São Paulo, Corinthians e Palmeiras se unem em ação de combate à violência contra a mulher

CorinthiansPalmeiras São Paulose uniram à prefeitura de São Paulo para ampliar o alcance do programa “Tem Saída”, de combate à violência doméstica contra mulheres.

Representantes dos três clubes assinaram um acordo de cooperação com as secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Direitos Humanos e Cidadania nesta quinta-feira na Prefeitura. Compareceram os presidentes de Corinthians e São Paulo, Andrés Sanchez e Carlos Augusto Barros e Silva (Leco), além do vice do Palmeiras Paulo Roberto Buosi.

O programa municipal tem como objetivo oferecer autonomia financeira, por meio da geração de emprego às mulheres vítimas de violência doméstica, para que elas tenham a possibilidade de não depender economicamente do agressor.

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, recebe representantes de Corinthians, São Paulo e Palmeiras — Foto: Fernando VidottoBruno Covas, prefeito de São Paulo, recebe representantes de Corinthians, São Paulo e Palmeiras — Foto: Fernando Vidotto

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, recebe representantes de Corinthians, São Paulo e Palmeiras — Foto: Fernando Vidotto

Nas redes sociais, os clubes publicaram um vídeo e uma carta aberta a torcedores e torcedoras.

– Os três maiores clubes de São Paulo deixam suas diferenças de lado para que todas as mulheres, independentemente do time do coração, possam ser independentes financeiramente do seu agressor rompendo com o ciclo de violência – diz o texto.

Embedded video

Corinthians

@Corinthians

Carta aberta aos torcedores e torcedoras.https://bit.ly/2QUOqo9 

1,271 people are talking about this

Embedded video

SE Palmeiras

@Palmeiras

Carta aberta aos torcedores e torcedoras ➤ http://bit.ly/2Dfx4ie 

973 people are talking about this

Embedded video

São Paulo FC

@SaoPauloFC

Carta aberta aos torcedores e torcedoras: http://spfc.vc/2Dg3sl8 

1,099 people are talking about this

Veja abaixo a carta aberta dos clubes:

“Quem frequenta o estádio, mais do que ninguém, sabe que o futebol não é só um esporte. São as arquibancadas que unem pessoas de todas as classes sociais, escolaridades, origens e etnias. E é para essas mesmas arquibancadas que nós, Corinthians, Palmeiras e São Paulo, fazemos nosso apelo.

No Brasil, a cada 7 segundos uma mulher é agredida. A cada duas horas, uma mulher é assassinada. São corinthianas, palmeirenses e são-paulinas entrando para estatísticas que nos deixam na parte de cima de uma tabela que não queríamos estar: a quinta posição no ranking mundial de feminicídio. Uma posição inaceitável diante da qual precisamos nos posicionar e manifestar nosso repúdio.

Os três maiores clubes de São Paulo deixam suas diferenças de lado para que todas as mulheres, independente do time do coração, possam ser independentes financeiramente do seu agressor rompendo com o ciclo da violência. Por isso, oficialmente, os três clubes tornam-se colaboradores do programa Tem Saída, criado pela Prefeitura de São Paulo juntamente com o Ministério Público, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, OAB-SP e ONU Mulheres.

Esperamos que cada vez mais empresas sigam este exemplo e unam-se à causa. Que a nossa união traga esperança para as mulheres e as encoraje a denunciar seus agressores. E que nossos torcedores sigam respeitando suas companheiras, mães, filhas e amigas.

Porque todos nós sabemos que, quando acreditamos, conseguimos virar o jogo. Que o futebol, mais do que ser sobre vitórias, é sobre esperança. E que, quando damos as mãos e entoamos o mesmo grito, somos capazes de tudo.

O que precisamos agora é do apoio de nossas torcidas. Só com a força de vocês entraremos em campo com a certeza de que #TemSaída.

Para saber mais sobre o programa acesse o site www.prefeitura.sp.gov.br/desenvolvimento, ligue para o serviço telefônico da Prefeitura SP156 ou envie um e-mail para temsaida@prefeitura.sp.gov.br e acompanhe as nossas redes sociais”.

Anúncios

Palmeiras pode ter até 7 baixas contra o São Paulo por causa de cartões

O Palmeiras volta a campo na manhã deste domingo (30) para enfrentar o Cruzeiro, às 11h (horário de Brasília), no estádio do Pacaembu, em jogo da 27ª rodada do Campeonato Brasileiro em busca da “revanche” após a eliminação para o time mineiro na Copa do Brasil. No entanto, o Verdão pode acabar perdendo até sete jogadores para a próxima rodada, no clássico contra o São Paulo.

A lista de jogadores do Palmeiras pendurados contra o time mineiro conta com os laterais Mayke, Marcos Rocha e Victor Luis, com os volantes Thiago Santos e Bruno Henrique, com o meia Lucas Lima e ainda tem o atacante Willian Bigode.

Destes, pelo menos quatro deles (Mayke, Victor Luis, Thiago Santos e Lucas Lima) deverão começar a partida no time titular, já que o técnico Luiz Felipe Scolari já avisou que manterá o revezamento, pois o clube terá duelo decisivo contra o Colo-Colo, do Chile, pela Libertadores, na próxima quarta-feira (3).

Assim, caso queiram estar à disposição também no clássico contra o São Paulo na rodada seguinte do Brasileirão, no dia 6 (sábado), todos esses atletas deverão evitar levar o terceiro cartão amarelo o que os deixaria suspensos automaticamente.

Juíza atende pedido do Flu e determina bloqueio de R$ 200 milhões de Scarpa e Palmeiras

caso Gustavo Scarpa ganhou novo capítulo. Em decisão na última sexta-feira, a juíza Dalva Macedo, titular da 70ª Vara do Trabalho do Rio, atendeu a pedido do Fluminense e determinou o arresto de R$ 200 milhões (valor da multa rescisória) de Gustavo Scarpa e do Palmeiras.

A decisão é uma antecipação de tutela, solicitada pelo clube carioca. Ou seja: uma segurança ao Tricolor, caso este venha a ganhar a causa. O caso ainda não tem decisão definitiva.

“Arresto” é um termo jurídico que significa medida preventiva que consiste na apreensão judicial dos bens do devedor, para garantir a futura cobrança da dívida. Segundo o despacho, tanto Scarpa quanto o Verdão têm cinco dias para cumprir o determinado.

Relembre o caso

Início de dezembro – Insatisfeito no clube, Scarpa manifesta companheiros o desejo de deixar o Fluminense.

Decorrer de dezembro – Ciente do desejo do jogador, Fluminense abre negociações com outros clubes, como São Paulo, Corinthians e Palmeiras.

21 de dezembro de 2017 – Após quase acerto, Flu, jogador e Palmeiras não chegam a acordo, e clube paulista desiste de negociação. A troca com o Flu seria por Fabiano, Juninho, Hyoran e Roger Guedes.

22 de dezembro de 2017 – Scarpa entra na Justiça pedindo rescisão de seu contrato com o Fluminense alegando atraso no pagamento de vencimentos, incluindo direitos de imagem e FGTS. Devido ao recesso de fim de ano do judiciário, Fluminense não é notificado da ação.

Início de janeiro de 2018 – Ciente da possibilidade de Scarpa entrar na Justiça, Fluminense quita parte dos débitos com o jogador para tentar evitar o processo que já havia sido iniciado.

10 de janeiro de 2018 – A Juíza Dalva Macedo nega o pedido de liberação antecipada do jogador enquanto o processo corre na Justiça em 1ª instância.

11 de janeiro de 2018 – Os advogados de Scarpa entram com um mandado de segurança em 2ª instância pedindo a liberação antecipada e obtêm uma liminar favorável ao atleta.

15 de janeiro de 2018 – Palmeiras anuncia a contratação de Gustavo Scarpa. Contrato de 5 anos. Operação gira em torno de 6 milhões de euros, valor a ser pago em luvas ao jogador e aos intermediários da negociação, a empresa OTB.

4 de fevereiro de 2018 – Scarpa estreia pelo Palmeiras, em partida contra o Santos, pelo Campeonato Paulista.

11 de março de 2018 – Scarpa marca seus primeiros gols pelo Palmeiras. Dois na vitória por 3 a 0 sobre o Ituano também pelo estadual.

15 de março de 2018 – Após o Fluminense entrar com um agravo, desembargadores do TRT-RJ cassam a liminar que liberava Scarpa a assinar com outro clube.

16 de abril de 2018 – No julgamento em 1ª instância, a Juíza Dalva Macedo nega outro pedido de liberação antecipada e dá dez dias úteis para as partes darem considerações finais.

2 de maio de 2018 – Após fim do prazo, partes aguardam decisão da Juíza Dalva Macedo. Sem poder atuar pelo Palmeiras e sem se reapresentar ao Fluminese, jogador mantém forma em academia em Hortolândia/SP, sua cidade natal, e também jogando futsal em Campinas.

7 de junho de 2018 – O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro negou em definitivo o mandado de segurança do jogador solicitando sua liberação do Fluminense para atuar por outro clube antes do fim do julgamento do processo. O placar da votação dos desembargadores foi de 8 a 3 em favor do clube carioca. Com a decisão em 2ª instância, o meia seguiu vinculado ao Tricolor, sem poder atuar pelo Palmeiras.

11 de junho de 2018 – A juíza Dalva Macedo, enfim, deu sua sentença no caso Gustavo Scarpa. No veredicto, a magistrada da 70ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro considerou improcedente a reclamação do meia, mantendo o vínculo com o Flu ativo. No entendimento da juíza, o meia entrou na Justiça apenas com o objetivo de se desvencilhar da multa rescisória de R$ 200 milhões para assinar com outro clube, e obter vantagens salariais.

26 de junho – Após um período parado, Scarpa consegue um habeas corpus no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília, para voltar a jogar. Dois dias depois, acerta contrato com o Palmeiras.

Tabu mantido: Brasil nunca foi campeão do mundo sem jogadores de Palmeiras e São Paulo

A eliminação do Brasil na Copa do Mundo da Rússia manteve mais um tabu envolvendo a seleção brasileira em Mundiais em curso. O de nunca ser campeão sem levar jogadores de Palmeiras e São Paulo para a competição.

Presentes em todos os títulos mundiais do Brasil, São Paulo e Palmeiras não levam jogadores à Copa do Mundo desde o mundial de 2002, quando os comandados do técnico Luiz Felipe Scolari venceram a competição, a primeira sediada em dois países ao mesmo tempo (Coreia do Sul e Japão). A única exceção após o pentacampeonato aconteceu em 2006, quando o São Paulo teve dois jogadores convocados para a Copa da Alemanha (Rogério Ceni e Mineiro).

Relembre a lista de jogadores de Palmeiras e São Paulo que representaram o Brasil em Copas do Mundo que o país foi campeão:

1958: primeiro título mundial
Moacir (São Paulo) – zagueiro
De Sordi (São Paulo) – lateral
Dino Sani (São Paulo) – meia
Mazzola (Palmeiras) – atacante

1962: bicampeão mundial
Bellini (São Paulo) – zagueiro
Jurandir (São Paulo) – zagueiro
Djalma Santos (Palmeiras) – lateral
Zequinha (Palmeiras) – meia
Vavá (Palmeiras) – atacante

1970: tricampeão mundial
Leão (Palmeiras) – goleiro
Baldocchi (Palmeiras) – zagueiro
Gérson (São Paulo) – meia

1994: tetracampeão mundial
Zetti (São Paulo) – goleiro
Cafu (São Paulo) – lateral-direito

 

Torcedores

Palmeiras x São Paulo: Saiba como assistir ao jogo da semifinal da Copa do Brasil Sub-20

Palmeiras e São Paulo fazem o jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil Sub-20 nesta terça-feira (15), às 19h30, no Estádio Novelli Júnior, em Itu-SP. Quem gosta de assistir aos confrontos da competição nacional poderá saber no Torcedores.com em que canal de TV assistir a transmissão ao vivo da partida.

Valendo vaga na final da Copa do Brasil Sub-20, o clássico terá a transmissão da ESPN Brasil, um dos canais da marca disponibilizados na TV paga.

O São Paulo venceu o jogo de ida por 1 a 0 e joga precisa apenas de uma empate para chegar à final da competição. Já para o Palmeiras só a vitória interessa. Se o verdão vencer por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis, por dois ou mais gols passa de fase direto.

FICHA TÉCNICA

Jogo: Palmeiras x São Paulo

Competição: Copa do Brasil Sub-20

Local: Estádio Novelli Júnior, em Itu-SP

Data e horário: 15 de maio (terça-feira), às 19h30

Como chegaram à semifinal?

O Verdão superou o Grêmio nas quartas de final com duas vitórias, por 4 a 0 e 4 a 1, respectivamente. Já o Tricolor foi derrotado pelo Vasco no jogo de ida por 5 a 3 e na volta venceu por 3 a 1.