. Igor Gomes, no primeiro pau, finalizou para as redes!

Em busca da vitória a todo custo, Orlando Ribeiro colocou a equipe ainda mais pra frente com as entradas de Helinho e Rafael nos lugares de Igor Gomes e Walce. Após lindo lançamento de Gabriel Sara da defesa, Fabinho ganhou do zagueiro e ia finalizar, mas o goleiro chegou e ficou com a bola. Aos 39, Rafael arriscou chute cruzado rasteiro que passou muito perto, mas saiu à direita do gol.

Com o jogo pegando fogo, o Tricolor quase fez o terceiro aos 43, depois que Antony ganhou na velocidade e cruzou pra trás, mas Helinho não conseguiu vencer o goleiro do Cruzeiro. Helinho, aos 47, fez uma cobrança de falta quase perfeita que foi no ângulo, mas acabou defendida por milagre por Gabriel Brazão, definindo o placar.

Após golear o Botafogo na estreia por 3 a 0, o Tricolor perdeu para o Vitória (0x2, fora de casa) e foi derrotado no último lance pelo Coritiba, em casa (1×0). O Sub-20 volta o foco para o Campeonato Paulista, que está na segunda fase. Após superar a Ferroviária por 3 a 0 na última sexta-feira, o time pega o XV de Piracicaba em Cotia no sábado (04), às 15h.


São Paulo: Thiago; Tuta, Diego, Walce (Rafael, 35min/2T) e Weverson (Fabinho, 22min/2T); Cássio, Gabriel Sara, Antony, Igor Gomes (Helinho, 35min/2T), Gabriel Novaes e Toró
Técnico: Orlando Ribeiro

 

saopaulofc.net

Sub-20 tricolor bate o Ferroviária no paulistinha e segue para segunda fase

Com isso, o São Paulo foi a campo com Thiago Couto, Tuta, Diego, Felipe e Weverson; Cássio, Gabriel Sara, Igor Gomes; Helinho, Jonas Toró e Gabriel Novaes. Logo aos 8 minutos, de fora da área, Igor Gomes arriscou e abriu o placar. Aos 32 minutos, Helinho foi derrubado na área e o juiz marcou a penalidade. Com tranquilidade, Jonas Toró cobrou e ampliou, 2 a 0. Ainda na primeira etapa, aos 39 minutos, Gabriel Novaes arrastou a marcação e finalizou, a bola bateu na trave e entrou, 3 a 0.

Para o segundo tempo, durante a partida entraram Antony, Rafael e Danilo, saindo Helinho, Cássio e Gabriel Novaes. Entraram ainda Hiago, Rodrigo Nestor e Mingotti. Apesar das investidas em aumentar o placar e o domínio de jogo, no segundo tempo, o placar se manteve intacto, 3 a 0 para o Tricolor, que começa a segunda fase com o pé direito, fazendo três pontos fora de casa.

Na próxima rodada do Campeonato Paulista Sub-20, o São Paulo recebe em Cotia o XV de Piracicaba, no sábado, 4 de agosto, às 15h. Antes disso, na quarta-feira (1), os atletas terão o último desafio do Campeonato Brasileiro da categoria, contra o Cruzeiro, em Nova Serrana/MG. O Tricolor tem que vencer e ainda torcer por outros resultados do grupo para avançar.

FICHA TÉCNICA:
Escalação:
 Thiago Couto, Tuta, Diego, Felipe (Hiago) e Weverson; Cássio (Rafael), Gabriel Sara, Igor Gomes (Rodrigo Nestor); Helinho (Antony), Jonas Toró (Mingotti) e Gabriel Novaes (Danilo).
Técnico: Orlando Ribeiro

Taça BH: Tricolor entra como um dos favoritos da competição

Começa nesta terça-feira a 34ª edição da Taça BH, torneio mais importante da categoria sub-17 no futebol brasileiro. Para que o torcedor saiba o que esperar do Tricolor, o Blog preparou um Raio X com status, destaques, histórico e currículos dos responsáveis pelo departamento amador do São Paulo na categoria. Vale lembrar que em 2018 a Taça BH reunirá 40 equipes, de 11 estados diferentes, divididas em dez grupos. Os primeiros de cada chave passam direto para o mata-mata, assim como os seis melhores segundos colocados.

RAIO X DO TRICOLOR:

– Status: Favorito
Atual bicampeão da Taça BH, o São Paulo é o time a ser batido em 2018. Porém, os titulares serão diferentes daqueles que bateram o Flamengo na última final. A começar pelo técnico, Rafael Paiva, que substitui Orlando Ribeiro. Mas remanescentes como os atacantes Vitinho e Paulinho, o zagueiro Lucas Fasson e o lateral Lucas Sena dão esperança.

–Títulos na Taça BH: 4 (1987, 97, 2016 e 2017)
– Destaque: Ed Carlos (meia)
Dono da camisa 10 tricolor, o meia é canhoto, tem bom drible e muitos recursos. Foi revelado na Portuguesa e ainda passou pelo São Caetano antes de ser contratado pelo São Paulo, em 2015. Era um reserva de luxo na conquista da Taça BH do ano passado.
– Responsável pelo departamento: Pedro Smania
Treinador de goleiros do Figueirense de 2009 a 2014, Smania assumiu a coordenação da base do clube em seguida. É formado em Educação Física, possui cursos de especialização e está em Cotia há pouco mais de um ano, no lugar de Diego Cabrera.
– Adversários na 1ª fase: Grêmio, Vila Nova e Uberaba

 

Blog do Jorge Nicola