R$ 350 milhões: David Neres pode ter destino surpreendente nesta janela

Destaque do Ajax na temporada passada, David Neres entrou na mira dos principais clubes da Europa. No entanto, ele pode ser negociado para um mercado alternativo nesta janela de verão.

Segundo a Sky Sports, o destino do aleta por ser o futebol chinês. A publicação não revelou o clube, mas admitiu que o Ajax pode receber ofertar de até 80 milhões de euros, algo em torno de R$ 350 milhões, muito acima do preço de mercado.

O site Transfermarkt, especializado em avaliar o preço dos atletas, diz que David Neres está muito valorizado após a temporada. O preço de mercado do meia-atacante é de 45 milhões de euros, algo em torno de R$ 195 milhões.

Atualmente com a Seleção Brasileira para a disputa da Copa América, Neres foi titular na vitória por 3 a 0 sobre a Bolívia, na última sexta, pela abertura da competição.

 

Fonte: Fox Sports

Anúncios

Janela de transferências deve atrasar reformulação do elenco do São Paulo

Cuca foi repreendido por Raí, diretor executivo de futebol, ao falar que jogadores já sabem que sairão do São Paulo e o técnico pediu desculpas publicamente, em entrevista coletiva. Mas o elenco passará por reformulação, como a diretoria planeja desde a eliminação em fase preliminar da Libertadores. O que interfere e deve até atrasar o processo é a janela de transferências para o exterior, na metade da temporada.

O Tricolor deve dar pouco mais de uma semana de folga ao elenco depois do último jogo antes da parada das competições por conta da Copa América, contra o Atlético-MG, no dia 13, em Belo Horizonte. O retorno será na última semana de junho, provavelmente, ainda sem os clubes das principais ligas do exterior podendo contratar ninguém.

LEIA TAMBÉM: Treino do São Paulo tem reunião entre Cuca, Raí, Leco e conversa com o elenco

O mercado europeu estará aberto para transferências entre julho e agosto. Esse calendário pode fazer com que jogadores que estão entre os que devem sair do São Paulo sigam com vínculo ainda depois do retorno do Campeonato Brasileiro após a Copa América – o primeiro compromisso é contra o Palmeiras, em 14 de julho, com mando tricolor.

Os dirigentes já pensam em como lidar com essa situação. Não está descartado, por exemplo, que alguns atletas sejam afastados e treinem em horários alternativos aos trabalhos que Cuca comandará com o elenco que será mais utilizado. A solução de cada um dos casos está em pauta nas recentes reuniões envolvendo o técnico e a diretoria, principalmente Raí.

A reformulação prevista também afeta diretamente as três rodadas que restam no Brasileiro antes da Copa América. O regulamento da competição permite que um atleta atue por outro clube somente se tiver jogado, no máximo, seis vezes na Série A pelo time de origem. Assim, Cuca pode abrir mão já de alguns que não seguirão no São Paulo, mesmo se não houver anúncio oficial. Tudo para não complicar nenhuma negociação com outras equipes do país.

A saída de alguns jogadores é fundamental para a chegada de reforços. O São Paulo segue em busca de uma adequação financeira porque não contava com a eliminação tão cedo na Libertadores e nem mesmo na Copa do Brasil (caiu nas oitavas de final, primeira fase que disputou). Ao mesmo tempo, só é permitida a inscrição de atletas vindos do exterior até 20 de julho.

O cenário pede agilidade e habilidade de negociação, como acertar uma transferência para aliviar a folha salarial antes mesmo de um jogador já poder atuar pelo novo clube do exterior. Esse foi um dos motivos da bronca de Raí a Cuca. Qualquer detalhe pode tornar a situação ainda mais complicada.

 

Fonte: Lance

Veja quais são os cinco clubes que mais gastaram nessa janela de transferências

O Flamengo se tornou nesta quarta-feira o clube que mais investiu em reforços no Brasil para 2019, ultrapassando o Palmeiras. O Blog fez um levantamento envolvendo todos os integrantes da Série A e apresenta aqui os cinco que mais gastaram até agora, pela ordem: Flamengo, Palmeiras, São Paulo, Corinthians e Atlético-MG. Destes, somente o Corinthians não disputará a Libertadores.

O curioso é que o Flamengo se tornou o dono do maior investimento com apenas duas contratações: Arrascaeta e Rodrigo Caio. O meia uruguaio chega por € 15 milhões (R$ 63,7 milhões), enquanto Rodrigo Caio por € 5 milhões (R$ 21,3 milhões). No total, o Fla já desembolsou R$ 85 milhões. Vale lembrar que Gabigol ficará na Gávea por empréstimo, sem custos.

Depois, aparece o Palmeiras, com cinco reforços, que custaram R$ 62,5 milhões. São eles Carlos Eduardo (ex-Pyramids), Zé Rafael (ex-Bahia), Matheus Fernandes (ex-Botafogo), Arthur Cabral (ex-Ceará) e Felipe Pires (ex-Austria Viena). Nenhum integrante do quinteto chega com status de titular, mas dá para perceber a preocupação do Verdão em ter um elenco para o futuro, já que os reforços são bem jovens.

O São Paulo é o terceiro que mais gastou, com R$ 45,2 milhões. Mais da metade foi colocado na contratação de Pablo, adquirido do Athletico Paranaense por R$ 25,2 milhões. Os demais são Hernanes (Hebei China Fortune), Léo Pelé (Bahia), Tiago Volpi (Querétaro), Igor Vinícius (Ponte Preta), Biro Biro (Shanghai Shenxin) e Willian Farias (Vitória).

O Corinthians, quarto do ranking, tem sete caras novas, mas gastou em apenas três delas: Sornoza e Richard (do Fluminense) e André Luís (do Cianorte, embora estivesse jogando na Ponte). Ramiro (Grêmio), Boselli (Leon), Michel Macedo (Las Palmas) e Gustavo Mosquito (Coritiba) não tiveram custos.

Já o Atlético-MG, que assim como o São Paulo disputará a pré-Libertadores, foi o quinto que mais gastou principalmente por causa do zagueiro Igor Rabello. A transferência custou R$ 13 milhões, além do repasse do também zagueiro Gabriel. O zagueiro Réver, ex-Flamengo, e o lateral-direito Guga, do Avaí, completam a lista de novidades.

OS CINCO TIMES QUE MAIS GASTARAM PARA 2019

1º FLAMENGO: R$ 85 milhões
– Arrascaeta: R$ 63,7 milhões
– Rodrigo Caio: R$ 21,3 milhões
– Gabigol: R$ 0 (empréstimo)

2º PALMEIRAS: R$ 62,5 milhões 
– Carlos Eduardo: R$ 23,9 milhões
– Zé Rafael: R$ 17 milhões
– Matheus Fernandes: R$ 14,9 milhões
– Arthur Cabral: R$ 5 milhões
– Felipe Pires: R$ 1,7 milhão

3º SÃO PAULO: R$ 45,2 milhões
– Pablo: R$ 25,5 milhões
– Hernanes: R$ 12,7 milhões
– Léo Pelé: R$ 3 milhões
– Tiago Volpi: R$ 1,8 milhão (empréstimo)
– Igor Vinícius: R$ 300 mil (empréstimo)
– Biro Biro: R$ 0
– Willian Farias: R$ 0

4º CORINTHIANS: R$ 20,8 milhões
– Sornoza: R$ 11 milhões
– Richard: R$ 8 milhões
– André Luís: R$ 1,8 milhão
– Ramiro*: R$ 0
– Boselli: R$ 0
– Michel Macedo: R$ 0
– Gustavo Mosquito: R$ 0

5º ATLÉTICO-MG: R$ 13,5 milhões
– Igor Rabello: R$ 13 milhões
– Réver: R$ 500 mil
– Guga: valor não revelado

* o Corinthians terá de pagar € 3 milhões a Giuliano Bertolucci quando vender Ramiro

 

Fonte: Blog do Jorge Nicola

Saiba quanto o São Paulo tem para gastar na janela

Apesar de ser um dos reforços mais caros do Tricolor, o atacante Pablo não comprometerá muito no orçamento para 2019. Sabemos que o São Paulo tem R$ 50 milhões para contratar reforços. A negociação na compra do atacante, ficou em R$ 26 milhões e no próximo ano, o Tricolor só terá de gastar aproximadamente R$ 9 milhões.

Este valor será parcelado: em Janeiro e Julho de 2019, 2020 e 2021 com o valor de 1 milhão de Euros (totalizando 6 milhões de Euros), equivalendo os R$ 26 milhões. Lembrando que também, o São Paulo irá pagar 1 milhão de Euros ao Athletico-PR por bônus e metas alcançadas pelo Pablo.

Com isso, restam pouco mais de R$ 41 milhões para o São Paulo gastar em outros reforços.

Saiba quanto o São Paulo tem para gastar na janela

Apesar de ser um dos reforços mais caros do Tricolor, o atacante Pablo não comprometerá muito no orçamento para 2019. Sabemos que o São Paulo tem R$ 50 milhões para contratar reforços. A negociação na compra do atacante, ficou em R$ 26 milhões e no próximo ano, o Tricolor só terá de gastar aproximadamente R$ 9 milhões.

Este valor será parcelado: em Janeiro e Julho de 2019, 2020 e 2021 com o valor de 1 milhão de Euros (totalizando 6 milhões de Euros), equivalendo os R$ 26 milhões. Lembrando que também, o São Paulo irá pagar 1 milhão de Euros ao Athletico-PR por bônus e metas alcançadas pelo Pablo.

Com isso, restam pouco mais de R$ 41 milhões para o São Paulo gastar em outros reforços.

São Paulo não pretende vender zagueiro nesta janela

Em meio a especulações ligando seu nome a clubes do exterior, Rodrigo Caio, aparentemente, não deverá deixar o São Paulo nesta janela de transferências. Ainda se recuperando de cirurgia para reparar uma instabilidade ligamentar no pé esquerdo, o zagueiro revelado pelo Tricolor tem grandes chances de seguir no clube, que não planeja se desfazer de mais ninguém após perder atletas importantes, como Petros e Marcos Guilherme.


“Estamos aí para conversar, mas uma coisa que queria falar sobre o Rodrigo Caio é que ele pertence ao São Paulo, foi criado no São Paulo e se não tiver que sair, não vai sair. É um jogador técnico, que eu conheço, gosto desse jogador. Vamos ajudá-lo da melhor maneira possível”, afirmou o coordenador de futebol do São Paulo, Ricardo Rocha.

Campeão olímpico no Rio de Janeiro, em 2016, e presente em algumas convocações do técnico Tite para defender a Seleção Brasileira principal, Rodrigo Caio fez seu último jogo pelo São Paulo no último dia 22 de abril, no empate em 0 a 0 com o Ceará, em Fortaleza, pela segunda rodada do Brasileirão.

De lá para cá, o zagueiro passou por cirurgia e trabalhou em dois períodos no Reffis para se recuperar completamente. Agora, Rodrigo Caio segue fazendo sua transição para o campo visando seu retorno aos gramados, onde não terá vida fácil para reassumir a titularidade, uma vez que os outros três defensores tricolores, Bruno Alves, Arboleda e Anderson Martins, vivem excelente fase.


“O Rodrigo Caio pertence ao São Paulo, tem contrato com o São Paulo. Se vier uma proposta boa para o São Paulo, para o jogador, vamos conversar. Conversando com o Raí, disse que não podemos descartar ninguém, temos que resgatar todos os jogadores que pertencem ao São Paulo”, completou Ricardo Rocha.