Ex-São Paulo, Dória revela: ‘Até hoje tem torcedores que pedem para eu voltar’

Jogador do Santos Laguna, do México, desde o ano passado, o zagueiro Dória guarda com carinho a sua passagem pelo São Paulo, em 2015. Emprestado pelo Marseille, ele foi comandado por Juan Carlos Osorio.

“A rapaziada me recebeu super bem. Quando eu cheguei me machuquei nos treinos depois que levei um carrinho e torci o tornozelo. Fiquei um mês me recuperando e quando voltei a jogar foi muito legal”, disse, ao ESPN.com.br.

O defensor revelado no Botafogo estava sem espaço na equipe francesa e resolveu recomeçar no Brasil.

“Sou muito grato [ao São Paulo] porque me deu confiança de novo. Fiquei jogando seis meses pelo time B do Marseille e estava muito triste. Fiquei decepcionado e achei que as coisas seriam diferentes. O São Paulo deu uma renovada na minha carreira”, analisou.

“Fiz um gol no Morumbi e receber a notícia que a minha esposa estava grávida de dois meses da nossa filha. Pude homenageá-la e coloquei a bola na barriga. Foi bem legal”.

O treinador colombiano Juan Carlos Osorio foi bastante marcante na vida de Dória.

“Joguei com o Osorio e foi show porque fiz 12 jogos e saí com a sensação de missão cumprida por ter deixado o time na liderança do Brasileiro.Começamos muito bem, mas venderam muitos jogadores no segundo semestre. O time depois deu uma caída”, lamentou.

Hoje no México, o zagueiro ainda recebe mensagens de carinho dos são-paulinos.

“Até hoje tem torcedores que pedem para eu voltar ao São Paulo pelas redes sociais”, admitiu.

Formado nas categorias de base do Botafogo, Doria foi promovido ao time profissional em 2012 pelo treinador Oswaldo de Oliveira. Em pouco tempo, o defensor se firmou na equipe e foi considerado uma das principais revelações da temporada.

Em 2013, ele foi campeão carioca e ajudou a equipe a se classificar para a Libertadores depois de 17 anos. No ano seguinte, foi vendido ao Olympique de Marselha, da França.

O zagueiro foi emprestado ao São Paulo por seis meses antes de ir ao Granada, da Espanha. Depois, passou por Yeni Malatyaspor, da Turquia, até chegar ao clube mexicano, no qual tem contrato até 2022.

Com o sucesso na equipe mexicana, alguns torcedores começaram a raspar o cabelo como homenagem ao zagueiro, que sonha em jogar pelo Brasil outra vez. Ele defendeu a seleção brasileira desde as categorias de base e disputou o Sul-Americano Sub-20 de 2013, foi bicampeão do Torneio de Toulon (2013 e 2014) e chegou a ser capitão da seleção pré-olímpica.

O defensor foi convocado para a equipe principal – comandada à época por Felipão – um amistoso contra a Bolívia e foi titular.

ESPN

Anúncios

Ex-São Paulo sofre com dívidas milionárias e tem imóveis penhorados

Capitão da Seleção Brasileira no penta da Copa do Mundo, Cafu tem sofrido com dívidas milionárias e, recentemente, teria perdido cinco imóveis para o Tribunal de Justiça. O não cobrimento de empréstimos e dívidas criadas pela Capi Penta International Player, empresa de agenciamento de atletas, que pertence ao ex-jogador de 49 anos de idade e sua esposa, Regina, ainda teria causado a penhora de mais 15 imóveis do casal.

“É um problema particular meu. Posso dar meus imóveis, meu carro, minha casa, posso dar o que quiser como pagamento de dívida”, disse o ex-lateral direito, em entrevista concedida ao jornal Folha de S. Paulo, responsável pela reportagem.

A Capi Penta é alvo de diversos processos, os quais são movidos por instituições como: a Vob Cred e seu diretor administrativo Valentim Osmar Barbizan, que, juntos, cobram cerca de R$ 8 milhões; o banco ABC Brasil, que exige o pagamento de R$ 1 milhão; o Banco Industrial, que cobra R$ 6 milhões; e o Banco Santander, que também teria emprestado R$ 1 milhão sem ter sido reembolsado no prazo estipulado.

Ao todo, seriam 32 imóveis sob a posse do ex-atleta, entre apartamentos em São Paulo e Alphaville, uma casa em Barueri, uma no litoral, e diversos terrenos no interior paulista. Todos os bens em questão foram adquiridos na época em que Cafu ainda jogava.

Revelado pelo São Paulo, Cafu também acumulou passagens por Juventude, Palmeiras e Roma. O auge da carreira, porém, foi no Milan, clube no qual encerrou a carreira, ainda em 2008. Com 149 partidas, é o jogador que mais vestiu a camisa da Seleção Brasileira na história, tendo disputado três finais de Copa do Mundo consecutivas (1994, 1998 e 2002). Atualmente, desempenha funções executivas no futebol, participando dos comitês organizadores da Copa América 2019 e da Copa do Mundo de 2022, que será no Catar, como embaixador do evento no Brasil.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Régis, ex-São Paulo, deixa casa de recuperação, abandona tratamento contra vício em drogas e falta a treinos

O jogador Régis deixou a casa de recuperação onde passava por tratamento contra o vício em drogas, anunciou o São Bento, seu atual clube. A equipe afirma que o abandono aconteceu por “vontade própria” do atleta, que também não compareceu a dois treinos da equipe.

Regis, que defendeu o São Paulo por pouco mais de seis meses em 2018, passava por um processo de desintoxicação em uma casa de reabilitação para dependentes químicos na cidade de Sorocaba, interior de São Paulo. No último mês de outubro, ele admitiu problemas com álcool e cocaína.

“O Esporte Clube São Bento comunica que o atleta Régis deixou a casa de recuperação e abriu mão do tratamento por vontade própria”, anunciou o São Bento nesta segunda-feira.

“Informamos ainda que o jogador não compareceu aos treinos de domingo e segunda e por esse motivo não foi relacionado para a partida desta terça-feira. A diretoria do clube deve se reunir com o atleta e tomará as devidas providências”, complementa o comunicado.

Na última semana, Régis foi titular normalmente no empate do São Bento contra o Sport pela Série B do Brasileiro. Nesta terça, a equipe volta a campo contra o Coritiba, no Couto Pereira.

Após a passagem pelo São Paulo, Régis foi contratado pelo CSA, mas acabou dispensado depois de ser detido por uma confusão em um motel em Maceió. Já no São Bento, também colecionou episódios com a polícia, o que motivou o clube e o atleta a procurarem ajuda.

Fonte: ESPN

Jornal: PSG negocia contratação de Thiago Mendes ex-São Paulo

O Paris Saint-Germain está negociando com o Lille (FRA) a contratação de Thiago Mendes, ex-jogador do São Paulo. De acordo com publicação do jornal francês ‘L’Equipe’, da tarde desta quinta-feira (31) o jogador brasileiro pode chegar ao PSG pelo valor de 24 milhões de euros (cerca de R$ 100 milhões na cotação atual).No começo desta semana, alguns jornais ingleses publicaram que o Everton recusou uma proposta de R$ 106 milhões da equipe francesa pelo volante senegalês Idrissa Gueye. Após a recusa da equipe inglesa, o PSG se acertou com o Zenit (RUS) e anunciou a contratação do argentino Leandro Paredes.Nesta quinta-feira (31) a janela de transferência europeia é encerrada. O PSG corre contra o tempo para recompor o setor de meio-campo que tem como grande nome o italiano Marco Verrati, mas que está lesionado.Como a pedida do LOSC Lille se equipara a oferecida pelo PSG ao Everton, a negociação pode ser concretizada a qualquer momento.Desde 2017 no Lille, Thiago Mendes atuou em 55 partidas e marcou 4 gols.O PSG volta a campo no próximo domingo (03), contra o Lyon, pelo Campeonato Francês, no estádio Parc Olympique Lyonnais, às 18h (horário de Brasília).

Lucas Fernandes ex-São Paulo vira aposta da vez em Portugal e recebe sondagens

Na coletiva que antecedeu o confronto com o Boavista, na última rodada da Liga Portuguesa, o técnico do Portimonense, António Folha, parou em determinado momento e sorriu ao confessar surpreendido por nenhum jornalista ter perguntado até então sobre o craque da equipe, o japonês Shoya Nakajima, que seria desfalque por lesão.

Com ofertas que rondam os 20 milhões de euros (R$ 83 milhões), Nakajima é sensação no futebol português e esteve próximo de se transferir para o Wolverhampton, da Premier League, através do agente de Jorge Mendes, que cuida da carreira de Cristiano Ronaldo.

Ficou provado no duelo com o Boavista que existe vida no Portimonense sem Nakajima. Na ausência de seu camisa 10, o time do Algarve viu o brasileiro Lucas Fernandes brilhar, arrebentar com uma assistência e ser decisivo na vitória de 2 a 0 que pôs o clube de vez na briga por uma vaga na Liga Europa na temporada que vem.

De quebra, o jovem jogador de 21 anos, que atua por empréstimo do São Paulo, ainda foi eleito o melhor em campo no jogo disputado fora de casa.

“Repare: o segredo na nossa forma de jogar é não ter medo na forma de abordar os jogos, aconteça o que acontecer. E tento passar isso todos os dias à minha equipe. Obviamente que fora sabemos que é sempre mais complicado de jogar e assumir o controle. Mas eu tenho comigo que nossa ideia de jogo esteja sempre presente. Não gosto que meu time tenha duas caras”, explicou Folha ao fim da partida, comentando depois a atuação de Fernandes.

“Quando lançamos um ou outro jovem face à necessidade porque hoje tivemos essa necessidade, vemos que eles estão dispostos a agarrar o sol. O sol nasce para todos e os jogadores têm de compreender que é preciso sair de casa para pegar o sol, andar atrás dele porque depois não dá para dizer que nunca o apanhou”, prosseguiu.

“É isso que eu tento transmitir a esses garotos, a vida é feita de muitos sacrifícios e eles têm de compreender que não é só prazer. Tem muito de ambição também. É por isso que muitos talentos se perdem porque carregar isso todos os dias não é fácil”, completou.

Assédio sobre a promessa são-paulina

No resumo da rodada em discussões na imprensa local, Lucas tem sido apontado como um dos nomes a ser seguido no segundo turno do campeonato. Depois de passar por um período de adaptação no país, ele agora se encontra pronto para assumir a vaga do compatriota Ewerton, que vinha sendo titular e foi repassado ao Urawa Reds, do Japão.

“Como gosto e meus jogadores têm essa característica de querer a bola, não mostrar medo de assumir riscos, o Lucas havia me dado uma resposta boa em jogo contra o Sporting, saindo de trás com qualidade. Ele chuta muito bem de fora da área, tem chegada e bom arremate”, ressaltou Folha.

O tricolor paulista é um dos que tem naturalmente motivo para seguir atento aos passos de seu prata da casa.

Conforme apurado pelo UOL Esporte, em seu contrato de empréstimo, o atleta tem estabelecida uma cláusula com opção de compra cujo valor não é considerado baixo, mas seria acessível em caso de propostas no mercado.

O jornal A Bola revelou, em sua edição da última sexta-feira, que o Portimonense recebeu consultas de clubes locais e do exterior pelo meia-atacante, mas não pretende abrir qualquer conversa antes da janela de transferências de verão. O seu estafe trabalha por sua permanência em definitivo no futebol europeu e não negou esse desejo em contato com a reportagem.

O Portimonense é uma vitrine propícia para isso. A cada rodada, é cena comum a presença de olheiros de diversos times em seu estádio.

Apenas em sua segunda temporada na elite portuguesa, o clube não esconde que tem entre seus objetivos fazer dinheiro com a venda de atletas. Ele possui como principal investidor o empresário Teodoro Fonseca, que cuidou, entre outros, da carreira do atacante Hulk. Ele é ciceroneado no dia a dia pelo ex-atacante Robson Ponte, que passou por Guarani, Bayer Leverkusen e Wolfsburg.

Nos últimos anos, os seus destaques tiveram como destino principal o atual campeão Porto, com quem mantém relação estreita.

Avesso a entrevistas e rodeado por ex-companheiros tricolores – outros oito passaram pela Barra Funda -, Lucas Fernandes está conseguindo em Portimão as chances que não vinha tendo no São Paulo. Até aqui, ele entrou em campo 15 vezes, sete delas como titular. Esse número deve aumentar ainda mais agora.

O Portimonense, por sua vez, ocupa a oitava colocação na tabela, com 27 pontos, somente dois atrás do quinto lugar, Belenenses SAD.

 

Fonte: UOL

Ex-São Paulo deve retornar ao clube

São Paulo pede ao Vasco o retorno do zagueiro Lucas Kal

O São Paulo solicitou ao Vasco o retorno do zagueiro Lucas Kal. O jogador estava emprestado ao clube até o fim do Campeonato Carioca de 2019, mas uma cláusula no contrato de empréstimo permitia que o Tricolor peça a volta dele.

Lucas Kal, de 22 anos, vai integrar a delegação do São Paulo que disputará o Torneio da Flórida, em janeiro, nos Estados Unidos. O garoto Walce, que estaria no grupo, foi chamado para atuar pela seleção brasileira no Sul-Americano sub-20, no Chile.

O técnico André Jardine conta com boas opções para a zaga em 2019, como Arboleda, Anderson Martins, Bruno Alves e Rodrigo Caio. Kal chega para, a princípio, compor o elenco.

Formado nas categorias de base do Tricolor, Lucas Kal teve poucas chances no elenco profissional. Anteriormente, ele já havia sido emprestado para Paraná e Guarani. Pelo Vasco, o jogador atuou em apenas uma partida.

 

Bebida em concentração foi motivo de corte de Cueva no Peru, diz TV

Uma das principais estrelas da seleção do Peru, Christian Cueva não foi convocado por Ricardo Gareca para os amistosos frente a Equador e Costa Rica, neste mês de novembro. E o motivo levantado para sua ausência foi um caso envolvendo bebida alcoólica na concentração da seleção.

Segundo informações da Fox Sports Perú, Cueva teria ingerido bebidas alcoólicas no hotel, no Estados Unidos, em que a seleção do Peru estava concentrada para enfrentar os donos da casa em um amistoso no mês passado. Isso encadeou uma punição ao jogador com a ausência nas convocações para a última Data-Fifa do ano.

A ausência de Cueva na convocação de Gareca ganhou repercussão no país e foi tema de pergunta para o treinador da seleção peruana. Em coletiva concedida nesta segunda-feira (19), e o ex-técnico do Palmeiras despistou qualquer indisciplina do meio-campista.

Veja os palpites dos especialistas para os Amistosos Internacionais

“(ausência de Cueva) Não tem nada a ver com ato de indisciplina. Sempre tivemos o melhor dos conceitos (sobre Cueva), sempre foi profissional em todas as convocações. E isso é algo que ultrapassa qualquer rumor”, afirmou Gareca, que completou afirmando que um dos motivos da ausência é o fato de estar procurando novas peças para a seleção.

Vale lembrar que o jogador causou polêmica no início deste ano quando ainda vestia a camisa do São Paulo. O ex-camisa 10 se atrasou na reapresentação do time em janeiro e poucos dias depois pediu para não viajar com a delegação do Tricolor para enfrentar o Mirassol, pelo Paulistão.

Corinthians convida Luís Fabiano para se tratar no clube e ídolo nega

Se recuperando de problemas no joelho, Luís Fabiano recebeu um convite do Corinthians através do presidente Andrés Sanchez para se tratar no CT do clube mês passado. Apesar da insistência do Staff do Corinthians para que aceitasse o convite, o ídolo tricolor negou a proposta e se encaminha para prosseguir o tratamento no CT da Barra Funda do São Paulo. O atacante pretende retornar aos gramados em 2019.

Nos bastidores do Corinthians foi comentado a possibilidade ainda de ser proposto a Luís Fabiano um contrato para que reforçasse o clube em 2019, se aceitasse o convite e recuperasse fisicamente. O convite para se tratar no rival paulista, mês passado, foi confirmada pela assessoria do atacante.

Vale ressaltar que o experiente atacante não joga desde novembro do ano passado, quando ainda defendia o Vasco, clube com o qual rescindiu contrato no início do ano. O que se espera é que o jogador esteja bem fisicamente para disputar o Paulistão de 2019.

Desde que começou seu tratamento Luís Fabiano encontrou algumas dificuldades para superar dores em seu joelho direito. O Fabuloso que brilhou no Brasil com a camisa do São Paulo passou por duas cirurgias recentes no local e segue em busca de seu sonho que é jogar um pouco mais antes de se aposentar. Mesmo com um possível interesse do Corinthians, a expectativa é que o jogador tenha preferência pela Ponte Prera, onde desejava se aposentar.

Fonte: Mercado da Bola

Ceni defende trabalho no São Paulo, lamenta falta de investimento e deixa futuro no Fortaleza em aberto

A passagem de Rogério Ceni pelo São Paulo ainda é assunto mesmo o treinador estando no comando do Fortaleza uma temporada depois da demissão. Atual líder da Série B com o Leão, o comandante falou da sua passagem pelo Tricolor e lamentou a falta de dinheiro para contratação.

“Ah, eu acho que a gente nunca é injustiçado. Não pode ficar se lamentando. Foi uma grande oportunidades. Nós vendemos R$ 180 milhões em jogadores. Nosso grupo que foi para a Florida Cup tinha 12 jogadores formados em Cotia, ou seja, quase 50% do elenco“, contou Ceni em entrevista ao ex-treinador Muricy Ramalho.

“Ano passado nós montamos um time com menos de R$ 1 milhão e esse ano foi investido mais de R$ 50 milhões para investir para montar o time. Tem uma grande diferença, mas de alguma forma demos lucro. Mas lógico que gostaria de ter ficado mais tempo, completado o ano“, completou.

Em 2018, o São Paulo não economizou para tentar acabar com o jejum de seis anos sem títulos e gastou com Diego Souza, Everton, Jean, Tréllez, Gonzalo Carneiro e Everton Felipe. Ainda trouxe Bruno Peres, da Roma-ITA, por empréstimo para repor a venda de Militão ao Porto.

Muricy Ramalho lembrou que teve um início como treinador do Tricolor conturbado e alcançou o sucesso em seu retorno, e questionou se o ex-goleiro deseja retornar. “Quem sabe um dia apareça a oportunidade. Se eu for merecedor, se tiver alguém no futuro lá dentro e eu no momento ok, não tem porque não acontecer“, destacou.

Com as duas mãos no título da Série B, o trabalho de Ceni é visto com bons olhos no mercado, vê boatos de possível ida a Flamengo e só quer pensar no que fazer em 2019 após o fim da atual temporada. “Depois de eu entregar o que me comprometi aqui no Fortaleza, que é se manter entre os primeiros e dar a arrancada para a vaga na Série A…. Depois eu vou pensar e ver o que fazer”, disse, sem descartar uma permanência no clube“, finalizou.

Time em Portugal tem nove jogadores ex-São Paulo e surpreende grandes

Revelação do São Paulo, Paulo Bóia se encontra em sua primeira experiência profissional no exterior, emprestado ao Portimonense, em Portugal. Até o momento, o atacante de 20 anos tem tirado o desafio praticamente de letra, exceto por um motivo.”Outro dia, vi que tinha usado a maioria das minhas roupas e tive de ligar para a minha irmã porque não sabia o que comprar para lavar, amaciante e outros produtos. Ela, então, me disse o que ver no mercado, separar as roupas brancas das pretas para não manchar”, Bóia conta, aos risos, ao UOL Esporte. Ele mora em um hotel e deverá se mudar para um apartamento em breve.”Em Cotia, não arrumava nem cama. Fazia, no máximo, um pão na chapa”, completa.A fábrica de talentos tricolor, conhecida por sua excelente estrutura, é assunto recorrente em Portimão, cidade que fica na região paradisíaca do Algarve. Ao todo, o time local possui nove jogadores formados em Cotia em seu elenco. Além de Bóia, o goleiro Léo Navacchio, os zagueiros Lucas Possignolo e Vitor Tormena e os meias Marcel, Dener, Iago Oliveira, Gustavo Hebling e Lucas Fernandes completam a legião no clube.Quatro deles foram titulares e outros dois entraram durante o jogo na vitória recente de 4 a 2 sobre o Sporting, dentro de casa, pela liga portuguesa. O resultado surpreendente contra um dos três grandes repercutiu em todo o país e pôs o trabalho em evidência.Os ex-são-paulinos já foram manchete de reportagem recente, com direito a foto de todos lado a lado, no jornal Record.Ligado ao empresário Teodoro Fonseca, que cuidou da carreira de Hulk e outros nomes, o Portimonense se encontra em sua segunda temporada na elite e possui fortes raízes brasileiras. Entre outros, ele tem como vice-presidente o ex-atacante Robson Ponte, que atuou por Guarani, Bayer Leverkusen e Wolsburg.”Eles dão total atenção para a gente, sempre buscando o melhor. Faz toda a diferença na adaptação”, explica Lucas Fernandes.Camisetas do São Paulo em PortimãoNas últimas semanas, Paulo Bóia e Lucas Fernandes foram flagrados inclusive andando pelas ruas de Portimão com o uniforme tricolor. Os dois estão emprestados com opção de compra e acabaram sendo os últimos a desembarcar para a temporada. O meia vê com naturalidade essa identificação.”Eu trouxe comigo muita coisa que o São Paulo ensinou e vou levar para onde for a experiência e aprendizado que tive no clube. Sempre que dá, assistimos aos jogos. A rotina não é muito diferente por aqui – treinamos de manhã, às vezes em dois períodos. Mas, quando não acontece, ficamos com o dia livre”, afirma Lucas, que foi um dos melhores em campo contra o Sporting, com um percentual superior a 90% no acerto de passes.O Portimonense não esconde que o seu objetivo é fazer dinheiro com a venda de atletas. Em uma vitrine europeia, o bonde são-paulino tem espaço de sobra para se mostrar a cada semana.Desde 2013 atuando pelos portugueses, Possignolo faz hoje o papel de anfitrião do grupo. Um dos destaques na última temporada, o zagueiro de 24 anos esteve nos planos do Bétis e foi quem mais esteve próximo de deixar a equipe. O desejo de alçar voos mais altos é comum a todos.Bóia, que já chegou a ser procurado pelo Red Bull Salzburg, da Áustria, e pelo Watford, da Inglaterra, abriu mão de outras propostas para reencontrar os ex-companheiros.”Estava sem muita chance no São Paulo. O treinador e a diretoria às vezes vinham falar comigo, perguntar se queria ser emprestado, rodar um pouco, ter mais oportunidade. Eu tinha tudo certo para ir para o Fortaleza. O Rogério (Ceni) tinha falado comigo. Mas o meu empresário (Luciano Couto) está morando agora em Madri e, na mesma semana, surgiu essa possibilidade daqui”, explica o garoto.”Ele me perguntou, então, o que eu queria e eu disse que preferia vir para Portugal, pegar essa rodagem no futebol europeu, amadurecer, aprender a marcar. Só tenho a ganhar para, quem sabe, voltar melhor”, prossegue.”Dou um exemplo dessa mudança: no São Paulo, era jogo meio de semana e fim de semana. Sempre foi muito raro termos treino de intensidade. Aqui, só jogamos de domingo a domingo. O resultado é que treinamos muito mais e, como o ritmo é pegado, dava um pique no início e cansava. É totalmente diferente, mas, depois de adaptado, não tem problema”, conclui.Em caso de sucesso, essa é uma rota pode se tornar ainda mais comum para outras promessas tricolores. No ano passado, o meia-atacante Lucas Moura chegou a visitar o clube para rever os colegas. Enquanto não é possível fisgar nomes como o destaque do Tottenham, o Portimonense vai incomodando com a sua ‘filial’ são-paulina.

Em rede social, David Neres recorda gol em Majestoso

Quem tem o hábito de navegar pelo mundo das redes sociais, sabe que quinta-feira é aquele dia da semana onde os internautas postam lembranças antigas em seus perfis, sempre acompanhadas da hashtag #TBT. Geralmente são boas recordações, que fazem seus seguidores interagirem e lembrarem dos ‘bons tempos’.

Atualmente jogando pelo Ajax, o ex-são-paulino David Neres também entrou na onda e aproveitou a data de hoje para recordar o gol que marcou diante do Corinthians na goleada do Tricolor por 4 a 0 na 34ª rodada do Brasileirão 2016. Segundo seus seguidores, um #tbt de respeito!

 

Relembre o gol:

Ex-jogadores do Tricolor comentam o post da possível volta de Hernanes

Clique abaixo e confira no instagram do Hernanes

Lucas Moura mostra apoio a Bolsonaro, recebe críticas e responde fãs na web

Algumas manifestações de Lucas Moura, meia do Tottenham-ING, em páginas da família Bolsonaro repercutiram negativamente junto a alguns fãs. O ex-são-paulino chegou a ser um dos assuntos mais falados no Twitter pelo apoio ao candidato à presidência pelo PSL (Partido Social Liberal).

Lucas Moura foi criticado pelo seu apoio a Jair Bolsonaro, candidato que já causou polêmicas por suas posições mais radicais. Alguns internautas repudiaram a escolha do jogador do Tottenham e o meio-campista defendeu suas ideias para ter manifestado seu voto na próxima eleição para presidente do Brasil.

Em um deles, Lucas Moura chegou a citar um tuíte de um fã que afirmou que pararia de seguir o brasileiro por ele ser pró-Bolsonaro. O atleta de 26 anos rebateu: “Só segue quem tem a mesma opinião que você?.”

Lucas Moura

@LucasMoura7

Só segue quem tem a mesma opinião que você?

herói da URSAL@oblznr

Com tristeza no coração, dando unfollow no @lucasmoura7 =/ defensor do Bolsonaro na timeline não dá

Entre apoio e críticas, Lucas debateu com internautas que iam contra sua posição política.

VEJA A DISCUSSÃO DE LUCAS MOURA SOBRE BOLSONARO

Lucas Moura

@LucasMoura7

Acho melhor nos preocuparmos com nossas atitudes ao invés de julgarmos e atacarmos o próximo. Afirmar que ele vai pro inferno é muito grave irmão, toma cuidado. https://twitter.com/devydd/status/1039187746009608192 …

Lucas Moura

@LucasMoura7

Você quer enfrentar os bandidos com o que? Ele não promove a violência, promove a justiça e que os bandidos tenham medo da polícia. Mas se você tiver uma solução melhor…

#FORASIDÃO@jesuxmacaco
Respondendo a @LucasMoura7

Sim, quem promove armas e violência, não pode ser vindo de deus. Se deus é isso, então ele não é um deus de amor e sim de ódio.

Lucas Moura

@LucasMoura7

Pois é, as pessoas querem falar de DEUS sem um pingo de coerência. Não posso nem curtir um comentário que gostei.

VnSilva@vinymec_
Respondendo a @LucasMoura7

Liga não Lucas, agr é pecado curtir um Tweet

Lucas Moura

@LucasMoura7

Obrigado

Tathi@Felicitathi
Respondendo a @LucasMoura7

Absurdo discutir e determinar quem alguém deve apoiar ou não,cada qual com a sua opinião!

Lucas Moura

@LucasMoura7

Estou falando sobre militarização da polícia. Bandido não tem medo da polícia hoje, enquanto eles atiram e matam a vontade, o policial não pode usar sua arma. Sobre posse de arma ainda não tenho uma opinião formada.

mirella@triscolor

@LucasMoura7 desculpa Lucas, mas a forma correta de lidar com os bandidos é com um bom sistema no país e não com o dobro de violência. Porte de armas é violência dobrada para um país que não saberá utilizar. É triste. O problema é o governo e mais ninguém.

Lucas Moura

@LucasMoura7

Você não entendeu, não estou falando da população enfrentar os bandidos, estou falando justamente da polícia. E não é por falta de competência que a polícia não enfrenta, é porque ela não pode dar nenhum tiro mesmo.

Rodolfo Dias@Rodolfo_xo
Respondendo a @LucasMoura7

Por que eu tenho que enfrentar bandido? Por que armar todo uma população? Por que não trabalhar para que o bandido não se arme? Como ele consegue essa arma? De onde vem? Aí em Londres como é? Todo mundo tem a sua arma pra enfrentar bandido? Ou apenas as autoridades competentes?

Lucas Moura

@LucasMoura7

Simples, se não funcionar, na próxima eleição nós elegemos outro. Agora continuar na mesmice não acredito que seja a melhor opção.

Kennedy Klaus@KennedyKlaus

@LucasMoura7 O problema do país não é só a violência, por isso o mais preparado é o Ciro Gomes. O Bolsonaro poderia resolver a curto prazo o problema das armas, mas imagina isso a longo prazo

Lucas Moura

@LucasMoura7

Quando pregou desrespeito? Vendo por esse lado a polícia que é de bem não poderia usar arma também. Vamos deixar só os bandidos armados então, assim em pouco tempo não sei se ainda existiria cidadão de bem.

@OrasBolasTV@orasbolastv
Respondendo a @LucasMoura7

Claro que há! Jesus prega a paz e o respeito ao próximo, enquanto Bolsonaro prega o desrespeito ao próximo e o uso da arma de fogo. Será que Jesus aprova isso? Eu acho que não, Lucas.

Lucas Moura

@LucasMoura7

Acho que precisa. Imagina um honesto no meio de milhares de corruptos, deve ser bem facinho pra aprovarem alguma idéia dele né. Pelo menos não vejo mesmice nas propostas e discursos dele.

@OrasBolasTV@orasbolastv
Respondendo a @LucasMoura7

E o Bolsonaro não é mesmice, Lucas? Não acredito que você comprou esse discurso! Ele esta faz 30 anos na politica. Seus filhos estão faz pelo menos 10 anos. Se isso não é mesmice, preciso procurar em um dicionário.

Lucas Moura

@LucasMoura7

Por quê??

Igor Freire@ig0rf
Respondendo a @LucasMoura7

o perigo, lucas, é que tem muita chance, de acordo com o discurso e ideias de bolsonaro, seus apoiadores e seu vice, de não ter “próxima eleição” para elegermos outro. a própria democracia corre um risco gigante. as coisas não são simples como você pensa.

Lucas Moura

@LucasMoura7

Não sei de onde você tirou essas conclusões, sinceramente.

c@spfclwbe
Respondendo a @LucasMoura7

sim, não está adiantando então vamos colocar um opressor racista, machista e homofóbico que é a favor da violência no poder e pronto, novo brasil 😻😻👏🏻👏🏻👏🏻

 

Pivô de polêmicas em São Paulo e Atlético-MG, Maidana renasce em BH

Quem vê Iago Maidana feliz com o momento no Atlético-MG não sabe o que ele passou para se firmar no clube. A curta trajetória do atleta de 22 anos no futebol foi recheada de polêmicas. No São Paulo, ele foi o pivô de uma crise política. Na Cidade do Galo, se envolveu em um episódio extracampo e ficou mais de um mês afastado. Hoje, ele é titular absoluto do time de Thiago Larghi.

No São Paulo, ele foi o pivô da polêmica que envolveu a renúncia de Carlos Miguel Aidar. Contratado por uma empresa, foi inscrito no Monte Cristo, da terceira divisão de Goiás à época, e depois repassado ao Morumbi por R$ 2 milhões. A transação foi investigada pelo Ministério Público, uma vez que é proibida a participação de investidores em negócios.

Quem vê Iago Maidana feliz com o momento no Atlético-MG não sabe o que ele passou para se firmar no clube. A curta trajetória do atleta de 22 anos no futebol foi recheada de polêmicas. No São Paulo, ele foi o pivô de uma crise política. Na Cidade do Galo, se envolveu em um episódio extracampo e ficou mais de um mês afastado. Hoje, ele é titular absoluto do time de Thiago Larghi.

No São Paulo, ele foi o pivô da polêmica que envolveu a renúncia de Carlos Miguel Aidar. Contratado por uma empresa, foi inscrito no Monte Cristo, da terceira divisão de Goiás à época, e depois repassado ao Morumbi por R$ 2 milhões. A transação foi investigada pelo Ministério Público, uma vez que é proibida a participação de investidores em negócios.