Reinaldo, do São Paulo, faz pedido: ‘Não estoque alimentos e remédios’

O São Paulo está usando suas redes sociais para passar alguns recados aos torcedores sobre as atitudes que devem ou não ser tomadas durante a pandemia do novo coronavírus. Nesta terça, o lateral-esquerdo Reinaldo mandou um vídeo orientando o público a não estocar alimentos e remédios.

“Estou passando para avisar a vocês: não estocar alimentos mais do que vocês precisam, nem alimento nem remédio, porque tem pessoas que não têm a mesma oportunidade que você. Então consciência e vamos trabalhar juntos nessa causa aí, que é melhor para toda a nossa sociedade. Esse é meu recado. Vamos juntos, vamos combater isso aí que logo, logo tudo vai dar certo e nossa população vai estar joia”, disse o camisa 6.

São Paulo FC (de 🏠)

@SaoPauloFC

Neste momento, o consumo consciente é fundamental para evitar o desperdício. 😉🇾🇪
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 🏠

Vídeo incorporado

76 pessoas estão falando sobre isso

O atacante Vitor Bueno também mandou seu recado, pedindo para as pessoas só saírem de casa em caso de extrema urgência.

“Fala, galera. Se você tem a opção de ficar em casa, faça isso. Neste momento é importantíssimo evitar aglomerações para conter o vírus. Só saia em caso de extrema urgência. Vamos fazer nossa parte. Eu sei que logo estaremos juntos comemorando o fim dessa pandemia e novas histórias do Tricolor”.

São Paulo FC (de 🏠)

@SaoPauloFC

Evite aglomerações. Fala aí, @vitorfbueno!

Só saia em caso de extrema necessidade. É muito importante evitar aglomerações para conter o avanço do novo coronavirus. 🏡

Em breve estaremos juntos novamente no Morumbi. 🏟️ 😀 🇾🇪

Vídeo incorporado

88 pessoas estão falando sobre isso

Nesta terça-feira, o estado de São Paulo entrou em quarentena obrigatória por decreto do governador João Dória. Só devem permanecer abertos estabelecimentos que ofereçam serviços essenciais para a população, como farmácias, hospitais, supermercados, transportes e hospitais, por exemplo.

Lance

Anúncios

Com um gol e uma assistência em vitória do São Paulo na Libertadores, Reinaldo vibra: ‘Mirei e toma’

Reinaldo saiu de campo feliz da vida nesta quarta-feira, após a vitória por 3 a 0 do São Paulo sobre a LDU, pela 2ª rodada da fase de grupos da Libertadores.

Com a vice-liderança da chave assegurada, o lateral-esquerdo, que fez um gol e ainda deu outra assistência, comentou sobre sua atuação.

“Não sou de fechar o olho e dar bico, procuro sempre acertar bem o canto. Na minha gíria, ‘mirei e toma’ (risos). Mirei naquele canto, o goleiro ficou esperando, achou que ia chutar no meio. Chutei forte, ele saiu atrasado e acabei fazendo o gol”, afirmou Reinaldo, à TV Globo.

O São Paulo abriu o placar em uma cobrança de pênalti após o zagueiro Guerra tocar a bola com o braço. Reinaldo, que costuma ser o batedor oficial da equipe, foi para a cobrança e não desperdiçou.

No minuto seguinte ao primeiro gol, Reinaldo voltou a aparecer. O lateral cruzou na medida para Daniel Alves apenas empurrar para o fundo das redes, colocando o São Paulo em situação ainda mais confortável em um jogo que iniciou com caráter de decisão.

Agora, o São Paulo volta seu foco para o clássico contra o Santos, sábado, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista, no Morumbi.

Na terça-feira seguinte, o time entra em campo pela Libertadores novamente, desta vez contra o River Plate, também no Morumbi.

ESPN

Reinaldo curte férias com o filho no Centro de Tradições Nordestinas Reinaldo curte férias com o filho no Centro de Tradições Nordestinas

Enquanto muitos atletas do São Paulo aproveitam as férias nas praias ou até no exterior, Reinaldo optou por um programa mais caseiro neste final de ano. Nas redes sociais, o jogador publicou momentos do passeio com o filho pela capital paulista.

Na primeira publicação, o alagoano Reinaldo mostrou imagens com o pequeno Davi no Centro de Tradições Nordestinas, localizado na Zona Norte da cidade.

Reinaldo passeia com o filho no Centro de Tradições Nordestinas, em São Paulo, durante as férias (Foto: Reprodução)

Na sequência do passeio, o lateral-esquerdo postou o seu filho brincando em um espaço recreativo de camas elásticas.

Em 2019, Reinaldo foi um dos pilares do Tricolor pelo lado esquerdo. Titular incontestável, o lateral fez 53 partidas na temporada, marcou seis gols e deu quatro assistências.

Gazeta Esportiva

Reinaldo volta a treinar e São Paulo fecha preparação para pegar o Ceará

Nesta manhã de sábado, no CT da Barra Funda, o São Paulo encerrou a preparação para enfrentar o Ceará, neste domingo, às 19h, fora de casa. A principal novidade do treino foi a presença de Reinaldo, que se recuperou de amigdalite e está pronto para viajar com o grupo rumo a Fortaleza.

O lateral-esquerdo perdeu as últimas três atividades comandadas por Fernando Diniz: as de quarta, quinta e sexta-feira. A ausência na última causou preocupação nos torcedores, já que restaria apenas um treinamento antes da viagem, mas o lateral conseguiu se restabelecer e se colocar à disposição.

No trabalho deste sábado, Diniz deu ênfase nos ajustes táticos, aproveitando o retorno de Reinaldo, incluindo correções de posicionamento com e sem a posse de bola. Além disso, o treinador usou o dia anterior ao jogo para exercitar as bolas paradas com cobranças de falta e de escanteio.

A atividade deste sábado foi inteiramente fechada para os jornalistas e o mistério em relação ao setor ofensivo, com o substituto de Pablo, suspenso pelo terceiro amarelo, continua. Assim, uma provável escalação do Tricolor é: Tiago Volpi; Juanfran (Raniel), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo (Léo); Tchê Tchê, Liziero, Igor Gomes e Daniel Alves; Antony e Vitor Bueno.

Liziero deve ganhar a vaga de Jucilei, com isso Tchê Tchê atuará mais recuado, já Antony, no lugar de Pablo, possivelmente fará dupla de ataque com Vitor Bueno. Dessa forma Daniel Alves permanece no meio e Juanfran na lateral direita, mas Diniz também pode colocar Raniel como referência, voltar Dani para a ala direita e retornar com o espanhol para o banco de reservas.

Essas e outras dúvidas serão solucionadas neste domingo, às 19h, quando o São Paulo enfrenta o Ceará, no Castelão. A delegação viaja ainda nesta tarde para Fortaleza para a disputa da 34ª rodada do Brasileirão-2019. Atualmente o São Paulo ocupa a sexta posição na tabela, com 53 pontos, três atrás do Grêmio, que está na quarta posição, dentro da zona de classificação direta para a fase de grupos Copa Libertadores, desejo principal dos são-paulinos.

Lance

Reinaldo não treina e não joga contra o Ceará, veja quem joga no lugar dele

Fernando Diniz tem mais uma dor de cabeça para a partida contra o Ceará, no próximo domingo, às 19h (de Brasília), na Arena Castelão, em Fortaleza. Reinaldo novamente não treinou nesta sexta-feira por conta de dores de garganta e, desta forma, deverá ceder sua vaga na lateral esquerda a Léo, seu substituto imediato.

Reinaldo já não havia participado das atividades de quarta e quinta-feira. O lateral-esquerdo é o jogador de linha que mais entrou em campo pelo São Paulo na atual temporada, com 51 jogos, ficando atrás apenas do goleiro Tiago Volpi, que soma 56 aparições com a camisa tricolor.

Como resta apenas um treinamento antes da viagem para Fortaleza, Fernando Diniz deverá acionar Léo para a lateral esquerda. Outra opção seria o deslocamento de Juanfran para o setor, entretanto, desde que o espanhol desembarcou no Brasil, ele se limitou a exercer o papel de lateral-direito.

Além da possível ausência de Reinaldo, Pablo é desfalque certo para o próximo compromisso do São Paulo no Campeonato Brasileiro. O atacante recebeu seu terceiro cartão amarelo no clássico contra o Santos e, por isso, terá de cumprir suspensão automática neste final de semana. Para a vaga do camisa 9, Fernando Diniz tem duas opções: Raniel e Alexandre Pato, com o primeiro levando uma ligeira vantagem após seu concorrente não aproveitas as oportunidades recebidas no início da trajetória do novo comandante no clube.

Gazeta Esportiva

Reinaldo é baixa em treino do São Paulo e Arboleda volta a campo

O São Paulo voltou a treinar nesta manhã de quinta-feira, no CT da Barra Funda, prosseguindo a preparação para o duelo com o Ceará, no próximo domingo, às 19h, no Castelão. O técnico Fernando Diniz, porém, deve ter mais uma dúvida para a escalação do time, já que Reinaldo novamente foi desfalque no treinamento ainda em recuperação de uma amigdalite.

No treino da última quarta-feira, o lateral-esquerdo já havido sido baixa, assim como Arboleda, que fez fortalecimento muscular no Reffis. O zagueiro, no entanto, apareceu no campo nesta quinta e não apresentou restrições enquanto a imprensa teve acesso, já que o restante dos trabalhos foi fechado.

Segundo informações do clube, Reinaldo não pode ser considerado dúvida para a 34ª, já que ainda terá dois dias de treinamento para poder se recuperar e estar pronto para enfrentar o Ceará. Caso não tenha condições de jogo, Léo será o seu substituto. Tanto nesta sexta, quanto neste sábado as atividades serão fechadas para a imprensa, o que deve manter o mistério em relação à escalação da equipe titular, que deve ter mudanças.

Sem Pablo, suspenso pelo terceiro amarelo, uma vaga está aberta no ataque. A dúvida é se Raniel será o escolhido, efetuando uma troca simples, ou se Antony fará dupla de ataque com Vitor Bueno, mantendo Juanfran na lateral e Daniel Alves no meio-campo. Além disso, Jucilei deve perder o lugar para Liziero, que entrou bem no segundo tempo do clássico contra o Santos.

Assim, um provável time titular para este domingo é: Tiago Volpi; Juanfran (Raniel), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo (Léo); Tchê Tchê, Liziero, Igor Gomes e Daniel Alves; Antony e Vitor Bueno. Na hipótese de Raniel ser escalado, Juanfran iria para o banco e Dani Alves ocuparia a lateral direita.

O São Paulo volta a campo neste domingo, às 19h, no Castelão, para enfrentar o Ceará, pela 34ª rodada do Brasileirão-2019. Atualmente, o Tricolor ocupa a sexta posição na tabela com 53 pontos, três atrás do Grêmio, o quarto colocado e dentro do G4, que dá vaga direta para a fase de grupos da Copa Libertadores.

Lance

Reinaldo diz que São Paulo merecia virada sobre o Santos: ‘Jogamos muito no 2º tempo’

Reinaldo saiu de campo neste sábado, após o empate em 1 a 1 com o Santos, na Vila Belmiro, com um sentimento de que o São Paulo poderia ter conquistado um resultado favorável.

Embora a igualdade com uma dos melhores times do Campeonato Brasileiro não seja tão ruim assim, o lateral-esquerdo teve essa sensação devido à boa performance coletiva no segundo tempo, quando o Tricolor empatou o jogo.

“Como o Diniz fala, até antes dos jogos, é para termos coragem, aparecer todo mundo, jogar, aproveitar contra-ataque, furar as linhas deles. No segundo tempo, fizemos certinho, chegando na frente com qualidade”, afirmou Reinaldo ao Premiere.

“Por isso merecemos o gol e poderíamos até ter virado, porque nosso time jogou muito no segundo tempo. Agora é ver o que fizemos de errado para corrigir e o que fizemos de certo para manter e conquistar nosso objetivo”, completou.

No primeiro tempo, o São Paulo mostrou muitos erros e não conseguiu encaixar boas jogadas ofensivas. Menos agressivo, o time comandado por Fernando Diniz sofreu com a intensidade do Santos, que, embora tenha aberto o placar em uma cobrança de pênalti, criou muito mais e deu bastante trabalho para a defesa tricolor.

Já na etapa complementar, com Liziero na vaga de Jucilei, o São Paulo melhorou consideravelmente e acabou empatando com Daniel Alves.

No decorrer do segundo tempo, Pablo ainda teve outras duas chances para virar a partida, mas não estava em um dia inspirado.

Agora, o São Paulo tentará voltar a vencer, o que não acontece há três rodadas, no próximo domingo, quando viajará até Fortaleza para enfrentar o Ceará, no Castelão.

ESPN

Comentarista diz que ‘Reinaldo é melhor do que Filipe Luís no BR 19’

Os reforços de Pablo Marí, Gerson, Rafinha e Filipe Luís ajudaram na “arrancada” final da temporada do Flamengo já é um fato entre os torcedores, mas que o lateral-esquerdo da Gávea é o principal do campeonato, parece não ser um fato para o comentarista esportivo Arnaldo Ribeiro. O jornalista, no programação “Seleção SporTV”, disse que Filipe não está no mesmo nível do lateral Reinaldo, do São Paulo.

– Reinaldo foi o melhor lateral-esquerdo do Brasileirão do ano passado e continua sendo o melhor deste ano. No Brasileirão, é melhor do que Filipe Luís – disse Arnaldo, que está fazendo participações no programa.

Reinaldo, que completou 200 jogos com a camisa do Tricolor, se destacou na Chapecoense e segue sendo elogiado pela torcida paulista. No entanto, o lateral não chegou a configurar entre os melhores laterais das últimas temporadas. No prêmio da ESPN, no entanto, o lateral foi eleito como o melhor de 2018 na posição.

Nas campanhas do Brasileirão de 2018 e 2017, Renê, do Flamengo, e Guilherme Arana, ex-Corinthians, foram os eleitos para a seleção da competição nacional. Enquanto o rubro-negro atua com a camisa do Atlético de Madrid (ESP), “KingNaldo” – como é chamado pelos torcedores do São Paulo – já se destacava atuando no Brasil.

O líder do Brasileiro Flamengo, com 67 pontos, enfrenta o Goiás, nesta quinta-feira, às 20h. Já o São Paulo perdeu para o Palmeiras, nesta quarta, por 3 a 0, no Allianz, e está na 4ª colocação, com 49 pontos.

Lance

Reinaldo leva o terceiro amarelo e desfalca o São Paulo contra o Avaí

O São Paulo jogou mal diante do Cruzeiro e foi derrotado por 1 a 0, no Mineirão, nesta quarta-feira, mas essa não foi a única perda do time, já que Fernando Diniz deixou o campo sabendo de um desfalque importante para a próxima rodada do Brasileirão: Reinaldo, que levou o terceiro amarelo e está suspenso para enfrentar o Avaí, no próximo domingo, no Morumbi.

De contrato renovado e com moral após marcar o gol da vitória sobre o Corinthians, no último domingo, o lateral-esquerdo entrou em campo nesta quarta-feira para completar 200 jogos com a camisa do Tricolor. Assim como tem acontecido corriqueiramente, ele foi um dos são-paulinos que mais buscaram algo diferente para conquistar um resultado positivo, que não veio.

No entanto, o time não vai poder contar com a importância de Reinaldo para a enfrentar o Avaí, no próximo domingo, uma vez lateral estava pendurado com dois amarelos e acabou levando o terceiro no início do segundo tempo contra a Raposa. A advertência suspende automaticamente o jogador para a rodada seguinte da competição. Léo, seu substituto direto, deve jogar no Morumbi.

Tchê Tchê, Liziero, Luan, Raniel e Igor Gomes eram os outros relacionados que correram o risco de levar o terceiro amarelo, porém saíram de campo ilesos, trazendo menos dores de cabeça para o técnico Fernando Diniz, que já contou com os desfalques de Anderson Martins, com dores no joelho, e Toró e Pablo, com lesões musculares. A expectativa é de que apenas o zagueiro possa ter condições de jogo na 27ª rodada do Brasileirão-2019.

O São Paulo volta a campo neste domingo, às 16h, no Morumbi, para enfrentar o Avaí. No momento, o Tricolor ocupa a quinta posição na tabela com 43 pontos, 18 atrás do líder Flamengo e dois à frente do Bahia, primeiro clube fora do G6, zona de classificação para a Copa Libertadores.

Lance

Após fechar renovação com o lateral Reinaldo, diretoria foca em Tiago Volpi e Igor Vinícius

Depois de recusar uma proposta do Al-Ahli (SAU) e renovar o contrato de Reinaldo até dezembro de 2021, a diretoria do São Paulo agora volta suas atenções para o goleiro Tiago Volpi e o lateral-direito Igor Vinícius. Os dois fazem parte dos planos para o ano que vem, mas ainda não têm a permanência assegurada.

Ambos estão no Tricolor por empréstimo até dezembro deste ano e precisam ser comprados. Para assinar um vínculo definitivo com Tiago Volpi, será preciso pagar 5 milhões de dólares (R$ 20 milhões) ao Querétaro (MÉX). A vantagem é que não será preciso renegociar salários com o goleiro, já que os vencimentos dele em uma possível renovação já estão acordados há tempos. A cláusula de Igor Vinícius, que pertence ao Ituano, é mais “modesta”: R$ 1 milhão.

O São Paulo passa por dificuldades financeiras, mas acredita que esses investimentos caberão no orçamento de 2020. Um dos motivos é que, ao contrário deste ano, quando reformulou o elenco e contratou diversos jogadores caros – gastando mais que o previsto, inclusive -, a ideia do clube é fazer poucas aquisições para o ano que vem. Até porque não será possível aumentar muito a folha salarial, que já está alta e será inflada com aumentos já previstos para Pato e Daniel Alves, por exemplo.

Habituado a fazer mudanças severas no plantel nas últimas temporadas, inclusive com os campeonatos em andamento, o Tricolor tenta se planejar para que a maior parte do grupo atual esteja no clube em 2020. Os dois únicos jogadores que ficam sem contrato ao término deste ano são justamente Volpi e Igor Vinícius. Os outros todos estão vinculados pelo menos até dezembro do ano que vem.

O planejamento de não perder jogadores considerados importantes já tem sido posto em prática nos últimos meses. O São Paulo renovou neste ano os vínculos de Antony, Bruno Alves e Reinaldo, três dos seus destaques que vinham sendo assediados. Os jovens Walce, Luan, Igor Gomes e Liziero também foram valorizados do fim do ano passado para cá.

Lance

São Paulo e Reinaldo acertam renovação de contrato; saiba detalhes do acordo

São Paulo e Reinaldo acertaram a renovação de contrato do lateral-esquerdo nesta terça-feira. O jogador assinou novo vínculo até o fim de 2021, com possibilidade de renovação automática até 2022, caso ele cumpra metas estipuladas no acordo.

Titular absoluto do time de Fernando Diniz, Reinaldo tinha contrato com o São Paulo até dezembro de 2020.

Contratado em 2013, quando o São Paulo fugiu do rebaixamento no Brasileirão sob o comando de Muricy Ramalho, Reinaldo é um dos jogadores com mais tempo de clube no elenco atual. Ele permaneceu até 2015, ano em que o ex-presidente Carlos Miguel Aidar renunciou após denúncias de corrupção.

Em 2016, Reinaldo foi emprestado para a Ponte Preta, pela qual fez 51 jogos e quatro gols, sendo um deles contra o São Paulo. Em 2017, defendeu a Chapecoense, onde viveu em números o auge da carreira, quando fez 65 jogos, nove gols e deu 15 assistências.

Retornou ao São Paulo em 2018 como titular absoluto da lateral e reconquistou a confiança do torcedor. Hoje, o jogador está valorizado no Tricolor pelas boas atuações e liderança no elenco.

Reinaldo renova contrato com o São Paulo — Foto: Marcos RibolliReinaldo renova contrato com o São Paulo — Foto: Marcos Ribolli

Reinaldo renova contrato com o São Paulo — Foto: Marcos Ribolli

 

Em agosto, o São Paulo recusou proposta do Al-Ahli, da Arábia Saudita, de 2,5 milhões de dólares (cerca de R$ 10,3 milhões) por Reinaldo. Agora o clube decidiu valorizar o lateral tão criticado no passado e hoje referência nos números.

Veja números de Reinaldo no São Paulo:

  • 2º atleta com mais jogos (199) do atual elenco, atrás de Hernanes (273)
  • 2º maior goleador do elenco no ano, com seis gols
  • Líder em assistências no ano, com quatro passes para gols
  • Líder em atuações entre os jogadores de linha no ano (44 partidas)
  • Líder em finalizações entre os são-paulinos no Brasileirão (38)
  • Líder em roubadas de bola entre os são-paulinos no Brasileirão (44)

Reinaldo recebeu o apelido de Kingnaldo — Foto: ReproduçãoReinaldo recebeu o apelido de Kingnaldo — Foto: Reprodução

Reinaldo recebeu o apelido de Kingnaldo — Foto: Reprodução

 

Globo Esporte

Vai renovar! Kingnaldo afirma que renovação com o São Paulo sai nos próximos dias

Autor do gol da vitória do São Paulo no último domingo sobre o Corinthians, o lateral-esquerdo Reinaldo afirmou que a renovação de contrato com o Tricolor deve ser anunciada nos próximos dias pelo clube. O novo acordo deve ser até o fim de 2021.

–Já conversamos, está tudo encaminhado e nos próximos dias vai ser anunciada essa renovação. Fazer mais uns anos com a camisa do São Paulo, sou muito grato a isso. É um prazer, uma honra vestir essa camisa – afirmou Reinaldo ao Grupo Globo.

Em agosto, o São Paulo recusou proposta do Al-Ahli, da Arábia Saudita, de 2,5 milhões de dólares (cerca de R$ 10,3 milhões) por Reinaldo. Agora o clube quer valorizar o lateral. Na semana passada, o Tricolor renovou com Walce até 2022.

Reinaldo tem 199 jogos com a camisa do São Paulo e é titular absoluta. Ele seguirá na equipe nesta quarta-feira, contra o Cruzeiro, às 21h, no Mineirão, em Belo Horizonte, pela 26ª rodada do Brasileirão.

O São Paulo deve ir a campo com: Tiago Volpi, Igor Vinicius (Juanfran), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan; Tchê Tchê, Liziero, Hernanes e Antony; Alexandre Pato.

Globo Esporte

Perto do jogo 200, Reinaldo se vê entre os tops e quer ‘foto na parede’

O clássico contra o Corinthians, às 18h deste domingo, no Morumbi, será o 199º jogo de Reinaldo com a camisa do São Paulo. No clube desde 2013, com saídas por empréstimo para Ponte Preta e Chapecoense em 2016 e 2017, o lateral-esquerdo de 30 anos se vê no melhor momento da vida e da carreira. Maduro e confiante, não tem medo de dizer que se considera um dos melhores de sua posição no país.

– Desde o ano passado venho jogando em alto nível no São Paulo, então tenho certeza que estou entre os melhores da posição. Isso vem graças à minha humildade de estar sempre trabalhando firme e forte. Se estou jogando em alto nível em um clube grande como o São Paulo é porque sou um dos melhores da posição mesmo – disse o jogador.

No bate-papo com o LANCE! no CT da Barra Funda, o jogador ainda admitiu que sonha com um chamado de Tite, contou como lidou com a recusa da diretoria a uma proposta do Al-Ahli, da Arábia Saudita, lembrou que a melhor partida de sua já extensa trajetória pelo Tricolor foi contra o Corinthians e se mostrou animado com o trabalho de Fernando Diniz. Só demonstrou incômodo ao recordar que, nesses anos todos de clube, ainda não conseguiu levantar uma taça.

– Estou aqui desde 2013 e ainda não ganhei um título em um time gigante como o São Paulo. Isso pesa muito. Quero deixar um quadro com a minha foto ao lado dos meus companheiros na parede do CT, para quando eu voltar aqui no futuro poder lembrar que conquistei. Para ser lembrado no clube, sei que é preciso ganhar títulos, e esse é meu objetivo desde que cheguei. Infelizmente não consegui ainda, mas vou lutar até o fim do meu contrato para sair daqui com título, deixando meu nome marcado na história do São Paulo. Esse é meu sonho e eu tenho certeza que está próximo de se realizar.

Veja a entrevista completa com Reinaldo:

LANCE!: O São Paulo recusou recentemente uma proposta do Al-Ahli por você. Como você lidou com isso? Seu desejo era permanecer?
Eu fiquei muito tranquilo, deixei tudo na mão do meu empresário e com o São Paulo. O São Paulo sabia do meu desejo. Se fosse bom para mim e para o São Paulo, eu sairia. Era bom para mim, mas não era bom para o São Paulo. Sou muito grato ao São Paulo pelos anos que estou aqui, pela experiência, pela moral que o clube me dá desde que cheguei aqui. Não foi bom para o São Paulo, então eu não estava de acordo. Tenho que respeitar o São Paulo, respeitei o valor que eles queriam. O São Paulo me deu uma grande moral por não me liberar por qualquer valor, isso me valorizou muito e só tenho que agradecer aos diretores, ao presidente Leco, que vêm me dando confiança desde que voltei da Chape. Sou grato a esse clube, que me acolheu e até hoje está me dando suporte. Desde que cheguei tenho o desejo de fazer história pelo clube.

Você está perto de completar 200 jogos pelo clube. Mudou muita coisa desde a sua estreia até agora, não é?

Mudou muita coisa, amadureci muito tanto dentro de campo quanto fora. Quando estreei no São Paulo eu era apenas um moleque que não tinha filho, não tinha esposa e era muito sozinho aqui em São Paulo. Depois fui conhecendo as coisas aqui, conheci minha esposa, tivemos um filho abençoado, o Davi… Fora de campo está uma maravilha, e dentro de campo também. Amadureci muito, aprendi muito com os grandes jogadores que passaram aqui. Joguei com Rogério, Luis Fabiano, Ganso, Michel Bastos, vários craques do futebol brasileiro, e foi muito importante poder observá-los no dia a dia, nos jogos. Aprendi com eles. Minha carreira aqui teve altos e baixos no começo, mas depois só foi crescendo e hoje estou colhendo os frutos de um bom trabalho, do amadurecimento que eu tive, do aprendizado que tive com grandes jogadores.

Você disse que se considera um dos melhores da sua posição no país. Quem são os outros laterais que você vê em um patamar elevado?

Tem o Filipe Luís, que voltou muito bem da Europa no Flamengo. Tem o Jorge, do Santos, que já foi para a Seleção. Esses dois vêm jogando muito bem e creio que estou páreo a páreo, jogando no mesmo nível com eles, e a tendência é só melhorar, manter esse alto nível sempre.

Acha que dá para sonhar com Seleção Brasileira?

É um sonho. Venho sonhando desde quando voltei da Chape para o São Paulo e mantive um nível muito bom no meu futebol. Sonhei ano passando, sonho esse ano, mas tudo tem seu tempo e sua hora. Entrego tudo na mão de Deus, que sabe o caminho certo, sabe a hora de ir ou não. Se não fui ainda, é porque algum plano Deus tem para mim. Na melhor hora, Ele vai me honrar e creio que o Tite vai estar me chamando.

O tempo de clube te transformou em uma referência do elenco. O Juanfran, recentemente, citou seu nome como um dos pilares desse grupo. Como recebe as palavras dele?

Até agradeço a ele pelas palavras. Aqui dentro do clube, no dia a dia, eu tento ser um Reinaldo que conversa bastante, que dá risada junto com eles, que brinca, que na hora de falar sério também fala. Ver o Juanfran falando assim de mim é muito bom, é um jogador multi-campeão na Europa que também está ajudando muito no dia a dia com a experiência dele, com a orientação tática que ele tem. Só tenho que agradecer.

Em que momento você percebeu que estava virando um líder dentro do clube? Hoje é comum vê-lo com a braçadeira de capitão.

Veio naturalmente, com o que faço no dia a dia, nos treinos, nos jogos. A gente tem vários líderes aqui. Tem o Profeta, o Hudson, o Dani, o Juan… Eu sou mais um que quer ajudar o São Paulo. Quando estou de capitão, naturalmente tenho que assumir a responsabilidade. Dar o melhor dentro de campo, fazer o que um capitão faz. Eu nunca mudei, sempre falo para todos aqui que desde que cheguei sou o mesmo, apenas amadureci um pouco. Um pouco, não. Muito. A maturidade fala mais alto, você vai passando os anos dentro do clube, vai conhecendo o clube, vai sabendo o que o clube quer, a gente vai explicando como as coisas funcionam para quem chega. A liderança vem disso, e eu gosto de passar a responsabilidade para cada um do nosso elenco, para todo mundo ter a sua liderança.

A vitória por 3 a 1 sobre o Corinthians, em 2018, quando você marcou dois gols, foi sua melhor partida aqui?

Com certeza. Um clássico do tamanho de São Paulo x Corinthians, marcar dois gols… Isso fica na minha história. Agora é trabalhar para ir bem mais uma vez. Não precisa sair um gol, dois gols, mas o jogo é na nossa casa e precisamos dos três pontos. Foi o meu melhor jogo aqui no São Paulo e o torcedor sempre lembra daquele dia, foi um resultado que ficou guardado. Espero que esse jogo venha nos coroar de novo com uma vitória para o nosso torcedor sair feliz.

Já deu para notar diferenças no trabalho do Diniz em relação ao período anterior a ele?

O Diniz pede muito para a gente ficar à vontade no jogo, dá liberdade para ir por dentro, por fora. Se acontecer de perder a bola, recompor o mais rápido possível para não ser surpreendido no contra-ataque. Ele vem dando muita liberdade, não só para mim, mas para todo o grupo, dando muita confiança. Ele pede bastante para a gente que vem de trás chutar no gol. Eu venho fazendo meu trabalho para me adaptar o mais rápido possível ao esquema de jogo dele. Dá para a ver que a nossa equipe está se adaptando a ficar sempre com a bola, a descansar com a bola, e quando perder recuperar o mais rápido possível para não deixar a equipe adversária respirar. É um treinador que deixa a gente bem à vontade dentro de campo.

Você tem jogado praticamente todas as partidas, só ficou fora de uma no Brasileirão. Qual é o segredo para estar sempre disponível?

O segredo é estar sempre descansando ao máximo, se alimentando bem. Quando estou com algum incômodo em qualquer lugar eu sempre falo com o Doutor Sanchez, com o Sassaki, com todos da fisioterapia… Mando eles darem uma olhada. Esse feeling do jogador e do DM é muito importante, procuro estar sempre conversando, eles que sabem se é grave, se dá para ir para o jogo ou não. Jogador de alto nível sempre tem uma dorzinha ali ou aqui, e eu sou assim. Mas se a dor estiver incomodando pouco eu vou para o jogo. Se incomodar muito, procuro descansar, fazer a recuperação muito bem feita, para não ser surpreendido no jogo. Tem que estar sempre em alta intensidade, então no dia a dia eu procuro sempre fazer trabalho extra, seja de recuperação ou fortalecimento, para não ter alguma lesão. Procuro estar me cuidando fora de campo, a alimentação e a hidratação têm que ser perfeitas para os músculos responderem bem nos treinamentos e principalmente nos jogos.

Para finalizar: por que o título ainda não saiu?
É difícil explicar. Nos anos que estou aqui, a mentalidade do elenco sempre foi a de ser campeão. Infelizmente não conseguimos, esse ano mesmo nós batemos na trave no Paulista, ano passando a gente liderou bastante tempo o Brasileiro… É coisa de detalhe. Uma hora a gente vai encaixar. Vamos trabalhar firme para a sorte vir para o nosso lado. É difícil dizer o que está faltando. Nós entramos em campo buscando o melhor, querendo dar títulos para o São Paulo.

Lance

RELEMBRAR É VIVER: Com 2 gols de Reinaldo e falha de Cássio, Tricolor venceu o Corinthians por 3 a 1 em 2018

Neste domingo (13), São Paulo e Corinthians disputam o clássico Majestoso no gramado do Morumbi, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. As duas equipes fazem duelo direto na briga por uma vaga na zona de classificação direta à Copa Libertadores. No ano passado, o confronto no estádio tricolor, válido pelo primeiro turno do Brasileirão, terminou com vitória são-paulina e foi importante para a arrancada do time então comandado por Diego Aguirre rumo à ponta da tabela.

Na ocasião, ambas as equipes disputavam a segunda partida após a volta da parada para a Copa do Mundo. O Tricolor Paulista, que era segundo colocado e havia vencido o líder Flamengo na rodada anterior, precisava do triunfo para seguir pressionando o Rubro-Negro. Já o Timão estava no meio da tabela e tentava entrar no G6.

RELEMBRE OS MELHORES MOMENTOS DAQUELE MAJESTOSO

Em Morumbi lotado, o São Paulo começou superior desde os primeiros minutos, mas não conseguiu balançar as redes na primeira etapa. O gol só veio aos dez minutos do segundo tempo, quando Anderson Martins aproveitou cobrança de escanteio de Nenê para completar de cabeça. Aos 24, Reinaldo driblou Cássio e chutou, mas Henrique cortou. No rebote, o lateral bateu por cobertura e marcou o dele.

A situação ficou ainda melhor para os donos da casa aos 36 minutos. Reinaldo, de novo, ficou com a sobra após escanteio e arriscou de fora da área, mas a finalização saiu fraca. O goleiro alvinegro, porém, aceitou e viu a bola passar por baixo de seu corpo. No fim, Jonathas recebeu passe de Jadson e tocou na saída de Jean para descontar: 3 a 1.

Agora, os dois rivais se enfrentam na casa são-paulina em outra situação. O Corinthias, que foi campeão paulista diante do Tricolor, ocupa a quarta colocação com 42 pontos. O São Paulo vem logo atrás, na quinta posição, com três pontos a menos.

Gazeta Esportiva