Éder Militão nega ter ingratidão com São Paulo: ‘Sempre será minha casa’

Futuro jogador do Real Madrid, Éder Militão usou suas redes sociais nesta segunda-feira para se manifestar contra mensagens de torcedores do São Paulo que o acusam de ingratidão. O defensor negou e ressaltou o carinho que tem pelo clube que o revelou para o futebol.

Segundo Militão, alguns são-paulinos têm usado as redes sociais para o chamar de “ingrato” pela forma que deixou o São Paulo. Na época, a diretoria tricolor tentou três vezes renovar com o jogador, mas não foi atendida pelos representantes do atleta que acertou um pré-contrato com o Porto.

“Venho recebendo milhares de mensagens que fui ingrato com o @SaoPauloFC ! Sou e sempre serei grato a esse clube que cresci, me formei e me deu a oportunidade de me tornar um atleta profissional, e de realizar o meu sonho”, escreveu Militão em seu Twitter,

“Sempre será minha casa”, concluiu o jogador convocado para a Copa América.

Éder Militão

@edermilitao13

Venho recebendo milhares de mensagens que fui ingrato com o @SaoPauloFC ! Sou e sempre serei grato a esse clube que cresci, me formei e me deu a oportunidade de me tornar um atleta profissional, e de realizar o meu sonho. 🔴⚪️⚫️

553 pessoas estão falando sobre isso

Militão iniciou sua carreira no São Paulo aos 14 anos de idade em 2012. Foi multicampeão pelas categorias de base, a famigerada Cotia, e estreou no profissional sob o comando de Rogério Ceni em 2017.

 

Fonte: Torcedores.com

 

Anúncios

Com venda de Militão ao Real Madrid, SP lucra milhões; confira os valores

Dos 50 milhões de euros (cerca de R$ 215 milhões) que o Real Madrid (ESP) pagará pela contratação de Éder Militão, anunciada nesta quinta-feira, 5,8 milhões de euros (cerca de R$ 25 milhões na cotação atual) ficarão com o São Paulo.

Por ser o clube formador de Militão, o Tricolor receberá 1,3 milhões de euros referentes ao mecanismo de solidariedade da Fifa. Além disso, tem direito a 10% do valor total da transferência graças a um acordo feito com o Porto (POR) quando Militão foi vendido, no meio de 2018. Essa fatia representa 4,5 milhões de euros.

O Porto repassará 10% de 45 milhões de euros, valor da transferência. Os outros 5 milhões de euros são comissões para empresários envolvidos no negócio.

Militão foi promovido ao elenco profissional do São Paulo em 2017 e logo deslanchou. Terminou aquela temporada como titular da lateral direita e se fixou como um dos principais jogadores do time em 2018. Como ele recusou diversas propostas de renovação, o Tricolor se viu obrigado a vendê-lo por um valor considerado pequeno na ocasião para não perdê-lo de graça ao fim do contrato: 4 milhões de euros.

Somados o valor da venda e as fatias que cabem ao São Paulo agora, serão 9,8 milhões de euros (mais de R$ 42 milhões) nos cofres do clube graças a Éder Militão.

 

Fonte: Lance

Real Madrid paga R$ 216 milhões, e Militão será o primeiro reforço de Zidane, diz jornal

Zinedine Zidane já tem o seu primeiro reforço em seu retorno ao Real Madrid. E ele será brasileiro. O jornal espanhol Marca estampará na capa de sua edição de quinta-feira que trata-se de Éder Militão, ex-São Paulo.

Segundo a publicação, o time merengue vai desembolsar nada menos de 50 milhões de euros (cerca de R$ 216 mi) ao Porto para ter o jogador.

O curioso é que o time português pagou 7 milhões de euros (R$ 30 milhões) ao São Paulo há menos de um ano pelo jogador.

Os rumores de que a contratação é iminente já estão sendo veiculados desde janeiro. Aos 20 anos de idade, Militão é uma das grandes promessas do futebol brasileiro e passou a ser convocado pela seleção.

Pelo Porto, o defensor brasileiro fez 34 jogos oficiais e marcou 3 gols.

MARCA

@marca

‘Zidane ya tiene su primer refuerzo: Militao’

531 pessoas estão falando sobre isso

 

Fonte: ESPN

Dinheiro do São Paulo é entrave na negociação entre Real Madrid e Militão

Sem possibilidade de uma transferência na recém fechada janela europeia, Éder Militão, do Porto, é aguardado pelo Real Madrid para o fim da atual temporada (julho). Mas, apesar das negociações já estarem avançadas, um entrave ainda impede o anúncio oficial e, de acordo com o jornal Marca, o acordo só não se concretizou em função da taxa a ser paga ao São Paulo, clube formador do atleta, que teria direito a 13% da quantia investida.

Entre os espanhóis e o jogador já estaria tudo certo. O problema é a negociação com os portugueses. O valor acertado entre as partes foi de 50 milhões de euros (quase R$ 210 milhões), os quais, para os merengues, já incluem os 6 milhões de euros (R$ 25 milhões) destinados ao Tricolor paulista. Os Dragões, porém, querem que a quantia referente ao clube brasileiro seja paga à parte, o que resultaria em um investimento total de 56 milhões de euros.

Caso ocorra um acordo definitivo, o Real Madrid já asseguraria seu segundo reforço para a próxima temporada, sendo o segundo brasileiro. O primeiro é o também jovem atacante Rodrygo, do Santos, pelo qual serão desembolsados 45 milhões de euros. O ex-São Paulo, que foi vendido ao Porto por 4 milhões de euros, tem apenas 21 anos de idade, enquanto o santista acaba de completar 18. Os dois se juntariam ao ex-Flamengo Vinícius Júnior, outro com 18 anos, no elenco profissional do time espanhol.

Na atual temporada, o defensor disputou 28 partidas pelo clube lusitano, incluindo Campeonato Português, copas nacionais e Liga dos Campeões. Foram três gols e duas assistências anotados até o momento.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Militão e Real Madrid chegam a um acordo para a próxima temporada

O Real Madrid chegou a um acordo com o lateral Éder Militão, do Porto. Segundo o jornal espanhol ‘As’, o brasileiro firmou um acordo verbal com os Merengues e vai ser jogador da equipe na próxima temporada. O Real vai pagar a multa rescisória de 50 milhões de euros (R$ 213 milhões), desse montante cinco milhões de euros (R$ 21 milhões) serão destinados ao São Paulo, clube formador.

Cobiçado

Ainda de acordo com a publicação, Militão vai ter contrato com o Real Madrid até 2025. Com isso, o clube espanhol vence uma disputa com Manchester United, Liverpool e Chelsea, que também tinham interesse no jogador brasileiro.

Novos detalhes

O contato do clube com os agentes de Militão foram constantes nesta semana. Segundo o ‘As’, um empresário do jogador esteve presente na vitória do Real Madrid sobre o Sevilla, neste sábado, por 2 a 0. O acordo foi feito agora, por conta do interesse de outros clubes e também porque o valor da multa aumenta, em junho, para 75 milhões de euros (R$ 320 milhões).

Valorizado

O ex-jogador do São Paulo tem feito grandes exibições no Porto, onde joga tanto de zagueiro como de lateral. A sua versatilidade rendeu os prêmios de melhor defensor do Campeonato Português nos últimos quatro meses.

 

Fonte: Lance

Real Madrid fecha compra de Militão por R$ 212,7 milhões

Éder Militão é o primeiro reforço do Real Madrid para a próxima temporada. O Blog apurou com uma pessoa ligada ao ex-são-paulino que o martelo entre o clube espanhol e o Porto foi batido nesta quinta-feira por € 50 milhões ou R$ 212,7 milhões – o valor equivale à multa rescisória. Ao menos, os portugueses garantiram a permanência do defensor até o mês de junho.

A notícia tem de ser festejada pelo São Paulo, que embolsará R$ 28,7 milhões – são R$ 21,2 milhões referentes aos 10% que ainda pertenciam ao Tricolor e outros R$ 7,5 milhões graças ao Mecanismo de Solidariedade. Como clube formador, o São Paulo tem direito a 3,5% da venda.

Detalhe importante: os paulistas vão faturar muito mais agora do que sete meses atrás, quando toparam liberá-lo para o Porto por € 4 milhões, que equivaliam a R$ 17,7 milhões. A cifra tão baixa tinha a ver com o fato de Militão estar a menos de seis meses do fim do contrato, podendo assinar com qualquer interessado para sair de graça.

Se conseguiu salvar R$ 46,4 milhões, somando as quantias de agosto passado e a da transferência para o Real Madrid, o São Paulo certamente embolsaria muito mais se não tivesse deixado o lateral/zagueiro ficar tão perto do fim de seu vínculo.

Quando as conversas para a renovação começaram, ainda em 2017, o Tricolor se recusou a pagar um salário de R$ 20 mil mensais exigido pelo garoto. O tempo passou e, prestes a perdê-lo, o São Paulo chegou a oferecer R$ 150 mil mensais, por um contrato de cinco temporadas. Mas, aí, Militão já estava na mira de grandes do futebol europeu.

O Porto já imaginava que perderia Militão, tanto que observa desde Caetano, zagueiro que disputa a Copa São Paulo de juniores pelo Corinthians. Conforme o Blog revelou em 7 de janeiro, um representante português esteve em Itu para ver o defensor de perto.

LUCRO DO TRICOLOR COM MILITÃO:
– venda ao Real Madrid: R$ 21,2 milhões
– mecanismo de solidariedade: R$ 7,5 milhões
TOTAL: R$ 28,7 milhões

Fonte: Blog do Jorge Nicola

Olheiros do Real Madrid observam jogos de ex-jogador do São Paulo

A grande fase de Éder Militão no Porto vem chamando a atenção de gigantes do futebol europeu. De acordo com o jornal “Marca”, olheiros do Real Madrid vêm acompanhando as partidas do brasileiro pelo Porto. O jogador está em um grupo de jovens monitorados pela equipe, comandado por Juni Calafat.

A multa rescisória do zagueiro, que também pode atuar como lateral-direito, é de 50 milhões de euros (R$ 213,5 milhões). Militão chegou ao Porto no início da temporada após ser comprado junto ao São Paulo por 7 milhões de euros (R$ 30,6 milhões na cotação de julho), sendo 4 milhões de euros (R$ 17,7 milhões) para o Tricolor e 3 milhões (R$ 13,1 milhões) para a comissão envolvida no negócio. Os são-paulinos têm direito ainda a 10% de uma futura negociação.

O clube português sabe do interesse de clubes europeus – incluindo o Manchester United – e já comunicou que o brasileiro só sai com o pagamento da multa rescisória. Além disso, os Dragões não pensam em abrir negociação nesta janela de transferências, no meio da temporada no Velho Continente.

Segundo o “Marca”, o Real Madrid considera Militão o novo Pepe, muito pela sua capacidade de antecipação e garra dentro de campo.

O zagueiro está em uma lista com os 50 jogadores de até 21 anos que atuam na Europa. Outro brasileiro presente na relação, elaborada por jornalistas a pedido da Uefa, é o atacante Vinicius Júnior, também do Real Madrid.

Até o momento, Militão disputou 21 partidas pelo Porto e fez dois gols.

Fonte: R7

André Jardine vai à Europa ver Barcelona, Real Madrid e outros clubes

André Jardine está na Europa. Estimulado e liberado pelo São Paulo, o auxiliar permanente da comissão técnica chefiada por Diego Aguirre viajou em busca de aprendizado e atualizações com o consentimento do comandante uruguaio.

A viagem estava programada há algum tempo, e Jardine retornará ao São Paulo na próxima semana. O profissional de 39 anos está em um processo contínuo de aprendizado.

A ideia de Jardine viajar nesta data tem um propósito: ver o maior número possível de partidas e treinos, para observar e conhecer uma diversidade de técnicos e estilos.

Entre a última terça-feira e a próxima segunda-feira, Jardine estará no total em seis jogos:

Terça-feira (23/10) – Real Madrid x Viktoria Plzen, pela Liga dos Campeões (Santiago Bernabéu, Espanha);

Quarta-feira (24/10) – Barcelona x Inter de Milão, pela Liga dos Campeões (Camp Nou, Espanha);

Quinta-feira (25/10) – Milan x Bétis, pela Liga Europa (San Siro, Itália);

Sábado (27/10) – Atlético de Madrid x Real Sociedad, pela Liga Espanhola (Metropolitano, Espanha);

Domingo (28/10) – Barcelona x Real Madrid, pela Liga Espanhola (Camp Nou, Espanha);

Segunda (29/10) – Tottenham x Manchester City, pela Premier League (Tottenham Stadium, Inglaterra).

Entre as partidas, Jardine tenta conciliar visitas a treinos. Na última segunda-feira, por exemplo, ele esteve na atividade do Barcelona.

Nas suas redes sociais, Jardine registrou imagens com Philippe Coutinho e Arthur, volante revelado no Grêmio. O auxiliar, inclusive, treinou o jogador na base do Tricolor gaúcho e foi o responsável por trocar a posição do agora atleta do Barcelona: de segundo para primeiro volante.

Jardine tem o sonho de um dia virar treinador do time principal do São Paulo. O clube sabe do projeto futuro e investe na capacitação do profissional, mas não há pressa nem um prazo determinado para isso virar realidade.

O agora auxiliar chegou a treinar interinamente a equipe do Tricolor entre a saída de Dorival Júnior, hoje no Flamengo, e a contratação de Aguirre. Jardine comandou o time nas vitórias sobre RB Brasil (3 a 1, pelo Paulistão, no Morumbi) e CRB (3 a 0, pela Copa do Brasil, em Maceió).

Antes, em 2016, o auxiliar dirigiu a equipe contra o Santa Cruz (vitória por 2 a 1 no Recife) e Botafogo (derrota por 1 a 0 no Morumbi).

Jardine ganhou mais de 30 títulos na base da dupla Gre-Nal e está no São Paulo desde 2015. No Tricolor ele foi campeão da Libertadores, bicampeão da Copa do Brasil de forma invicta, bicampeão da Copa RS, Copa Ouro e Paulista.

O auxiliar é também responsável por facilitar a integração entre categoria de base e profissional. Hoje, Aguirre conta com jogadores revelados em Cotia no elenco: Lucas Perri, Araruna, Rodrigo Caio, Luan, Liziero, Igor Gomes, Antony, Shaylon, Brenner e Caique.

 

Fonte: Globo Esporte

Barcelona e Real Madrid também estariam monitorando Militão, diz jornal

O defensor Éder Militão já tem despertado o interesse de gigantes europeus após a sua recém-chegada ao Porto. Contratado na última janela de transferência, o atleta ex-São Paulo já está bem adaptado e suas atuações já chamaram as atenções de Barcelona e Real Madrid. As informações são do jornal português A Bola.

Apesar de ter atuado no Tricolor paulista como lateral-direito, Militão tem atuado na equipe portuguesa na posição de zagueiro, ao lado do também brasileiro Felipe. E apenas três partidas como titular dos Dragões já foram suficientes para se destacar e entrar na mira do Barça, do Real e do Everton, da Inglaterra.

Mas mesmo com o interesse de grandes times no jogador, a direção do Porto se mostra tranquila em relação a permanência do jogador. Militão tem contrato com o clube até junho de 2023 e uma multa rescisória no valor de 50 milhões de euros (R$ 233 milhões).

Militão foi contratado pelo Porto por quatro milhões de euros (R$ 18,6 milhões). A publicação portuguesa diz que o jogador, apesar da pouca idade, não teve problemas para se adaptar ao futebol europeu. O defensor recentemente também foi lembrado pelo técnico Tite, da Seleção Brasileira, esteve junto com o grupo nos amistosos contra Estados Unidos e El Salvador.

Quando o Tricolor vestiu azul e foi campeão sobre o Real Madrid

Há 49 anos, o Tricolor venceu o Real Madrid por 2 a 1, com gols de Benê e Babá, e sagrou-se campeão do Troféu Colombino, tradicional competição europeia de pré-temporada. O mais curioso, entretanto, foi que nessa partida o São Paulo atuou com um uniforme todo azul, emprestado por um time local.


O torneio, de “tiro-curto”, começou um dia antes, 23 de agosto, em Huelva, na Espanha. Na estreia (semifinal), o São Paulo venceu o Las Palmas por 3 a 2, com gols de Zé Roberto, Babá e Nelsinho. A decisão, na noite seguinte, se deu contra o time da capital espanhola, que na rodada inicial superou o Anderlecht, da Bélgica, por 2 a 1.

O Tricolor entrou em campo com camisa, calção e meias azuis. Ainda que se diga que foi uma homenagem ao Recreativo de Huelva, anfitrião do evento e clube de futebol mais antigo da Espanha, é mais provável que o São Paulo tenha atuado assim por ausência do segundo jogo de uniforme do clube, o listrado, visto que enfrentaria o Real Madrid, tradicionalmente de vestes brancas.

O jogo começou favorável aos adversários. Logo aos sete minutos da etapa inicial, o árbitro marcou um pênalti contra os são-paulinos. Gento mandou para as redes e abriu o placar. O Tricolor, de azul, contudo, não esmoreceu e partiu para o ataque, pressionando os espanhóis no campo de defesa destes. O resultado veio ainda no primeiro tempo, aos 32 minutos: rebatida da zaga e a bola sobrou para Benê, de fora da área, pegar o rebote e chutar forte e rasteiro para o gol, empatando o jogo.

Nos 45 minutos finais, só deu São Paulo. Aos 15 minutos, Paraná foi derrubado na grande área, em lance semelhante ao pênalti marcado no início da partida, mas o juiz, desta vez, nada anotou. Apesar de todas as investidas são-paulinas, o tento da virada só veio aos 41 minutos. Paraná, pela esquerda, cruzou para a área e Babá, que já havia perdido duas grandes oportunidades, cabeceou certeiro para o fundo do gol.

Nos acréscimos, o Tricolor ainda marcou o terceiro gol, com Téia, mas o árbitro havia “encerrado” o jogo momentos antes. Não importava: com o resultado, o São Paulo sagrou-se campeão do Troféu Colombino e recebeu um magnífico e famoso troféu: “A Caravela de Colombo”.


SÃO PAULO 2 X 1 REAL MADRID

24.08.1969. Troféu Colombino 1969 – Final
Huelva (Espanha), Estádio Huelva
Árbitro: Ortiz de Mendibil (Espanha)
Público: 25.000 pagantes

SPFC: Picasso; Cláudio Deodato, Jurandir, Roberto Dias e Édson Cegonha (Tenente); Nenê e Benê; Miruca, Nelsinho, Babá (Téia) e Paraná. Técnico: Diede Lameiro

Gols: Benê, 32/1; Babá (cabeça), 41/2

Rival: Antonio Betancort; Antonio Calpe (Gregório Benito), Pedro De Felipe e Manuel Sanchís; Sánchez Pirri (José Luis) e Ignacio Zoco; Fleitas, Amancio Varela, Ramón Grosso, Manuel Velázquez e Francisco Gento. Técnico: Miguel Muñoz Mozún

Gols: Francisco Gento (pênalti), 7/1

 

saopaulofc.net