De virada, São Paulo conquista vitória sobre a Ferroviária

Não foi da maneira esperada, mas o São Paulo conquistou mais uma vitória pelo Campeonato Paulista. Nesta quarta-feira, o Tricolor venceu – de virada – a Ferroviária por 2 a 1, em Araraquara, pela terceira rodada da competição. Felipe Ferreira abriu o placar para os donos de casa, mas a equipe do Morumbi conseguiu a recuperação, com gols de Hernanes e Arboleda. Vale ressaltar que os visitantes tiveram o controle maior da partida, porém não foi capaz de ampliar o resultado.

Com o resultado, a equipe comandada por Fernando Diniz assume a liderança do Grupo C, com sete pontos. Por sua vez, o time de Sérgio Soares amarga a última posição do grupo D, com apenas um somado. Agora, o São Paulo só entra em campo na segunda-feira, quando enfrenta o Novorizontino, às 20h, no Morumbi. Já a Ferroviária joga contra o Oeste, às 16h30, na Arena Barueri.


QUEM NÃO FAZ, LEVA…
Foi o São Paulo que começou melhor, ficando mais perto da área. Contudo, a inspiração de Alexandre Pato, que teve as melhores oportunidades, não eram grandes. E muito pelo contrário: com muitos erros. Além disso, ao estilo de Diniz, a posse de bola é uma das armas do time tricolor. No entanto, os contra-ataques da Ferroviária eram perigosos e precisavam de atenção. Porém, um deles a marcação falhou, e Felipe Ferreira empurrou para o fundo da rede.

AÇÃO E REAÇÃO
A lei da física proporcionada por Newton é um bom exemplo para o segundo gol do Tricolor. Após a Locomotiva abrir o placar, o Tricolor não se intimidou e aumentou o seu ritmo dentro de campo. Logo em seguida, Hernanes recebeu a bola na intermediária, cortou duas vezes para a esquerda e chutou forte de esquerda. A bola ainda pingou no “montinho artilheiro” para ajudar o volante. Depois, as equipes diminuíram o ritmo.

GARANTIU OS TRÊS PONTOS
Não demorou muito para o São Paulo tomar a frente no marcador. Valorizando a posse de bola, a equipe da capital paulista buscou chegar ao ataque constantemente. E, logo aos 4 minutos, Bruno Alves cabeceou, o goleiro Saulo deu o rebote e Arboleda estufou a rede. O zagueiro pode ter tido retomado a confiança do torcedor com este gol. Depois da virada, o Tricolor teve poucas chances, assim como a Ferrinha, que abusou dos contra-ataques, mas faltou eficiência na conclusão das jogadas. A vitória foi tricolor.

FICHA TÉCNICA
FERROVIÁRIA 1×2 SÃO PAULO

Local: Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Data-Hora: 28/1/2020, às 21h30
Árbitro: Ilbert Estevam da Silva – Nota LANCE!: 6,5 (não influenciou no resultado e foi bem nas marcações)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Alberto Poletto Masseira
Gramado: Regular
Público/Renda: 10.940 total / R$ 511.210,00
Cartão Amarelo:
Cartão Vermelho: –

GOLS: Felipe Ferreira, 26’/1ºT (1-0); Hernanes, 29’/1ºT (1-1); Arboleda, 4’/2ºT (1-2);

FERROVIÁRIA
Saulo; Lucas Mendes, Rayan, Carlão e Bruno Recife; Pablo, Tony, Claudinho (Yuri; 19’/2ºT), Felipe Ferreira; Felipe Mateus (Léo Artur; 35’/2ºT) e Henan (Hygor; 9’/2ºT). Técnico: Sérgio Soares.

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves, Reinaldo; Tchê Tchê (Luan; 41’/2ºT), Dani Alves, Hernanes; Vitor Bueno (Toró; 33’/2ºT), Alexandre Pato (Everton; 25’/2ºT) e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

Lance

Ferroviária x São Paulo: prováveis times, onde ver e desfalques

Nesta quarta-feira, às 21h30, pela terceira rodada do Paulistão-2020, Ferroviária e São Paulo se enfrentam na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara, de olho em uma vitória após passarem o final de semana em branco. O Tricolor terá mudanças em relação o time que jogou o clássico.

Enquanto o time da casa foi derrotado pelo Santo André por 2 a 1, os visitantes empataram em 0 a 0 com o Palmeiras. Ambos buscam o triunfo para seguirem com suas campanhas no estadual. Por conta do desgaste do início de temporada, a comissão técnica são-paulina deve poupar jogadores.

Os candidatos a ficarem no banco nesta quarta são Bruno Alves, Juanfran e Hernanes. Além deles, Helinho, que sofreu uma pancada no clássico, está fora do duelo. Anderson Martins, Igor Vinícius, Liziero e Alexandre Pato tendem a ganhar uma chance com a abertura dessas vagas na terceira rodada.

Veja todas as informações sobre a partida:

FERROVIÁRIA x SÃO PAULO

Local: Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Data/Horário: 28/1/2020, às 21h30
Árbitro: Ilbert Estevam da Silva
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Alberto Poletto Masseira
Onde acompanhar: Premiere e em tempo real no site do LANCE!

FERROVIÁRIA

Saulo; Lucas Mendes, Rayan, Max (Carlão) e Euller (Bruno Recife); Higor Meritão, Tony, Felipe Ferreira e Hygor; Léo Artur e Henan. Técnico: Sérgio Soares.

Desfalques: –

SÃO PAULO

Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Tchê Tchê, Liziero (Everton) e Daniel Alves; Alexandre Pato (Everton), Vitor Bueno e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

Desfalques: Antony e Igor Gomes (Seleção Olímpica), Helinho, Walce, Gabriel Sara e Rojas (machucados)

Lance

São Paulo empata com Ferroviária e perde chance de embalar antes do clássico

O São Paulo ficou apenas no empate por 1 a 1 com a Ferroviária na noite de hoje (9), no Estádio do Pacaembu, e desperdiçou a chance de embalar no Campeonato Paulista. Léo Artur abriu o placar para os visitantes com um golaço, e a equipe de Vagner Mancini empatou por meio do talento de Hernanes.

A equipe do interior começou em cima, abriu o placar e obrigou o comandante são-paulino mexer no time e trocar a formação ainda no primeiro. O Tricolor aos poucos foi se organizando e encontrou o empate no começo da etapa final, quando dominou o adversário. A trave, mais de uma vez, e a falta de sorte impediram a virada.

Desta forma, o São Paulo vai aos 14 pontos e iguala o Ituano no grupo D, que venceu na rodada e assegura a liderança por ter maior saldo de gols (5 a 4). Na próxima rodada, no mesmo Pacaembu, o Tricolor recebe o rival Palmeiras. Apesar da mudança no local, a partida permanece no sábado (16), às 16h30 (de Brasília).

O MELHOR: HERNANES COMANDA SÃO PAULO NO 2º TEMPO

O segundo tempo foi bem mais animador. A equipe do Morumbi controlou as ações e teve mais de uma chance de virar a partida. Muito desse mérito precisa ser dado a Hernanes, que fez um gol no puro talento e comandou as ações ofensivas. Além disso, foi o responsável pelas bolas paradas. Em uma delas, já perto do fim, o zagueiro da Ferroviária tentou desviar e acertou a própria trave.

O PIOR: BRUNO ALVES LEVA BOLA NAS COSTAS

O zagueiro do São Paulo viu a Ferroviária construir o gol nas suas costas. O lançamento que encontrou Diego pegou Bruno Alves desprevinido. Como se não bastasse, Alves precisou parar contra-ataque no segundo tempo e recebeu o cartão amarelo que o tira da partida contra o Palmeiras. Quem também não foi bem Pablo, que teve noite apagada.

 

Fonte: UOL

São Paulo encara Ferroviária para consolidar reação no Paulista

A partir das 21 horas (de Brasília) deste sábado, em um duelo entre duas equipes que buscam encaminhar sua classificação, o São Paulo enfrenta a Ferroviária pela 10ª rodada do Campeonato Paulista, no estádio do Pacaembu.

Após findar um jejum de três jogos no Estadual ao derrotar o Bragantino por 2 a 0 no último domingo, o Tricolor reassumiu a liderança no Grupo D, com 13 pontos, mas perdeu o posto para o Ituano, que venceu o Guarani nessa sexta-feira e chegou aos 14. Por outro lado, o Oeste, outro concorrente direto pela classificação, foi derrotado pelo Red Bull e caiu para a terceira colocação, estacionando nos 12 pontos. Assim, os comandados de Vagner Mancini entram em campo sem a ponta, mas com o segundo lugar garantido independente do resultado que obterem.

Com a pressão amenizada, o São Paulo tentará enfim engrenar na competição. “Tivemos uma sequência de jogos sem vencer, mas graças a Deus conseguimos um triunfo e com ele uma tranquilidade para encarar o jogo seguinte”, disse Arboleda, que minimiza o fato de a equipe ter de mandar o duelo no Pacaembu, visto que o Morumbi está em reparos após o temporal do último sábado.

A gente sabe o que tem que fazer, seja o campo que for. Sabemos que temos de jogar bem se quisermos conseguir um triunfo. Estamos preparados para jogar no campo que for. Esperamos conseguir os três pontos para dar tranquilidade”, projetou o zagueiro.

Para essa partida, o Tricolor tem uma série de desfalques. Com problemas físicos, Nenê, Liziero, Everton, Reinaldo, Jonatan Gomez e Biro Biro seguem fora. Já Diego Souza e Araruna, negociados com Botafogo e Fortaleza, respectivamente, não jogam mais pelo São Paulo.

Em compensação, Hudson e Brenner, livre de lesões, voltam a ficar à disposição, assim como Gonzalo Carneiro, que cumpriu suspensão contra o Bragantino. A tendência, contudo, é que Mancini repita a escalação do time pela primeira vez no ano, com Luan e Hernanes no meio-campo, e Pablo no comando do ataque ao lado de Antony e Helinho.

Do outro lado, a Ferroviária busca se manter firme na briga por uma vaga nas quartas de final. Na última rodada, o time de Araraquara empatou com o Guarani em Campinas e se consolidou como vice-líder do Grupo C, com 13 pontos, apenas um a menos que o Corinthians.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X FERROVIÁRIA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 9 de março de 2019 (sábado)
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Lucas Canetto Bellote
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Leandro Matos Feitosa

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Arboleda, Anderson Martins e Bruno Alves; Igor Vinícius, Luan, Hernanes e Léo; Antony, Pablo e Helinho
Técnico: Vagner Mancini (interino)

FERROVIÁRIA: Tadeu; Diogo Mateus, Rayan, Rodrigão e Arthur Henrique; Anderson Uchoa, Tony, Léo Artur, Felipe Ferreira e Diego; Lúcio Flávio
Técnico: Vinícius Munhoz

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Nenê volta a desfalcar treino do São Paulo e não enfrenta a Ferroviária

Nenê voltou a desfalcar o São Paulo no treino desta sexta-feira e não enfrentará a Ferroviária neste sábado, às 21 horas (de Brasília), no Pacaembu, em duelo válido pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. O meia sofreu uma pancada de Igor Gomes no joelho esquerdo durante a atividade da última terça-feira.

Nesta tarde, Nenê ficou em tratamento na parte interna do CT da Barra Funda, enquanto o técnico interino Vagner Mancini dirigia em campo a última atividade antes da partida. O joelho do veterano já desinchou, mas não o suficiente para o departamento médico liberá-lo para a comissão técnica.

Atualmente reserva no São Paulo, Nenê está na mira do Fluminense. A negociação, no entanto, só terá um desfecho positivo se o clube carioca bancar os vencimentos do jogador de forma integral, ou se incluir o atacante Marquinhos Calazans na transação. O Tricolor paulista, que já emprestou Diego Souza ao Botafogo, tenta aliviar sua folha salarial e mudar o perfil do elenco.

LEIA TAMBÉM: Fora dos planos do São Paulo, Diego Souza é anunciado no Botafogo

Com problemas físicos, Liziero (trauma no tornozelo direito e dores no púbis), Reinaldo (estiramento no reto femoral esquerdo), Everton (estiramento na coxa esquerda), Biro Biro (estiramento no adutor direito) e Jonatan Gómez (amigdalite) também trabalharam no Reffis e estão fora do jogo.

Em compensação, Hudson e Brenner voltam a ficar à disposição. O volante ficou de fora dos duelos com Red Bull Brasil e Bragantino por causa de uma concussão, enquanto o atacante desfalcou a equipe nas últimas oito partidas. Já Gonzalo Carneiro, livre de suspensão, também reforça o elenco.

Como a imprensa pôde acompanhar apenas o aquecimento dos atletas, não é possível cravar o time titular para o confronto com a Ferroviária. Mas a tendência é que Mancini repita a escalação da vitória sobre o Bragantino.

A provável formação do São Paulo é a seguinte: Tiago Volpi; Arboleda, Anderson Martins e Bruno Alves; Igor Vinícius, Luan, Hernanes e Léo; Antony, Pablo e Helinho.

Líder do Grupo D do Paulistão, com 13 pontos, o Tricolor terá pela frente um time que também tenta encaminhar a classificação para as quartas de final. Com a mesma pontuação, a Ferroviária ocupa o segundo lugar do Grupo C, atrás só do Corinthians.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

São Paulo pode ter duas boas notícias para jogo contra a Ferroviária

A vitória por 2 a 0 diante do Bragantino, na tarde deste domingo (3), em Bragança Paulista, não apenas colocou ?o São Paulo na liderança de seu grupo no Campeonato Paulista como também fez com que o elenco tivesse uma semana de treinamentos mais calma, treinos esses que, nesta terça-feira (5), devem ganhar duas novidades vindas do Departamento Médico.

Um dos jogadores que podem retornar às atividades junto aos demais é o volante Hudson. Na semana retrasada, ele sofreu uma concussão após levar uma bolada e bater com a cabeça no chão. Nos últimos dias, Hudson treinou no campo, tendo mostrado um estágio superior aos demais atletas que estão entregues ao DM.

Outro que também demostrou essa evolução foi Brenner, que se recupera de uma lesão na coxa esquerda. Assim como o volante, o jogador também já apareceu no campo para treinar e a tendência é que ele já se junte ao grupo nesta terça e inicie os trabalhos visando a partida do final de semana, diante da Ferroviária, no estádio do Pacaembu.

Marcelo Hazan

@Marcelo_Hazan

Hudson veio ao campo. Está em recuperação após levar uma bolada e bater a cabeça no chão durante um treino. Volante treina separado com Araruna, Liziero e Brenner. Ele tem menos chances de jogar contra o Bragantino

Veja outros Tweets de Marcelo Hazan

Apesar dessas duas voltas, o Departamento Médico do Tricolor ainda segue bem povoado. Reinaldo, com estiramento no reto femoral esquerdo, Everton, que sofreu um estiramento na coxa esquerda e Biro Biro, com estiramento no reto femoral direito, além de João Rojas, que se recupera de uma cirurgia no joelho direito feita no final do ano passado, ainda vão demorar mais um tempo para serem liberados.

 

Fonte: 90min

São Paulo muda local de jogo contra Ferroviária depois de alagamento no Morumbi

O São Paulo modificou o local do jogo contra a Ferroviária marcado para o próximo sábado (9) depois do alagamento da sede social do clube. O duelo válido pela 10ª rodada do Campeonato Paulista aconteceria no Morumbi e ocorrerá no Pacaembu.

A sede social são-paulina ficou alagada após as fortes chuvas que caíram ontem à tarde na capital paulista. O clube emitiu uma nota oficial horas depois para informar que o local ficaria fechado por tempo indeterminado.

No começo da tarde de hoje, o São Paulo voltou a falar sobre os estragos. Segundo o clube, os trabalhos na sede começaram logo nas primeiras horas do dia. A equipe tricolor entra em campo na tarde de hoje para enfrentar o Bragantino. O jogo será em Bragança Paulista.

Confira a nota na íntegra

As fortes chuvas que caíram na região do Morumbi no último sábado (2) causaram danos ao complexo social do São Paulo Futebol Clube, que está interditado por tempo indeterminado. Desde as primeiras horas da manhã, colaboradores estão trabalhando intensamente para identificar os locais atingidos e começarem o trabalho de retirada da água.

O clube ainda está avaliando as áreas afetadas e o grau dos danos. No complexo social, as quadras de tênis, piscinas e área administrativa estiveram entre os locais mais afetados e já contam com a ação de um mutirão de limpeza e avaliações de peritos. No Estádio, a área de imprensa e alguns cessionários também sofreram danos.

O São Paulo também orienta a todos os associados e moradores da região do Morumbi que tiveram contato com as áreas alagadas que procurem atendimento em postos de saúde ou hospitais, por precaução.

 

Fonte: UOL

São Paulo vence Ferroviária e está nas oitavas da Copa SP

Jogando contra os donos da casa, o São Paulo encarou a Ferroviária, na noite deste domingo, dia 13 de janeiro, pela terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com bom público na Arena da Fonte Luminosa, o Tricolor fez 2 a 0, ainda no primeiro tempo, com gols de Gabriel Novaes e Fabinho, garantindo a vaga nas oitavas, contra o Mirassol.

As duas equipes já haviam se enfrentado uma vez nesta edição do torneio, ainda pela fase de grupos. Em bom jogo, o Tricolor esteve na frente por duas vezes, com golaços de Fabinho e Rodrigo Nestor, mas cedeu o empate nos minutos finais. Desta vez, valendo vaga nas oitavas de final, o jogo foi ainda mais brigado.

Sem poder contar com o zagueiro Morato, suspenso pelo segundo cartão amarelo, e Gabriel Sara, que foi cortado da competição por lesão no posterior da coxa esquerda, o técnico Orlando Ribeiro escalou o São Paulo com Thiago Couto, Caio, Tuta, Fasson e Welington; Diego, Rodrigo Nestor e Paulinho; Antony, Gabriel Novaes e Fabinho.

Desde o início, o São Paulo pressionava no ataque. Aos 8 minutos, após cobrança rápida de falta feita por Welington, Gabriel Novaes fez de cabeça e saiu para a torcida, comemorando seu oitavo gol na competição.

Fabinho e Rodrigo Nestor arriscavam de longe e faziam o goleiro Guilherme trabalhar. Aos 20 minutos foi a vez de Gabriel Novaes servir o companheiro. O camisa 9 invadiu área e tocou para Fabinho fazer 2 a 0. Aos 23 minutos, Novaes chocou-se de cabeça com o marcador e teve que deixar a partida, entrando Vitinho. No intervalo, o atacante recebeu pontos na cabeça.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o técnico da Ferroviária foi expulso por reclamações, e o segundo tempo já começou quente. Com chances de gol dos dois lados e faltas mais pesadas. Aos 16 minutos, Orlando Ribeiro optou por tirar Antony e Paulinho, colocando Danilo e Cássio. Três minutos depois, Diego foi expulso, deixando o Tricolor com um a menos. Com o novo cenário, Orlando colocou Weverson, Sena e Marcos Jr, saindo Rodrigo Nestor, Welington e Fabinho, nas últimas três substituições.

Com bom público presente, pressionando o tempo todo para os dois lados, a partida ganhava tons ainda mais dramáticos, mesmo com a vantagem Tricolor de dois gols no placar. Aos 38 minutos, por falta dura em Vitinho, o volante da Ferroviária também deixou o jogo mais cedo, 10 contra 10. Para tentar segurar os ânimos, o árbitro distribuiu cartões amarelos: Weverson, Sena e Marcos Jr.

O São Paulo encara agora o Mirassol, pelas oitavas de final da competição. Jogando na tarde deste domingo, o time do interior paulista bateu o Athletico Paranaense nos pênaltis. O jogo acontecerá em Araraquara, na Arena da Fonte Luminosa, na terça-feira, dia 15, ainda com horário indefinido.

São Paulo: Thiago Couto, Caio, Tuta, Fasson e Welington (Sena); Diego, Rodrigo Nestor (Weverson) e Paulinho (Danilo); Antony (Cássio), Gabriel Novaes (Vitinho) e Fabinho (Marcos Jr).
Técnico: Orlando Ribeiro

 

Fonte: saopaulofc.net

Valendo vaga nas oitavas da Copinha, São Paulo e Ferroviária se reencontram

São Paulo e Ferroviária se reencontrarão na noite deste domingo, dia 13 de janeiro, pela Copa São Paulo de Futebol Júnior, quatro dias após terem empatado em 2 a 2, ainda pela primeira fase. O estádio é o mesmo, a Arena da Fonte Luminosa, que deverá mais uma vez estar cheia, dividida entre torcedores dos dois lados, mas o cenário completamente diferente, sendo agora um jogo eliminatório.

No dia 9 de janeiro, ainda pela primeira fase da Copinha, o Tricolor e a Ferroviária já estavam classificadas para a fase seguinte, mas decidiriam quem ficaria em primeiro lugar no Grupo 7. Após ficar na frente duas vezes no placar, com golaços de Fabinho e Rodrigo Nestor, o São Paulo cedeu o empate nos minutos finais do primeiro e segundo tempo.

Na segunda fase, o São Paulo encarou o Rio Claro, em Araraquara, vencendo por 3 a 0, enquanto a Ferroviária foi para Rio Claro encarar o Velo Clube. Após empate no tempo regulamentar, 2 a 2, o time grená venceu nos pênaltis por 4 a 2, reeditando o encontro entre as equipes do Grupo 7.

Se naquela ocasião o jogo valia apenas a liderança, dessa vez, só uma equipe seguirá no torneio, para às oitavas de final, o que gera maior seriedade e pressão na partida. “Acredito que será um bom jogo, bastante disputado. A rivalidade deixamos para fora de campo, dentro dele, faremos de tudo por um bom espetáculo”, disse o técnico Orlando Ribeiro.

Na avaliação do comandante, o jogo diante da Ferroviária, até o momento, foi o melhor dos são-paulinos. Não tendo tempo para treinar entre as partidas, Orlando Ribeiro apresentou vídeos do São Paulo e do adversário para simular situações e preparar o time para essa decisão.

“Temos que prestar atenção em mais alguns detalhes, lances específicos, mas controlamos bem o jogo contra a Ferroviária no primeiro encontro, então serão detalhes para conquistarmos nossos objetivos”, ponderou.

Para o duelo, que acontece neste domingo, dia 13, às 21h45, com transmissão Sportv e tem entrada gratuita na Arena da Fonte Luminosa, o São Paulo não poderá contar com o zagueiro Morato, suspenso pelo segundo cartão amarelo. Além dele, como já vinha acontecendo nos dois últimos jogos, o Tricolor não terá seu camisa 10, Gabriel Sara, que retornou para a capital para tratar um estiramento no posterior da coxa esquerda.

 

Fonte: saopaulofc.net

Gabriel Novaes brilha, São Paulo vence Rio Claro e reencontrará Ferroviária

O São Paulo está na terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Nesta sexta-feira, os garotos de Cotia enfrentaram o Rio Claro na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, e não deram brechas para que pintasse uma possível zebra. Com direito a hat-trick de Gabriel Novaes, o Tricolor saiu de campo com a vitória por 3 a 0 e deram mais uma amostra de que realmente é um dos grandes favoritos a erguer a taça neste ano.

O jogo – O São Paulo precisou de apenas quatro minutos para mostrar a que veio. Tuta, atrás do meio-campo, lançou para Antony na direita. O camisa 7 tricolor avançou e cruzou rasteiro na medida para Gabriel Novaes, que apareceu nas costas da zaga para precisar apenas completar para o gol, de primeira, e fazer 1 a 0.

Ciente da fragilidade no lado esquerdo da defesa do Rio Claro, o São Paulo explorou bastante essa região do campo e foi por lá que surgiu mais uma jogada de perigo. Aos 19 minutos, Gabriel Novaes tentou completar novamente para o fundo das redes após cruzamento rasteiro para a área, mas desta vez não alcançou. Atrás dele chegava Antony, que conseguiu finalizar, mas balançou as redes pelo lado de fora.

Já aos 30 minutos o Tricolor foi mais feliz e conseguiu marcar o segundo gol antes de ir para o intervalo. Antony, pela direita, cruzou na cabeça de Gabriel Novaes, que, livre da marcação dentro da área, cabeceou sem chances para o goleiro rival.

No segundo tempo o São Paulo diminuiu o ritmo, mas ainda assim seguiu ameaçando o Rio Claro, que se viu na obrigação de tentar empatar a partida e manter viva a chance de avançar na Copinha. A primeira grande chance da etapa complementar, porém, foi do Tricolor. Aos 12 minutos, Tuta subiu livre da marcação e carimbou a trave.

Aos 15, mais uma oportunidade para o São Paulo. Desta vez Antony aproveitou o rebote após o goleiro rival sair do gol e cruzou para Fabinho. O atacante tricolor se antecipou e finalizou da maneira que pôde, na esperança de ver a bola entrar antes de Romário voltar para a meta, mas o zagueiro do Rio Claro salvou sua equipe, tirando quase em cima da linha.

O time do interior de São Paulo só não teve a mesma sorte aos 36 minutos, quando Vitinho recebeu passe em profundidade pela direita, invadiu a área e tocou para Gabriel Novaes, que mais uma vez precisou somente completar para o fundo do gol, de primeira, para comemorar seu terceiro gol no jogo e fechar os trabalhos em Araraquara.

 

Fonte: Gazeta Esportiva