Everton tem estiramento na coxa esquerda e vira desfalque no Tricolor

Titular absoluto pelo lado esquerdo do ataque do São Paulo, o meia-atacante Everton foi diagnosticado com um estiramento muscular na coxa esquerda e deve desfalcar o Tricolor por duas ou mais semanas. O jogador sentiu dores ainda no primeiro tempo do Majestoso e foi substituído no intervalo da partida.

Na manhã desta segunda, o jogador fez exames médicos e ficou constatado o estiramento muscular. Nos próximos dias, o meia-atacante trabalhará em tempo integral no Reffis do CT da Barra Funda para se recuperar do problema e voltar a treinar com o restante de seus companheiros.O departamento médico do São Paulo não fala sobre um prazo para seu retorno aos gramados, mas este tipo de lesão costuma ser tratada em duas semanas. Sendo assim, o camisa 22 deve ficar fora das partidas contra Red Bull Brasil, no próximo domingo, e contra o Bragantino. Ambas pelo Paulistão.

No Tricolor desde o meio do ano passado, Everton já passou pelo mesmo problema em duas outras oportunidades. Em agosto e em outubro da última temporada, o jogador foi diagnosticado com estiramento na coxa esquerda e desfalcou o São Paulo em jogos importantes do Campeonto Brasileiro.

Agora, além de Everton, o São Paulo tem mais cinco jogadores no departamento médico. São eles: Bruno Peres (conjuntivite), Liziero (trauma entorse no tornozelo direito), Araruna (contratura no músculo adutor direito), Brenner (lesão na coxa esquerda) e Rojas (em recuperação de cirurgia de reconstrução dos ligamentos do joelho direito).

 

Fonte: Terra

Anúncios

Everton deixa Itaquera com dores e lesão não está descartada

O São Paulo pode perder o meia-atacante Everton por algumas rodadas do Campeonato Paulista. O camisa 22 do Tricolor deixou o Majestoso no intervalo da partida com dores musculares na coxa esquerda. O departamento médico do clube do Morumbi avaliará a situação do jogador na próxima segunda e não descarta a possibilidade de lesão.

Titular absoluto do São Paulo, Everton é um dos jogadores mais utilizados do atual elenco. Contra o Corinthians, o meia-atacante fez seu décimo jogo na temporada. Após relatar o incômodo muscular à comissão técnica, Vagner Mancini optou por tirá-lo do campo no intervalo da partida.

O jogador deixou a Arena Corinthians andando normalmente, mas não quis conversar com os jornalistas sobre seu problema. O departamento médico do clube, no entanto, informou que o atleta será avaliado no início da próxima semana e pode perder alguns jogos da equipe na sequência da temporada, sendo que há a possibilidade do camisa 22 ter tido uma lesão.

Contratado pelo São Paulo durante a parada da Copa do Mundo do ano passado, Everton já teve duas lesões musculares no Tricolor e desfalcou a equipe em jogos importantes do último Brasileirão.

 

Fonte: Lance

Pablo, Everton e mais três ganham descanso no São Paulo

As expectativas foram cumpridas e titulares serão poupados pelo São Paulo na partida contra o São Bento, marcada para as 17h deste domingo, no Pacaembu. Os zagueiros Anderson Martins e Robert Arboleda, o lateral-direito Bruno Peres e os atacantes Everton e Pablo não foram nem sequer relacionados para o duelo da quinta rodada do Campeonato.

A ideia é dar descanso a eles antes da estreia na Copa Libertadores da América. O Tricolor precisará viajar a Córdoba, na Argentina, para enfrentar o Talleres na próxima quarta-feira, às 21h30. Assim, outros titulares podem ficar apenas no banco de reservas contra o São Bento.

Bruno, Everton e Pablo haviam disputado todas as partidas do São Paulo na temporada, sendo que os dois primeiros não saíram de campo por nenhum minuto nos quatro primeiros jogos do Paulistão. A situação é a mesma do lateral-esquerdo Reinaldo, que deve dar lugar a Léo neste domingo.

Bruno, Everton e Pablo haviam disputado todas as partidas do São Paulo na temporada, sendo que os dois primeiros não saíram de campo por nenhum minuto nos quatro primeiros jogos do Paulistão. A situação é a mesma do lateral-esquerdo Reinaldo, que deve dar lugar a Léo neste domingo.

Um provável time para encarar o São Paulo tem Jean, Igor Vinicius, Bruno Alves, Kal e Léo; Willian Farias, Araruna e Nenê; Helinho, Diego Souza e Antony. Hernanes deve entrar no intervalo para seguir a programação da comissão técnica e ganhar mais ritmo antes da Libertadores.

 

Fonte: Lance

São Paulo vence Novorizontino com nova assistência de Nenê e gols do trio Éverton, Diego Souza e Pablo

São Paulo fez uma boa apresentação na noite desta quinta-feira e derrotou o Novorizontino por 3 a 0, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

Nenê, que foi titular na vaga de Hernanes, deu mais uma assistência (tinha dado duas na estreia do time no Estadual no triunfo por 4 a 1 contra o Mirassol, no último sábado). Os gols foram feitos pelo trio ofensivo formado por Pablo, Diego Souza e Éverton.

O técnico André Jardine aplaudiu seus comandados pela lucidez na construção das jogadas e também pelas ações defensivas. O goleiro Tiago Volpi não teve muito com o que se preocupar. Foi quase um expectador de luxo.

A atuação aumenta a expectativa para a partida do próximo domingo, quando o São Paulo enfrentará o primeiro grande teste deste Paulistão. Jogará o clássico contra o Santos, no Pacaembu, a partir das 17h (de Brasília).

O time alvinegro também venceu as duas primeiras partidas na competição: 1 a 0 contra a Ferroviária e 4 a 0 sobre o São Bento.

O São Paulo ainda não poderá contar com o meia Hernanes, que tem um desgaste físico e faz um trabalho específico de recuperação. O mais provável é que ele atue contra o Guarani, no Pacaembu, na próxima quinta-feira.

Com o triunfo desta noite, o São Paulo tem seis pontos e lidera o Grupo D. Já o Novorizontino tem três e é o terceiro na chave B.

 

Fonte: ESPN

Garota acusa jogador Éverton do São Paulo de agredi-la e pai de Éverton registra B.O por invasão

Foto: Divulgação/ Instagram

O atacante Everton, do São Paulo, é acusado de agredir uma jovem de 21 anos na sua cidade natal, Nortelândia, a cerca de 230 km de Cuiabá. A garota, Joanna Darc Campos Dourado, afirmou, em Boletim de Ocorrência e em post no Facebook (já apagado), ter recebido um “murro” do atleta. Everton nega a agressão. O pai dele, Evandro Campos, também registrou B.O., mas por invasão de domicílio. A Polícia Civil promete apurar.

O caso ocorreu na madrugada desta terça-feira, durante a festa de aniversário de 30 anos de Everton, na casa de um amigo, em Nortelândia. Joanna teria entrado na festa com dois amigos, sem serem convidados

Ao serem expulsos do local, Joanna alega ter sido agredida por Everton, pelo irmão dele, Ebert, suas respectivas esposas e mais um segurança. O jogador nega veementemente a acusação.

– O jogador Everton Cardoso, do São Paulo, nega qualquer incidente envolvendo o seu nome. O que houve foi uma invasão da casa onde ele estava com a família na cidade de Nortelândia, no Mato Grosso, e os invasores foram convidados a se retirar pelo segurança do jogador. O pai do atleta, Evandro Campos, registrou essa invasão na polícia local. O caso está na justiça e o jogador e sua família esperam que os invasores sejam punidos – diz nota oficial enviada à imprensa pela assessoria de Everton.

A acusação

Joana fez um post no Facebook, dizendo ter sido agredida e exibindo um ferimento na boca. Horas depois, porém, apagou o post, por aconselhamento de seu advogado, Erick Rafael.

No Boletim de Ocorrência, Joanna diz ter ido de madrugada até a casa onde Everton realizava a sua festa de aniversário. Por não ter sido convidada, acabou sendo expulsa de casa pela mãe do jogador. Na saída, Joanna atirou cerveja na piscina e seguiu até a casa de uma vizinha da família, chamada Lurdes Casado, onde, segundo Joanna, a esposa de Everton e a sua cunhada foram tirar satisfação com ela.

Joanna, então, diz ter ido embora na sequência. Já em casa, ainda de acordo com o que registrou no BO, Joanna diz ter sido agredida por Everton, pelo irmão do atacante, Ebert, suas esposas e um segurança da família.

Pessoas que estavam na festa e foram ouvidas pela reportagem do GloboEsporte.com negam essa versão e dizem que Everton não saiu de casa em nenhum momento.

– Não houve agressão nenhuma. Ela e os amigos invadiram a casa do Everton e foram expulsos quando descobriram eles lá. E só foi isso. Não teve agressão nenhuma. Everton ficou vendo tudo de longe. Nem chegou perto dela – disse uma testemunha, que pede para não ser identificada.

Os relatos nos dois Boletins de Ocorrência
Joanna Darc foi a primeira a registrar B.O., por agressão. Ela citou Everton dentre os agressores:

– Joanna Darc informou que foram atá a casa do jogador Everton onde eles estão hospedados para tirar uma foto. Nesse momento a Nilda, mãe do jogador, perguntou quem tinha convidado vocês? A Joanna ficou brava e jogou a cerveja na piscina da casa. Se retirou e foi para a casa da vizinha, da professora Lurdes Casado. A esposa do Everton e a nora da Nilda foram até a casa da Lurdes, e perguntou por quê você está chamando a minha sogra de puta? A Joana disse você está louca. Eu não disse nada. Nesse momento foi embora para a sua casa. Logo em seguida o segurança, o Everton, Eberton e a sua esposa começaram a agredir a vítima (sic) – diz o B.O. feito por Joanna.

Em outro Boletim de Ocorrência, o pai de Everton, Evandro, dá a versão da família do jogador:

– Compareceu nesta delegacia de polícia o senhor Evandro Campos da Silva, ora vítima acima qualificada, comunicando que: nesta madrugada estavam na residência do senhor Gilmar Gomes, onde estão hospedados, quando por volta das 2h desta data, chegaram na residência duas mulheres e um rapaz, adentram sem serem convidados. E começaram a tumultuar o ambiente. Nesse momento, o segurança Marcelo Soares Silva, que estava no local, os convidou para que se retirassem do local. O rapaz de cabelos pintados de loiro disse que eles não iriam se retirar. E começaram a discutir com a mãe e a esposa do jogador Everton. O segurança interveio e os colocou para fora da residência. Após uma hora depois voltaram novamente para querer brigar com o segurança, mas não adentraram mais na residência. Diante do ocorrido, registra-se para as devidas providências – diz o Boletim de Ocorrência, registrado pelo pai de Everton.

A Polícia Civil confirmou os dois Boletins de Ocorrência e que vai apurar o caso.

Everton completa 30 anos e faz balanço do ano no São Paulo: “Adaptação foi excelente”

Everton completou 30 anos de idade nesta terça-feira, e o São Paulo divulgou um balanço feito pelo meia-atacante em relação à primeira temporada com a camisa do Tricolor.

Um dos principais destaques do São Paulo na campanha do Brasileirão, Everton fez cinco gol e deu seis assistências, sendo o líder nesse quesito.

– A minha adaptação no São Paulo foi excelente, graças aos companheiros, a diretorias… As coisas aconteceram bem, fiz gols – comentou o camisa 22.

Apesar de lamentar as lesões musculares que o tiraram de boa parte do segundo turno, Everton vê com bons olhos seus primeiros meses de São Pauo.

– Para mim foi muito difícil ficar fora, com o time disputando o título. Ver de casa, com as pessoas ligando… Mas ano que vem vou estar 100% – acrescentou.

Veja a entrevista no vídeo abaixo:

 

Fonte: Globo Esporte

Everton sob vaias da torcida: “Temos de aguentar as consequências”

A torcida do São Paulo não se conformou após o empate em 0 a 0 com o Sport, nesta segunda-feira, no Morumbi. Depois do apito final, vaias tomaram conta do estádio, além de gritos chamando o time de amarelão. Everton, um dos poucos atletas exaltados pelos tricolores neste ano, comentou sobre o descontentamento vindo das arquibancadas.

“Não fizemos o gol, temos de aguentar as consequências. Tínhamos tudo para entrar no G4, mas perdemos a oportunidade. Agora é trabalhar”, disse Everton à Rádio Globo.

Bastante abatidos, os jogadores do São Paulo não atenderam à imprensa na saída de campo, com exceção de Everton. Nenê, responsável por perder o pênalti que colocaria o Tricolor de volta ao G4, não escondeu a grande decepção depois de ser vaiado quando foi substituído pelo jovem Igor Gomes.

Agora, o São Paulo terá de vencer a Chapecoense na última rodada, fora de casa, e torcer por um tropeço do Grêmio contra o Corinthians, em Porto Alegre. Todas as partidas do Campeonato Brasileiro acontecerão no próximo domingo, às 17h (de Brasília).

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Atuações do São Paulo: Everton volta bem ao time titular, e Nenê ainda joga abaixo do que pode

Everton: principal jogador do São Paulo na melhor fase do time no Brasileirão, deu o cruzamento no lance do gol contra de Michel e participou bem pelo lado esquerdo do ataque. Nota: 7,0
Nenê: de volta ao time titular após a demissão de Aguirre, fez um jogo médio. Participou bastante da articulação, mas sem a mesma qualidade de antes. Nota: 5,5

Helinho: estreando como titular, teve boa chance no primeiro lance da partida. Mas depois não conseguiu ter uma boa atuação. Precisa de maior amadurecimento, mas tem talento. Nota: 5,5

Confira abaixo as notas dos jogadores:

Jean [GOL]: 6,5
Bruno Peres [LAD]: 4,5
Arboleda [ZAG]: 6,5
Bruno Alves [ZAG]: 5,5
Reinaldo [LAE]: 5,5
Jucilei [VOL]: 6,0
Hudson [VOL]: 6,0
(Liziero [VOL]): 5,5
Nenê [MEC]: 5,5
(Shaylon [MEC]): 5,5
Everton [ATA]: 7,0
Helinho [ATA]: 5,5
(Antony [ATA]): 5,5
Tréllez [ATA]: 5,0

 

Fonte: Globo Esporte

São Paulo terá retorno de “melhor jogador do Brasileirão” contra o Corinthians

O são-paulino tem motivo para sonhar com a retomada do caminho das vitórias no Campeonato Brasileiro e com a quebra do tabu na Arena Corinthians (oito partidas, seis derrotas e dois empates). No clássico deste sábado (10), às 17h, na casa do arquirrival, o técnico Diego Aguirre poderá contar com o retorno de Everton. Recuperado de estiramento no músculo posterior da coxa esquerda sofrido em duelo com o Palmeiras, no dia 6 outubro, o ponta era considerado por muitos no Morumbi como o melhor jogador da competição até virar desfalque por causa de uma série de contusões.

“O Everton é jogador excepcional. É o melhor jogador na posição no Brasil, faz falta sim. O Everton é um jogador que faz a diferença, sim, e coloca medo nos adversários”, destacou Jucilei, em entrevista à Espn Brasil.

Os números ajudam a comprovar essa veneração que os tricolores têm pelo ponta. No total, ele marcou cinco gols, deu seis assistências e sofreu dois pênaltis. A última partida em que ele atuou por 90 minutos foi na abertura do returno do Brasileirão, no dia 22 de agosto, no empate com o Paraná. Na época, o São Paulo era líder isolado da competição. Com ele em campo, o time tem 63,49% de aproveitamento dos pontos no torneio. Sem o jogador, passa a ser de 51,5%.

A primeira lesão que o ponta sentiu na coxa esquerda neste nacional foi na vitória sobre o Ceará, no dia 26 de agosto. Já na ocasião, Aguirre demonstrou preocupação com a possibilidade de ficar sem o atleta. “O Everton foi um reforço espetacular, ele é um ‘jogadoraço’. É difícil ter alguém desse nível, não tem”, afirmou o treinador naquela época.

Na sequência, ele teve um problema na mesma coxa. Quando já estava apto para atuar, no duelo com o Santos, dia 16 de setembro, entrou em campo e sentiu uma fibrose, também nesta região da perna esquerda, referente a uma lesão de 2015.

Substituto

Liberado pelo departamento médico, Everton treinou normalmente com o restante da equipe durante esta semana. No entanto, ainda há quem desconfie que o jogador comece o clássico no banco de reservas, por causa de seu histórico de lesões. Caso ele não seja titular, o escolhido para a vaga deve ser Reinaldo.

Nesta hipótese, a lateral esquerda ficaria com Edimar. No primeiro turno do Brasileiro, Aguirre surpreendeu o Corinthians justamente com a entrada de Reinaldo no setor (naquela partida Everton cumpriu suspensão). O ala improvisado deu conta do recado e marcou dois gols no triunfo por 3 a 1, no Morumbi, no dia 21 de julho.

 

Fonte: UOL

Recuperado, Everton mira retorno e primeiro Majestoso

Maior assistente do elenco, com seis passes para gols – ao lado de Nene -, e um dos atletas mais decisivos do Tricolor no Campeonato Brasileiro, o meia-atacante Everton está recuperado de lesão e pronto para disputar o seu primeiro Majestoso.


O camisa 22, que não enfrentou o Corinthians (3 x 1) no primeiro turno após receber o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Flamengo (1 x 0) na rodada anterior, cumpriu todas as etapas no seu processo de recuperação e agora vive a expectativa de enfrentar o arquirrival no próximo sábado (10), às 17h.

“Estou bem e consegui realizar todos os movimentos nas atividades da semana. Minha principal característica é a velocidade, que força bastante o músculo posterior, e felizmente treinei bem e sem dor”, afirmou o atleta, que está recuperado de um estiramento na região posterior da coxa esquerda que o tirou dos últimos quatro jogos.

“Fortaleci a região lesionada neste período e estou à disposição. A ansiedade para voltar é grande, porque quero ajudar os meus companheiros”, disse Everton, que projetou o clássico do próximo final de semana válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Nosso elenco sabe a dificuldade que terá no clássico, fora de casa, mas não dá pra escolher jogo. Temos que trabalhar bastante para brigar pela vitória. Estamos na reta final da temporada e num momento importante da competição. Queremos um resultado positivo para o nosso torcedor, que nos apoiou bastante durante o campeonato”, finalizou.

 

Fonte: saopaulofc.net

Tricolor ganha o reforço de Everton para o clássico com o Corinthians

O técnico Diego Aguirre poderá contar com o retorno de uma das peças mais importantes do elenco do São Paulo no clássico com o Corinthians, neste sábado, na casa do adversário. Everton está liberado pelo departamento médico e vai reforçar o Tricolor. Recuperado de estiramento no músculo posterior da coxa esquerda sofrido em clássico com o Palmeiras, no dia 6 outubro, o ponta retoma a rotina de treinamento com o restante do time nesta terça-feira (6), no CT da Barra Funda.

Por já estar à disposição da comissão técnica, o jogador não precisou ir ao Reffis na segunda-feira e pôde folgar, assim como os demais jogadores. Com a volta de Everton, Reinaldo deve voltar a atuar na lateral esquerda. Na última semana, o ponta até chegou a ir para o gramado, mas ainda não tinha condições de enfrentar o Flamengo, no empate por 2 a 2.

Além do cuidado habitual do departamento médico com os atletas, a preocupação para que Everton se recuperasse totalmente não é por acaso. O jogador, de 29 anos, tem histórico de lesões nesta temporada. Contra o Ceará, no dia 26 de agosto, ele sentiu um problema na mesma coxa. Quando já estava apto para atuar, no duelo com o Santos, dia 16 de setembro, entrou em campo e sentiu uma fibrose, também nesta região da perna esquerda, referente a uma lesão de 2015.

A última vez que ele atuou por 90 minutos em uma partida foi na abertura do returno do Brasileirão, no dia 22 de agosto, no empate com o Paraná. Como publicou a De Primeira, até mesmo para que o ponta se sentisse confortável neste processo de recuperação, o clube fez uma aproximação dele com a psicóloga Anahy Couto, que acompanha o time profissional.

Contratado em abril, Everton virou uma referência para o time neste nacional. Ele defendeu a equipe do Morumbi em 23 partidas e marcou cinco gols.

Desfalques de Luan e Rojas

Por outro lado, Aguirre não poderá escalar Luan e Rojas no clássico deste sábado. Na última rodada, contra o Flamengo, o volante sofreu um entorse no tornozelo direito e está sob os cuidados do departamento médico. Nesta segunda, ele já iniciou o trabalho fisioterápico no Reffis e ainda não há uma previsão de quando ele será liberado para jogar.

Já Rojas foi submetido a cirurgia no joelho direito na última semana e só voltará a atuar em 2019. O equatoriano se lesionou no triunfo sobre o Vitória, em Salvador, no dia 26 de outubro.

 

Fonte: Lance

Everton treina com elenco do São Paulo e deve voltar no clássico contra Corinthians

O meia-atacante Everton voltou a treinar normalmente com o elenco do São Paulo, neste sábado à tarde, no CT da Barra Funda.


O jogador não foi relacionado para enfrentar o Flamengo, neste domingo, às 17h no Morumbi, pelo Brasileirão, mas tem grandes chances de voltar no clássico contra o Corinthians, sábado que vem (10 de novembro), também às 17h, em Itaquera.

Everton sofreu um problema muscular na coxa esquerda na derrota em casa para o Palmeiras e perdeu os jogos contra Internacional, Atlético-PR e Vitória.

O meia Everton Felipe, em recuperação de um estiramento no ligamento colateral medial do joelho direito, não participou da atividade deste sábado.

O atacante João Rojas, submetido a uma cirurgia no tendão patelar do joelho direito, segue no hospital após passar por uma cirurgia e será reavaliado pelos médicos na próxima semana.

 

Fonte: Globo Esporte

Reinaldo desfalca treino por causa de gripe, e Everton evolui em recuperação

Reinaldo desfalcou o treino do São Paulo no campo nesta quarta-feira de manhã, no CT da Barra Funda. Gripado, o lateral-esquerdo não trabalhou no gramado pelo terceiro dia seguido, mas ainda não preocupa para encarar o Flamengo, domingo, às 17h (de Brasília), no Morumbi, pela 32ª rodada do Brasileirão. Ele fez exercícios no Reffis.

Everton, por outro lado, evolui na recuperação de um estiramento na coxa esquerda. O meia-atacante do São Paulo trabalhou como curinga durante o aquecimento para evitar choque com os companheiros. Ele está sendo preparado para retornar no duelo com o Corinthians, no dia 10, na Arena do rival.

O técnico Diego Aguirre terá de fazer mais mudanças no time titular diante do Flamengo. No total são cinco desfalques: Jean, Hudson (suspensos), Rojas, Everton Felipe (lesionados) e Everton (em recuperação de lesão). Apesar de não ter treinado nesses três dias, Reinaldo deverá ter condições de jogo.

Diante disso, a possível escalação do São Paulo é a seguinte:

Sidão; Bruno Peres, Arboleda, Bruno Alves e Edimar; Luan, Jucilei (Liziero) e Diego Souza; Reinaldo, Tréllez (Helinho) e Gonzalo Carneiro.

 

Fonte: Globo Esporte

Flamengo ou Corinthians? Everton deve retornar ao São Paulo em jogo importante

Maior preocupação do São Paulo para a reta final do Brasileirão, as baixas por lesão tem tirado o sono de Diego Aguirre. ​​Sem contar com cinco jogadores para a partida contra o Flamengo, no próximo domingo (4), a torcida tricolor se animou ao saber que Everton está recuperado de estiramento muscular e já trabalha com bola. No entanto, o meia-atacante não enfrentará o seu ex-clube neste final de semana.

De acordo com a apuração do ​UOL Esportes, a comissão técnica tricolor, seguindo as orientações do departamento médico, ainda não conta com o meia-atacante para o duelo contra o Flamengo. O planejamento inicial segue sendo respeitado, e prevê o atleta em condições físicas próximas do ideal para o clássico contra o Corinthians, no próximo dia 10.

Mesmo em meio à urgência que o setor vive – acirrada pelas lesões de Everton Felipe e Joao Rojas -, o retorno do camisa 22 tem sido tratado com muita cautela, para que nenhuma fase de recuperação seja pulada. O temor geral é que uma antecipação de etapas gere outras lesões ainda mais complexas na coxa esquerda do atleta, área que tem sido o ‘pesadelo’ de Everton ao longo de sua carreira.

São Paulo fc /Santiago Trellez 🇾🇪@SoPaulo65675177

Eu acho que o Trellez jogará improvisado no lugar do Joao Rojas , ele é de confiança do Diego Aguirre

Na minha opinião colocaria o Helinho , vem treinando bem.

Neste cenário, ​o Tricolor Paulista deve apostar na juventude contra o Rubro-Negro. É provável que algumas jovens revelações da base como Helinho, Antony e Toró apareçam entre os relacionados de Aguirre. Everton Felipe, que se recupera de estiramento ligamentar, vem trabalhando no Reffis tricolor e pode ser “reforço de última hora” para a partida no Morumbi.