São Paulo faz contas e traça meta de pontuação para ser campeão; confira

Nas entrevistas coletivas, o discurso dos jogadores e comissão técnica do ​São Paulo são unânimes: “pés no chão, pensar jogo a jogo, muito por caminhar”. Nos bastidores, no entanto, o grupo tricolor já apela pra matemática e faz as contas para estabelecer qual “teto” de pontuação garante o título brasileiro em 2018.

 

​​Como destaca o ​Globoesporte, dentro do clube, o “número mágico” comentado pelos atletas é de 77 pontos. Com base nos levantamentos estatísticos do reconhecido matemático Tristão Garcia, o título nacional é muito provável de ser assegurado até mesmo com 76 pontos: “Garantido contra qualquer coisa é entre 77 e 78. Mas com 76 a probabilidade é altíssima. Eu digo que com 76 vai dar”, afirmou.

BRUNO@brunodinizitaim

Dá pra ser campeão com 76 pontos. Mas eu acho que o Inter não ganha do São Paulo lá. O Flamengo em jogo grande não aguenta e o Cruzeiro é aquela velha freguesia.

A equipe que consegue emplacar média de dois pontos por jogo, ou seja, 66% de aproveitamento, costuma garantir o troféu ao final da competição. Tal estatística evidencia que o São Paulo está no caminho certo, já que chegou à 25ª rodada com exatos 50 pontos somados. O objetivo, agora, é manter o mesmo desempenho nas 13 rodadas seguintes.

Neste terço final de Brasileirão, o Tricolor Paulista terá sete compromissos em casa e seis fora de seus domínios. Confira a tabela completa de jogos que aguardam o atual líder:

​​​​​​Casa ​​Fora​
América-MG (22/09) Botafogo​ (30/09)
​Palmeiras (6/10) ​Internacional (14/10)
​Atlético-PR (20/10) ​Vitória (27/10)
​Flamengo (4/11) ​Corinthians (11/11)
​Grêmio (14/11) ​Vasco (21/11)
​Cruzeiro (18/11) ​Chapecoense (02/12)
​Sport (25/11)
Anúncios

Pela primeira vez desde 2014, Tricolor ganha quatro partidas consecutivas no Brasileirão

Fazia tempo que o São Paulo não conseguia quatro vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro. A última vez foi em 2014, ano em que o Tricolor terminou na vice-liderança da competição. Ao derrotar o Corinthians na noite deste sábado (21), o time dirigido por Diego Aguirre voltou a conseguir o feito. Antes o Tricolor havia superado Atlético-PR (1 a 0), na Arena da Baixada, Vitória (3 a 0), no Morumbi, e Flamengo (1 a 0), no Maracanã.


O momento do Tricolor é de muita confiança e o domínio do time sobre o Corinthians é a prova disso. No entanto, Diego Aguirre adotou cautela e evitou falar em favoritismo ao título. Com a vitória no Majestoso, o São Paulo chegou aos 29 pontos no Brasileirão e se manteve na cola do líder Flamengo.

“Isso é jogo a jogo. Hoje estamos bem, com equilíbrio. O trabalho foi importante na hora de recuperar a bola e defende. O time teve intenção de jogar sempre. Fizemos um jogo muito bom. Vamos jogo a jogo. Isso está começando”, ponderou o uruguaio.

O treinador uruguaio já pensa no próximo compromisso da equipe na competição, que será contra o Grêmio, em Porto Alegre.

“Tem muito campeonato pela frente. Então, a única que temos que pensar é que quinta-feira vamos a Porto Alegre jogar contra o Grêmio e tentar fazer nosso melhor futebol”, concluiu.

Equipe registra segundo melhor desempenho do clube na Era dos Pontos Corridos

Após a Copa do Mundo, o Tricolor retomou a disputa do Campeonato Brasileiro com um grande resultado no Maracanã e um novo registro histórico nesta trajetória da equipe de Diego Aguirre: com o triunfo sobre o Flamengo (1 x 0), o São Paulo atingiu a marca de 26 pontos em 13 rodadas, retrospecto que não era atingido na Era dos Pontos Corridos desde 2006.

A campanha do time é a segunda melhor do clube neste formato atual da competição nacional, superada apenas por 2006, quando a equipe somou 29 pontos neste período – com nove vitórias, dois empates e duas derrotas.

Na atual campanha, porém, os comandados do treinador uruguaio foram derrotados apenas uma vez em 13 jogos – feito inédito do Tricolor na Era dos Pontos Corridos, que foi implementado em 2003. Na briga pelo topo da tabela, o time são-paulino acumula sete triunfos, cinco empates e apenas um revés.

“Nossa equipe está evoluindo no momento certo. Tivemos um bom período de ajustes na intertemporada e retornamos bem. Acredito que estamos no caminho certo para ter um time competitivo neste segundo semestre. Da defesa ao ataque, todos estão comprometidos em busca de grandes resultados”, afirmou o volante Hudson.

Assim como o meio-campista, o zagueiro Anderson Martins também destacou o momento do Tricolor. “Conquistamos um resultado importante no Rio de Janeiro, diante do líder, e isso mostra que nosso time está focado e bem preparado para seguir adiante na temporada. Temos uma equipe competitiva e com disposição para evoluir ainda mais”, ressaltou.

Retrospecto do Tricolor até a 13ª rodada na ‘Era dos Pontos Corridos’:

2003 – 6º lugar, com 22 pontos – seis vitórias, quatro empates e três derrotas
2004 – 2º lugar, com 24 pontos – sete vitórias, três empates e três derrotas
2005 – 15º lugar, com 16 pontos – quatro vitórias, quatro empates e cinco derrotas
2006 – 1º lugar, com 29 pontos – nove vitórias, dois empates e duas derrotas
2007 – 2º lugar, 22 pontos – seis vitórias, quatro empates e três derrotas
2008 – 5º lugar, com 23 pontos – seis vitórias, cinco empates e duas derrotas
2009 – 14º lugar, com 15 pontos – três vitórias, seis empates e quatro derrotas
2010 – 12º lugar, com 16 pontos – quatro vitórias, quatro empates e cinco derrotas
2011 – 3º lugar, com 25 pontos – oito vitórias, um empate e quatro derrotas
2012 – 7º lugar, com 22 pontos – sete vitorias, um empate e cinco derrotas
2013 – 17º lugar, com 12 pontos – três vitórias, três empates e sete derrotas
2014 – 7º lugar, com 20 pontos – cinco vitórias, cinco empates e três derrotas
2015 – 5º lugar, com 24 pontos – sete vitórias, três empates e três derrotas
2016 – 10º lugar, com 18 pontos – cinco vitórias, três empates e três derrotas
2017 – 17º lugar, com 12 pontos – três vitórias, três empates e sete derrotas
2018 – 2º lugar, com 26 pontos – sete vitórias, cinco empates e uma derrota

 

saopaulofc.net

São Paulo é o primeiro clube a alcançar 1.000 pontos no Brasileirão

Depois de vencer o Vitória, no Morumbi, e garantir a permanência no G4 do Campeonato Brasileiro durante a realização da Copa do Mundo, o São Paulo alcançou a história marca de 1.000 pontos ganhos na era dos pontos corridos, iniciada em 2003 no futebol nacional. É o primeiro clube do país com uma pontuação de quatro dígitos.


Para chegar no expressivo número, o Tricolor entrou em campo em 602 oportunidades. Ao todo, foram 282 vitórias, 154 empates e 166 derrotas, o que lhe garante 55,3% de aproveitamento dos pontos disputados na Série A do Brasileirão durante as últimas 16 temporadas.

O São Paulo é um dos quatro clubes, ao lado de Cruzeiro, Flamengo e Santos, que nunca foram rebaixados e, consequentemente, disputaram todas as edições da era dos pontos corridos.

No período, a equipe do Morumbi levou para casa três edições do Brasileirão (2006, 2007 e 2008) e em outras seis oportunidades (2003, 2004, 2009, 2012, 2014 e 2015) terminou o campeonato no G4, o que lhe garantiu uma vaga na Copa Libertadores do ano seguinte.

Na cola do Tricolor aparece o Cruzeiro, outro tricampeão (2003, 2013 e 2014 dos pontos corridos), com 958 pontos ganhos. Na sequência, o Santos – campeão em 2004 – tem 929. O Corinthians é o quarto colocado, com 900. Embora o Timão seja o maior campeão dos pontos corridos com quatro títulos (2005, 2011, 2015 e 2017), a equipe foi rebaixada em 2007 e não disputou o Brasileirão do ano seguinte na elite.

As campanhas do São Paulo no Brasileirão de pontos corridos:

2003 – 78 pontos – 3º colocado
2004 – 82 pontos – 3º colocado
2005 – 58 pontos – 11º colocado
2006 – 78 pontos – campeão
2007 – 77 pontos – campeão
2008 – 75 pontos – campeão
2009 – 65 pontos – 3º colocado
2010 – 55 pontos – 9º colocado
2011 – 59 pontos – 6º colocado
2012 – 66 pontos – 4º colocado
2013 – 50 pontos – 9º colocado
2014 – 70 pontos – 2º colocado
2015 – 62 pontos – 4º colocado
2016 – 52 pontos – 10º colocado
2017 – 50 pontos – 13º colocado
2018 – 23 pontos

 

Fonte: Lance