Com elenco em Cotia, Rojas segue tratando lesão no CT da Barra Funda

Enquanto o elenco do São Paulo está concentrado no CFA de Cotia desde a tarde de quarta-feira, o atacante equatoriano Joao Rojas segue em tratamento no CT da Barra Funda. Ele se recupera da segunda cirurgia seguida no joelho direito e ainda deve demorar um tempo para ser liberado pelos médicos.

Rojas rompeu o tendão patelar do joelho direito no dia 26 de outubro de 2018, durante partida contra o Vitória, e não voltou mais a jogar. Em 12 de agosto de 2019, quase dez meses após a primeira cirurgia, ele rompeu o tendão quadricipital do mesmo joelho durante um treino de finalizações e precisou passar por nova cirurgia. Na época, ele começava a retomar a rotina de trabalho ao lado dos companheiros e se preparava para ficar novamente à disposição da comissão técnica.

Essa segunda operação está prestes a completar cinco meses. Lesões desse tipo costumam demandar cerca de oito meses de recuperação, prazo que se completará em abril. Mas o São Paulo, como de costume, não divulga uma expectativa de retorno.

O caso de Rojas tem uma particularidade: trata-se de uma situação raríssima, com rompimento em sequência de dois tendões do mesmo componente de movimento, o extensor. O tendão patelar fica abaixo da patela, enquanto o quadricipital fica acima. Um é a continuação do outro, são as conexões do músculo anterior da coxa ao osso. Especialistas apontam que é difícil fazer previsão de retorno por não haver muitos precedentes e pelo fato de depender muito da evolução individual do atleta.

Rojas perdeu parte das férias para tentar acelerar o tratamento. Ele trabalhou no CT da Barra Funda até o dia 20 de dezembro, enquanto a maioria dos companheiros saiu para descanso no início do mês.

Lance

Anúncios

Jucilei volta a treinar no São Paulo e trabalha para recuperar físico

Jucilei volta a trabalhar no São Paulo. Afastado do elenco por Cuca durante a pausa no Campeonato Brasileiro para a disputa da Copa América, o volante retoma a rotina de treinamentos no CT da Barra Funda para recuperar o condicionamento físico – por enquanto ele tem programação em horários alternativos ao time principal. Ao menos neste momento, ele ainda não deve ser utilizado pelo técnico Fernando Diniz.

Fora dos planos de Cuca, ele havia sido liberado para procurar um outro clube. O meio campista havia até recolhido os seus pertences do CT. Ao lado de familiares, no Rio de Janeiro, ele trabalhava para manter a forma. Enquanto isso, os representantes buscavam oportunidades no mercado da bola.

O nome de Jucilei chegou a ser ventilado até mesmo no Corinthians. Porém, a negociação não andou – até mesmo porque o Alvinegro não considerava necessário trazer um jogador para o setor.

Jucilei tem contrato com o São Paulo até 31 de dezembro de 2021. Emprestado pelo Shandong Luneng, da China, o jogador chegou ao Morumbi em 2017. Não demorou para conquistar o seu espaço no time, sendo até uma das referências dentro de campo. Porém, perdeu rendimento já no ano passado. Pelo Tricolor paulista, desde a estreia em fevereiro de 2017, ele atuou em 104 confrontos e marcou um gol.

Com a chegada de Cuca nesta temporada, o volante, de 31 anos, até teve a chance de disputar a decisão do Campeonato Paulista, justamente contra o Corinthians. Porém, sem ritmo, não conseguiu se firmar.

O volante chegou a ser cogitado também em clubes do exterior, principalmente do Oriente Médio. Com o fechamento da maior parte das janelas de transferências, não sobraram muitas opções. Por isso, caso não feche nenhum negócio nos próximos dias, ele deve seguir no Morumbi. A tendência é de ele voltar ao CT já amanhã (1), mas pessoas ligadas ao atleta não confirmam a informação. Além de Jucilei, o clube chegou a afastar também Nenê e Bruno Peres – que fecharam com o Fluminense e o Sport, respectivamente.

UOL

Régis, ex-São Paulo, deixa casa de recuperação, abandona tratamento contra vício em drogas e falta a treinos

O jogador Régis deixou a casa de recuperação onde passava por tratamento contra o vício em drogas, anunciou o São Bento, seu atual clube. A equipe afirma que o abandono aconteceu por “vontade própria” do atleta, que também não compareceu a dois treinos da equipe.

Regis, que defendeu o São Paulo por pouco mais de seis meses em 2018, passava por um processo de desintoxicação em uma casa de reabilitação para dependentes químicos na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo. No último mês de outubro, ele admitiu problemas com álcool e cocaína.

“O Esporte Clube São Bento comunica que o atleta Régis deixou a casa de recuperação e abriu mão do tratamento por vontade própria”, anunciou o São Bento nesta segunda-feira.

“Informamos ainda que o jogador não compareceu aos treinos de domingo e segunda e por esse motivo não foi relacionado para a partida desta terça-feira. A diretoria do clube deve se reunir com o atleta e tomará as devidas providências”, complementa o comunicado.

Na última semana, Régis foi titular normalmente no empate do São Bento contra o Sport pela Série B do Brasileiro. Nesta terça, a equipe volta a campo contra o Coritiba, no Couto Pereira.

Após a passagem pelo São Paulo, Régis foi contratado pelo CSA, mas acabou dispensado depois de ser detido por uma confusão em um motel em Maceió. Já no São Bento, também colecionou episódios com a polícia, o que motivou o clube e o atleta a procurarem ajuda.

Fonte: ESPN

Pablo volta a treinar com o elenco após quase três meses fora

Pablo está de volta. Nesta terça-feira o reforço mais caro da história do São Paulo voltou a trabalhar com o restante do elenco passada a cirurgia para a retirada de um cisto na região lombar da coluna. A tendência é que o atacante fique à disposição do técnico Cuca para enfrentar o Palmeiras, no próximo dia 13 de julho, no estádio do Morumbi.

Enquanto o elenco curtia os nove dias de folga, Pablo seguiu trabalhando incessantemente no Reffis para voltar o mais rápido possível. Rojas, Everton e Liziero, outros lesionados, também seguiram a mesma rotina intensa de trabalho durante as “miniférias” do Tricolor.

Pablo foi monitorado atentamente pela comissão técnica nesta terça-feira, uma vez que acabou de iniciar seu processo de transição para o gramado e ainda precisa evitar choques mais fortes durante as atividades.

O São Paulo trabalhou em dois períodos nesta terça-feira. Pela manhã, os jogadores participaram de um circuito físico no Reffis de Cotia e em seguida foram para o gramado, onde realizaram atividades técnicas, priorizando fundamentos como passes e finalizações. Já na parte da tarde, o elenco fez um treino tático que contou até mesmo com a presença de Tiago Volpi como jogador de linha.

O São Paulo segue em concentração total no CFA Laudo Natel, em Cotia. O elenco trabalhará com portões fechados até sábado. No domingo, os jogadores terão o dia livre para rever a família. Enquanto isso, quem aproveita é a molecada, que mantém contato direto com os jogadores do time profissional.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Convocado para Copa América, Arboleda começa trabalho de transição no SPFC

O São Paulo talvez tenha um reforço de peso no clássico deste domingo, contra o Corinthians. Em recuperação de estiramento na coxa esquerda, Arboleda iniciou hoje o processo de transição do Reffis para o campo no CT da Barra Funda. Essa não foi a única notícia boa no dia para o zagueiro equatoriano, que soube da convocação para defender o seu país na Copa América.

O jogador não terá condições de enfrentar o Bahia, nesta quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. No entanto, o clube trabalha com a possibilidade de ele ser relacionado para o clássico, válido pelo Campeonato Brasileiro.

Na reapresentação do São Paulo hoje, os jogadores que não começaram a partida de ontem, contra o Bahia, pelo nacional, foram para o gramado. Recuperado de gastrite nervosa, Biro Biro treinou com os demais companheiros. Os atletas considerados titulares fizeram o trabalho regenerativo no Reffis.

A notícia ruim ficou por conta de Liziero. O jogador foi submetido ao exame médico que constatou entorse no tornozelo direito. O período de recuperação previsto é de dois meses. Ou seja, Cuca só poderá contar outra vez com o meio campista após a Copa América.

 

Fonte: UOL

Liziero avança em recuperação, enquanto São Paulo trabalha bola parada

O São Paulo fechou mais um dia de trabalho antes da final do Campeonato Paulista, contra o Corinthians. Hoje, no CT da Barra Funda, os jogadores fizeram o treino tático sob a supervisão do técnico Cuca. Na atividade, foi dada ênfase aos lances de bola parada, com cobranças de faltas e escanteios: defensivos e ofensivos, além das finalizações frontais.

Como publicou o UOL Esporte, o time trabalha também as cobranças de pênaltis. Afinal, como o primeiro duelo do mata-mata terminou empatado por 0 a 0, em caso de mais um placar igual o título será definido nos pênaltis.

Uma novidade na atividade de hoje foi a presença de Liziero no campo. O jogador sentiu dores na coxa esquerda durante um treino antes da abertura da final, na última semana. O meio campista fora submetido ao exame médico, que apontou uma pequena alteração. Amanhã, ele deve ser novamente avaliado para saber se terá condições de ser relacionado. Hoje, ele fez exercícios no campo sob a supervisão da comissão técnica.

Quem também marcou presença na atividade foi Pablo. O atacante, que passou por procedimento cirúrgico para retirada de um cisto artrossinovial na região lombar da coluna, já recebeu alta e foi ao CT da Barra Funda.

 

Fonte: UOL

Liziero não tem lesão e deve jogar o clássico

O São Paulo pode ter um grande reforço para a final do Campeonato Paulista nesse domingo, trata-se do meio- campista Liziero. O garoto do São Paulo foi desfalque no primeiro jogo da final contra o Corinthians no Morumbi por sentir um desconforto na coxa esquerda um dia antes da primeira final.

Segundo apurou o Globo Esporte nenhuma lesão foi constatada nos exames de Liziero, porém o atleta precisa fazer fortalecimento e participar dos treinamentos para estar a disposição de Cuca para a grande final.

O São Paulo enfrenta o Corinthians neste domingo,às 16h, na Arena do Corinthians para definir quem será o campeão Paulsita de 2019, Liziero ainda segue como dúvida na equipe Tricolor, a boa notícia é que não há nenhuma lesão com o atleta do São Paulo.

 

Fonte: SPFC.Net

Everton inicia transição para o gramado, e Nenê não aparece em campo

O São Paulo voltou aos trabalhos nesta segunda-feira após o empate em 1 a 1 com a Ferroviária, no último sábado, pelo Campeonato Paulista. Prestes a enfrentar o Palmeiras, o elenco comandado pelo técnico Vagner Mancini contou com o retorno de Everton aos gramados. O atacante iniciou sua transição do Reffis para as quatro linhas depois de um longo período se recuperando de um estiramento no músculo femoral da coxa esquerda, mas não deve reunir condições para ser relacionado para o clássico do fim de semana.

Titular absoluto do São Paulo, Everton se lesionou no clássico contra o Corinthians, no último dia 17 de fevereiro, em Itaquera, e foi substituído no intervalo pelo jovem Antony, hoje dono da posição por conta da ausência do atacante. Neste ano, o camisa 22 tricolor disputou oito jogos e marcou um gol.

Mas não foi apenas Everton o lesionado que apareceu em campo nesta segunda-feira. O lateral-esquerdo Reinaldo, o atacante Biro Biro e o volante Liziero completaram a lista dos desfalques que fizeram um trabalho físico ao lado dos titulares do empate com a Ferroviária sob o comando de Carlinhos Neves e seu auxiliar Wellington Valquer.

Reinaldo, inclusive, é o jogador que possui mais chances de ficar à disposição de Vagner Mancini no próximo sábado, contra o Palmeiras, no Pacaembu. Apesar de estar um passo à frente dos outros atletas que ainda se recuperam de problemas físicos, o lateral-esquerdo, entretanto, não gera grande expectativa pelo seu retorno no fim de semana.

Nenê, que se recupera de um trauma no joelho sofrido na última terça-feira, não apareceu em campo. O meia se chocou durante uma atividade no CCT da Barra Funda com o jovem Igor Gomes e desde então não reúne condições de jogo.

Nesta segunda-feira, enquanto os atletas lesionados e os titulares faziam um trabalho físico, o restante do elenco fez um treino em campo reduzido. Primeiro, os atletas tinham que vencer o duelo mano a mano e fazer o gol na meta adversária. Depois, times compostos por três atletas tinham a mesma missão. Antes do final da atividade, Pablo foi integrado ao restante do elenco para mais uma movimentação em campo reduzido, agora com mais atletas para cada lado.

O São Paulo volta a treinar na manhã desta terça-feira, dia em que dará prosseguimento à preparação para o importante clássico contra o Palmeiras. Na vice-liderança do Grupo D, o Tricolor precisa mais do que nunca de um resultado positivo no Choque-Rei para se aproximar da classificação às quartas de final do Campeonato Paulista.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Sem férias, Rojas se recupera de cirurgia no joelho

Joao Rojas terá uma rotina diferente de todos os outros jogadores do São Paulo até o fim do ano. Enquanto o elenco vai poder desfrutar das férias neste mês de dezembro, o atacante precisa manter a sua rotina de trabalho no Reffis do CT da Barra Funda. Em recuperação de cirurgia para correção de ruptura do tendão patelar do joelho direito, o equatoriano faz o tratamento no clube em tempo integral sob a supervisão dos fisioterapeutas e do departamento médico.

Neste próximo mês, o jogador só deve ser liberado para visitar a família, no Equador, entre a semana do Natal e a virada do ano. Ainda assim, o atacante deverá seguir as instruções do São Paulo para cuidados com alimentação e esforço físico. A previsão é de que o atleta só seja liberado para voltar a jogar daqui a cinco meses.

Por isso, a tendência é de que ele não viaje com o restante da equipe para os Estados Unidos, no início de 2019, para a disputa da Florida Cup. O elenco se reapresenta no dia 3 de janeiro e embarca para a América do Norte no dia seguinte. Caso uma parte do departamento fisioterápico fique no Brasil, Rojas poderá permanecer na capital paulista para seguir o tratamento.

Como o equatoriano é considerado uma das referências no ataque tricolor, é provável que o São Paulo procure no mercado da bola um jogador para o setor. Afinal, Rojas não poderá participar também do início da temporada 2019, quando o time vai disputar Campeonato Paulista e Copa Libertadores. Hoje, quem atua no lugar do estrangeiro é Helinho, que foi promovido das categorias de base e fez a sua estreia no empate com o Flamengo, no dia 4 de novembro.

Rojas sofreu a lesão durante o triunfo sobre o Vitória, no dia 26 de outubro, em Salvador. Na ocasião, ele deixou o gramado com fortes dores aos 18 minutos do segundo tempo, sendo substituído por Everton Felipe.

Liberado mais cedo

A situação de Rojas contrasta com a de Reinaldo. O lateral-esquerdo já poderá entrar em férias após o fim do treino deste sábado (1), no CT da Barra Funda. Por ter recebido o terceiro cartão amarelo no Brasileirão, ele vai cumprir suspensão automática neste domingo (2), às 17h, contra a Chapecoense.

Por causa de problema pessoal, Jucilei também pode ser liberado da viagem para Santa Catarina. O volante já treinou entre os reservas nos últimos dias, sendo substituído por Liziero no meio de campo.

 

Fonte: UOL

Régis avança em recuperação e pode ser relacionado pelo São Paulo

O São Paulo pode ganhar mais um reforço neste segundo semestre. Em recuperação de problemas pessoais, Régis treinou normalmente com a equipe nesta segunda-feira (13), no CT da Barra Funda. O lateral direito está inscrito na Copa Sul-Americana e pode ser relacionado para o jogo desta quinta-feira, na Argentina, contra o Colón.Vinculado ao São Paulo até o fim do estadual de 2019, o lateral direito teve bom rendimento em suas primeiras partidas na temporada. No entanto, ele se afastou do elenco há dois meses por causa dos problemas pessoais. Há um mês, voltou a treinar com os colegas e readquiriu a forma física.Na atividade desta segunda (13), ele trabalhou em campo reduzido com os jogadores que não foram titulares no domingo (12), na vitória por 3 a 1 sobre o Sport, pelo Campeonato Brasileiro. Além de Régis, estavam no gramado também Tréllez, autor do terceiro gol no triunfo em Recife, e o zagueiro Rodrigo Caio, que se recuperou de cirurgia no pé esquerdo.Já os jogadores considerados titulares fizeram o trabalho regenerativo no Reffis. Para o confronto desta quinta-feira, Diego Aguirre não poderá contar com o atacante Brenner, que cumpre suspensão por ter recebido o cartão vermelho no primeiro jogo do mata-mata, quando o Tricolor perdeu por 1 a 0 para a equipe argentina.