Zagueiro foi vendido pelo São Paulo sem jogar e já sonha alto na Europa

Em setembro de 2019, o São Paulo acertou a venda de Morato para o Benfica por 6 milhões de euros (R$ 27,4 milhões nos valores da época). A transação surpreendeu muita gente, afinal o zagueiro não havia sequer estreado pela equipe principal do Tricolor. E o próprio jogador teve pouco controle sobre a situação.

“Eu e meu pai tivemos mínima participação. A gente sabia da dependência do São Paulo pelo dinheiro, então foi uma conversa entre os clubes”, contou Morato ao UOL Esporte. O garoto de 18 anos agora sonha alto na Europa e não mostra qualquer remorso com o clube que o criou. Pelo contrário. Mesmo de longe, não deixa de acompanhar os ex-colegas e dá até dicas para o Tricolor tentar se estabilizar após anos de crise e sem títulos.

“O São Paulo precisa de um trabalho a longo prazo. Eu, por exemplo, subi e não joguei por ser muito jovem, em um momento ruim, o que é normal. Mas logo trocaram de técnico e isso vai quebrando a sequência da garotada. E todo mundo sabe que os garotos do São Paulo são bons. Outros virão, ainda tem muito mais em Cotia”, opinou, antes de indicar a próxima revelação a estourar: Rodrigo Nestor.

Morato e Nestor estiveram juntos na conquista da Copa São Paulo do ano passado, a quarta da história do clube do Morumbi. A dupla esteve entre os destaques do time liderado por Antony e gerava grande expectativa para o futuro do São Paulo. Morato saiu sem jogar, enquanto Nestor ganhou mais um ano de Copinha para tentar amadurecer mais. A tendência é que ele seja promovido ao elenco profissional ainda no Campeonato Paulista.

Enquanto isso, em Portugal, Morato tem cada vez mais prestígio. O desempenho pelas equipes de base do Benfica impressionou e o zagueiro já estampou capas de jornais que apostam nele como um fenômeno. A comissão técnica comandada por Bruno Lage quer promovê-lo de vez em 2020 e anima Morato, que estreou pelo time profissional em 21 de dezembro no empate por 2 a 2 com o Vitória de Setúbal pela Taça da Liga.

“Meu objetivo é subir e jogar o mais rápido possível. Eu saí cedo do Brasil, mas isso não foi um problema. Vim para Portugal para terminar minha formação e tudo tem sido muito bom. As pessoas me receberam bem, o idioma obviamente ajuda e já estou me acostumando à dinâmica do jogo”, destacou.

O zagueiro admite que custou para se adaptar a um ritmo mais intenso em treinos e partidas e principalmente com o posicionamento mais avançado da linha defensiva do Benfica. Aos poucos, porém, diz ter assimilado as mudanças, graças ao que aprendeu em Cotia. Para ele, os métodos do futebol brasileiro já não estão mais tão defasados em relação aos europeus. A diferença está na forma como se trabalha: “O trabalho parece ser levado mais a sério. Quando decidem algo, eles fazem, independentemente do tempo que leve para acontecer”.

Ao sair tão cedo do Brasil, Morato contou com a ajuda do pai para não ficar isolado em Portugal. Os dois aproveitam o tempo livre para conhecer pontos turísticos de Lisboa, como a Praça do Comércio. Outro hobby da dupla é assistir vídeos de culinária e tentar reproduzir os pratos. “Ele vê as coisas no YouTube e inventa aqui. Já fez um arroz com linguiça e queijo que ficou bom. Está ficando um Masterchef”, brincou.

UOL

OFF: Veja 9 brasileiros que atuam na Europa e já podem assinar pré-contrato

Seu time precisa de reforços e você está ficando preocupado? Pois é, a hora é de vasculhar o mercado e descobrir possíveis nomes que possam agregar qualidade ao plantel.

Quando vira o ano, normalmente os clubes se voltam para a Europa em busca de atletas que, eventualmente, queiram retornar ao Brasil. Pois, neste momento, há muitos brasileiros em “promoção”. Por conta da proximidade do final do contrato, os valores automaticamente caem.

LEIA TAMBÉM: River Plate efetua pagamento de parcelas atrasadas ao São Paulo pela compra de Lucas Pratto

Assim, inspirados na lista original do jornalista ?Rafael Reis, trouxemos nove profissionais que têm vínculo se encerrando na metade de 2020, ou seja, no término da temporada europeia, e que podem virar alternativas dentro do cenário nacional, uma vez que já estão em condições de assinar um pré-contrato.

Confira abaixo:

 

 

 

 

 

 

 

 

90min

Gabriel Novaes marca seu 1o gol na Europa após deixar o Barça para atuar no Córdoba-ESP

Considerado um dos principais nomes do São Paulo no título da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o atacante Gabriel Novaes fez uma boa atuação em sua estreia pelo Córdoba, que disputa a terceira divisão da Espanha. A partida diante do Yeclano ocorreu no último domingo (15) e terminou em 2 a 2, com um dos gols sendo marcado pelo brasileiro.

Após a partida, Gabriel comentou sobre o gol: “Estou muito feliz, esperava muito por esse momento. Me preparei para essa estreia e as coisas aconteceram da melhor maneira possível. Meu primeiro gol na Europa e isso ficará marcado para mim. A tendência agora é evoluir cada vez mais, aprender, amadurecer e fazer uma grande temporada”.

No início do ano, o São Paulo emprestou o atacante ao Barcelona após a campanha vitoriosa na Copinha, competição na qual ele foi o artilheiro com 10 gols. Pouco aproveitado pelos catalães, Gabriel foi emprestado novamente, chegando ao Córdoba.

Agora, o camisa 16 se prepara para enfrentar o Badajoz no próximo sábado, visando repetir a boa atuação que teve em sua estreia.

Gazeta Esportiva

Raí passará alguns dias na Europa para ampliar “network” do São Paulo

Tricampeão mundial e da Copa Libertadores, o São Paulo é um dos clubes brasileiros mais conhecidos no planeta, porém quer buscar mais notoriedade lá fora por meio de parcerias e encontros com dirigentes e agremiações do Velho Continente. Para isso, Raí, diretor executivo de futebol, está de malas prontas, mais uma vez para estreitar os laços tricolores com os europeus.

A exemplo do que já fez no início deste ano, Raí embarca nesta sexta-feira rumo à Europa, para uma série de visitas e reuniões com pessoas ligadas a grandes agremiações de futebol na comunidade europeia. O objetivo é ampliar o “network” (rede de contatos em português) do São Paulo e “plantar sementes” para possíveis parcerias e intercâmbios futuros.

– já fiz algumas viagens para a Europa, não para negociação, mas para essa coisa de network, de conhecer, de estar próximo de outros clubes, isso acaba facilitando a integração e pensar melhor em possibilidades que podem surgir – disse Raí em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

LEIA TAMBÉM:[COMENTE] #RachaCuca: Como você montaria o time do São Paulo com todos os jogadores a disposição?

Durante a pequena excursão que vai até terça-feira da próxima semana, não há previsão de negócios com jogadores ou contratações para 2020. A viagem, de acordo com o clube, é institucional e tende também a explorar o patrocínio da Adidas, que permite ao Tricolor uma troca de informações com outros gigantes do futebol mundial patrocinados pela mesma marca de material esportivo.

Um dos temas que devem ser abordos durante os encontros de Raí é a busca por novas receitas, que possam evitar que o São Paulo precise, obrigatoriamente, vender jogadores para bater metas orçamentárias, algo que não será atingido nesta temporada. Dos R$ 120 milhões previstos, arrecadou R$ 70 milhões, ou seja, terá de achar uma solução para esse “buraco”.

– Às vezes existe na parte orçamentária dos clubes uma obrigação de negociação, mas existem as janelas e existem esses contatos. A gente tem que ficar sempre de olho nessa questão orçamentária, para manter esse equilíbrio, e pensar em soluções futuras para que a gente não dependa da venda de jogadores. Isso é um objetivo da atual gestão, o que por enquanto não é a realidade, mas acredito que a gente tenha material e potencial de sobra para que a gente atinja esse objetivo – concluiu Raí.

Lance

“Apenas sonho, Dani Alves quer Europa” diz setorista

Daniel Alves ainda não sabe onde jogará a partir do segundo semestre. Livre no mercado após o fim de seu contrato com o PSG (FRA), o lateral-direito de 36 anos curte as férias enquanto seu empresário ouve clubes interessados na Europa. Por enquanto, nenhum deles atende a todos os desejos do atleta. No Brasil, o São Paulo trata a chegada dele como um sonho, hoje, distante.

Daniel acredita que pode estar na Copa do Mundo de 2022, no Catar, e por isso quer assinar um contrato longo com sua próxima equipe, de dois ou três anos. Também gostaria de continuar disputando a Champions League.

De acordo com pessoas que acompanham as tratativas, trata-se de um quebra-cabeça: um dos clubes interessados já ofereceu o tempo de contrato desejado por Daniel, mas não disputará a Champions League, enquanto equipes que estarão na principal competição da Europa demonstraram interesse, mas precisariam liberar jogadores de seus atuais elencos para não ferirem as regras do fair play financeiro.

O São Paulo sinalizou a Daniel Alves que estará com as portas abertas para recebê-lo caso ele decida retornar ao Brasil, inclusive com o contrato longo que ele deseja – o interesse foi noticiado inicialmente pelo jornalista Jorge Nicola. Durante a Copa América, o jogador disse em entrevista coletiva que esse não era seu desejo de momento, embora tenha citado a intenção de ainda defender o Bahia (clube que o revelou) e o próprio São Paulo (clube do coração).

LANCE! consultou pessoas do clube sobre o lateral multi-campeão. Há quem trate a chegada dele como praticamente impossível e há quem tenha esperança de um acordo. Todos, no entanto, concordam que é bem difícil. Enquanto isso, a diretoria segue no mercado em busca de um lateral-direito, pedido de Cuca para fechar o elenco.

Lance!

São Paulo e Inter ‘torcem’ por volta de Oscar para a Europa; clubes podem faturar alto

Em entrevista nessa semana ao site “passioneinter”, o meia Oscar admitiu que vem conversando com dois times de Milão com a expectativa de retornar à Europa em breve. Hoje o brasileiro joga no Shanghai SIPG e já venceu a Superliga da China em 2018, assim como a Supercopa de 2019. Obviamente os clubes que provavelmente abriram conversas com o brasileiro de 27 anos são Milan e Internazionale de Milão.

“Sim, falei com dois clubes de Milão nessas últimas semanas. Não posso entrar em detalhes, mas, sim, uma coisa posso dizer: quero jogar na Itália”, disse Oscar, que já defendeu a camisa do Chelsea, na Europa. Uma transferência em definitivo do meia à Itália interessa e muito dois clubes brasileiros – São Paulo e Internacional, tudo pelo mecanismo de solidariedade da Fifa, que estipula lucro aos clubes onde um determinador jogador defendeu nos primeiros anos.

Pelo mecanismo criado em 2000, a Fifa dá direitos percentuais a todas as equipes em que os jogadores atuaram com contrato definitivo entre os 12 e os 23 anos. Oscar defendeu as cores do Tricolor entre 13 e 19 anos, por isso o clube tem direito a 2,35% do valor em que o jogador for, de fato, negociado para os clubes de Milão. Vale citar que isso só aplica em situações de transferências internacionais, ou seja, transações para clubes do mesmo país não se aplicam.

No fim de 2016, quando saiu do Chelsea rumo à China, Oscar rendeu cerca de R$ 5 milhões aos cofres do São Paulo – a transferência do jogador ao Shanghai custou incríveis R$ 218 milhões. Mas o Internacional também tem direito a uma fatia da “fortuna” que o jogador renderá aos asiáticos.

Como jogou dos 19 aos 22 anos no Colorado, ele faria com que os gaúchos faturassem 0,8% do valor de uma futura venda. Na época da transação para a China, Oscar fez o Inter somar mais R$ 2 milhões em sua conta bancária. No Beira-Rio, o meia foi campeão da Libertadores (2010), da Recopa Sul-Americana (2011) e bicampeão gaúcho (2011 e 2012). No Morumbi, foi integrante do elenco hexacampeão brasileiro em 2008 sob a batuta de Muricy Ramalho.

Fonte: 90min

Sondado pela Europa, joia do São Paulo abre o jogo e fala sobre continuidade no Morumbi

Na viagem para a Europa, nesta semana, o diretor-executivo do ?São Paulo, Raí, embarcou com a missão de valorizar ainda mais as promessas vindas das categorias de base em Cotia. O atacante Antony, sondado por vários gigantes da Europa, renovou seu contrato e tem uma multa rescisória altíssima exatamente pelo planejamento da diretoria do Tricolor. Outra “joia” no pacote que também está próxima de ir para o Velho Continente é Toró.

No clube desde 2017, após se destacar pela Copinha ao defender o modesto Primavera (SP), o atacante despontou na base em Cotia e foi alçado para os profissionais durante o comando do uruguaio Diego Aguirre, em 2018. Com Cuca, o jovem de 20 anos continua em evidência e já marcou dois gols. Com contrato até 2023, ele já teve seu nome especulado por equipes europeias, mas não pensa em sair da capital. Pelo menos, por enquanto.

“Eu procuro sempre pensar primeiro no São Paulo. É o clube que me ajudou, com o qual me identifiquei e cuja camisa eu quero sempre honrar. Deixo a Europa mais para frente, porque primeiro eu tenho de dar retorno ao São Paulo. Estou trabalhando bastante, focado e pensando apenas em ajudar o São Paulo”, afirmou o camisa 44 em entrevista à ?rádio Jovem Pan.

No ano passado, já em ação pelo profissional do São Paulo, Toró chamou a atenção do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, que buscou informações sobre o jovem atacante. Diante disso, a diretoria tricolor agiu e renovou seu vínculo, aumentando os vencimentos mensais e, é claro, sua multa rescisória. Mesmo sem confirmar por meio da assessoria, a viagem de Raí pode, sim, ser destinada a ouvir ofertas pelo jogador ou por mais jogadores oriundos da base.

Na última segunda-feira (22), diante da Chapecoense, Toró saiu do banco – entrou na vaga de Alexandre Pato – e marcou um golaço de fora da área, o segundo da vitória por 4 a 0 no Morumbi. Com o triunfo, o time comandado por Cuca subiu para o quinto lugar na classificação do Campeonato Brasileiro com 18 pontos, a oito de distância para Palmeiras e Santos.

Fonte: 90min

São Paulo sonda Martín Cáceres, mas ouve que uruguaio quer continuar na Europa

São Paulo consultou a situação do uruguaio Martín Cáceres, de saída da Lazio, e ouviu do lateral que ele prefere seguir atuando na Europa. A informação foi publicada inicialmente pelo “Uol” e confirmada pelo GloboEsporte.com.

Vale ressaltar que não houve qualquer tipo de início de negociação do São Paulo com Martín Cáceres. A sondagem não ocorreu exatamente agora.

Há aproximadamente um ano existem conversas com Martín Cáceres, que não se atrai pela ideia de jogar na América do Sul e prefere seguir na Europa, onde fez carreira desde 2007. Na seleção uruguaia, ele foi companheiro de Lugano.

Cáceres disputou a Copa do Mundo pelo Uruguai — Foto: Patrick Smith - FIFA via Getty ImagesCáceres disputou a Copa do Mundo pelo Uruguai — Foto: Patrick Smith - FIFA via Getty Images

Cáceres disputou a Copa do Mundo pelo Uruguai — Foto: Patrick Smith – FIFA via Getty Images

 

O São Paulo segue de olho em laterais no mercado da bola, mas não tem desespero para contratar um reforço para o setor. O técnico Cuca disse depois da goleada por 4 a 0 sobre a Chapecoense que busca um atleta da posição para fechar o elenco. A janela de transferências no Brasil para contratar atletas do exterior fecha no próximo dia 31.

Atualmente, Igor Vinícius é o único lateral-direito de ofício do São Paulo. Bruno Peres está fora dos planos, não treina com o grupo e tem possibilidades na Itália, sendo uma delas o Genoa. Hudson, por sua vez, foi improvisado no setor em alguns jogos, mas prefere atuar como volante. Isso não quer dizer, no entanto, que ele não possa voltar a jogar como lateral.

O próximo jogo do São Paulo é contra o Fluminense, sábado, no Maracanã.

Fonte: Globo Esporte

Fica ou sai? Especulado na Europa, Arboleda fala sobre o seu futuro

O São Paulo está muito atento ao mercado, podendo fazer contratações e também negociar alguns dos seus atletas. Hoje, um dos mais valorizados é o zagueiro Arboleda, defensor equatoriano que está a serviço da sua Seleção para a disputa da Copa América. Recentemente, surgiram muitas notícias de que a diretoria estaria disposta a vendê-lo para o futebol internacional.

Em entrevista concedida ao SporTV, o jogador falou sobre o seu futuro e das especulações envolvendo o seu nome. Neste momento, ele declarou que o seu foco está na disputa da Copa América e no Tricolor do Morumbi: ”Ainda não sei. Não depende de mim. A minha cabeça, agora, está na seleção equatoriana e no São Paulo, clube que eu respeito muito, que me abriu as portas. Eu estou muito contente em jogar pelo São Paulo”, disse.

Na última semana, Tony Ocampo, fisioterapeuta que trabalha na Seleção do Equador, detonou o departamento médico do São Paulo, afirmando que a lesão sofrida pelo zagueiro não tinha sido bem tratada. Tal situação revoltou a torcida são-paulina. Na entrevista, Robert Arboleda tentou colocar acabar com a polêmica e defendeu o seu atual clube, afirmando que a culpa era sua.

Liga SPFC@LigaSPFC

Tony Ocampo, fisioterapeuta da @FEFEcuador: “Não estou acusando ninguém, mas me surpreende que um jogador tão importante quanto Arboleda não tenha tido uma boa atenção em um clube tão grande e tão importante.” pic.twitter.com/MhCKYQe2H1

Ver imagem no Twitter
Veja outros Tweets de Liga SPFC

”Eu respeito muito todos do São Paulo, para mim eles são boas pessoas e bons profissionais. Minha lesão foi simples, apenas uma dor no treino, e aí falaram que eles são ruins, mas não, acho que o problema é meu mesmo (risos). Estou me sentindo bem”, concluiu o zagueiro são-paulino.

 

Fonte: 90min

São Paulo se defende de assédio e tenta manter Antony até o fim do ano, diz PVC

O São Paulo tem sofrido neste primeiro semestre do ano, com o assédio de clubes europeus ao atacante Antony. O jogador de 19 anos tem recebido sondagens.

Segundo o comentarista FOX Sports, Paulo Vinicius Coelho, o PVC, o Tricolor e os agentes do atleta não acreditam que esse seja o melhor momento para o jovem deixar o país. Confira no vídeo acima.

“Não é definitivo ainda, mas é uma boa notícia. Embora tenha muitos clubes sondando o Antony, é consensual no grupo de agentes que trabalham com o jogador, e na direção do São Paulo, que o melhor cenário é ele ficar o ano todo aqui. Então é provável que o Antony fique no São Paulo pelo menos até dezembro”, afirmou o jornalista durante o Expediente Futebol.

 

Fonte: Fox Sports

Ex-jogadores do São Paulo brilham na temporada europeia

O São Paulo é um dos melhores clubes formadores do Brasil. O trabalho pode ser visto na atual temporada europeia. Jogadores revelados pelo clube, como Lucas Moura, David Neres e Thiago Mendes, brilham em suas equipes, com gols, protagonismo e importância.

Outro revelado pela equipe, Éder Militão faz sucesso no Porto e vai defender o Real Madrid na próxima temporada. Willian José não foi revelado pelo São Paulo, mas é outro ex-jogador do clube paulista que faz boa temporada na Europa.

HERÓI

Lucas Moura
Lucas virou herói nos Spurs (Foto: Divulgação/Twitter)

Após uma passagem não muito boa no PSG, Lucas foi contratado pelo Tottenham e teve uma temporada de altos e baixos. O jogador, porém, finalizou 2018/19 entrando para a história do clube inglês. Na semifinal da Liga dos Campeões, os Spurs perdiam por 2 a 0, já no segundo tempo e precisavam de três gols para se classificar. O brasileiro fez os três e saiu como o herói e com muita confiança para a próxima temporada.

PRESTÍGIO

David Neres - Ajax x Real Madrid
David Neres ganhou mais prestígio (Foto: Reprodução/Twitter)

David Neres já vinha de grandes temporadas com o Ajax. A atual, porém, deu mais visibilidade internacional. O clube holandês chegou na semifinal da Champions, com um time jovem, cheio de revelações. Neres foi um dos destaques, com atuações decisivas, como nas oitavas de final, contra o Real Madrid (um gol e uma assistência). Na atual temporada, foram 12 gols e 15 assistências em 50 jogos.

MERENGUE

Éder Militão - Porto x Aves
Éder Militão foi anunciado pelo Real Madrid (Foto: Miguel Riopa/AFP)

Eleito em diversas oportunidades o melhor defensor do mês no Porto, Éder Militão se consagrou na atual temporada. Os Dragões disputam o título do Campeonato Português e o zagueiro é um dos principais jogadores da equipe. O Real Madrid já anunciou a sua contratação para 2019/20. São cinco gols e quatro assistências em 45 jogos.

PRIMORDIAL

Thiago Mendes no Lille
Thiago Mendes virou peça-chave do Lille (Foto: Divulgação)

O Lille conquistou uma vaga na próxima Liga dos Campeões e surpreendeu com uma grande campanha no Campeonato Francês. O volante Thiago Mendes se destacou, como um dos jogadores mais participativos: ao todo, foram 33 partidas na Ligue 1, além de três assistências. O jogador é muito importante no sistema defensivo do clube.

ARTILHEIRO

William José
Willian José é um dos artilheiros da Real Sociedad (Foto: Reprodução)

Outro destaque ‘ex-São Paulo’ é William José. O atacante, que jogou no Tricolor em 2011, defende a Real Sociedad e é um dos destaques do oitavo colocado do Campeonato Espanhol. São onze gols na competição, além de cinco assistências, em 33 jogos. Willian José é o vice-artilheiro da equipe e só perde para Oyarzabal, com 14 tentos.

 

Fonte: Lance

E o Calleri? São Paulo consulta, mas atacante argentino sinaliza permanência na Europa

Em contato constante com Jonathan Calleri, o São Paulo monitora a situação do atacante e abre as portas do clube para quando o argentino quiser voltar. Mas não há nenhuma negociação em andamento para contratar o jogador neste momento.

Isso porque o São Paulo sabe que o projeto pessoal de Calleri é ficar na Europa e jogar em um grande time do continente. O clube do Morumbi recebeu essa sinalização após consultar o argentino.

Nos últimos dias, são-paulinos passaram a se mobilizar nas redes sociais pedindo a volta de Calleri ao Tricolor, pois o atleta tem contrato de empréstimo até junho com o Alaves, da Espanha. Apesar disso, Calleri está vinculado ao Deportivo Maldonado, dono dos seus direitos econômicos, por mais dois anos e meio.

Calleri posa com a camisa do São Paulo — Foto: Leandro CanônicoCalleri posa com a camisa do São Paulo — Foto: Leandro Canônico

Calleri posa com a camisa do São Paulo — Foto: Leandro Canônico

O clube uruguaio comprou Calleri por 12 milhões de dólares há dois anos e meio e segue com o plano de colocar o argentino em grandes vitrines da Europa para tentar retomar o investimento. Por isso, uma volta do atacante para o Brasil não é considerada neste momento.

Calleri ganhou a idolatria da torcida do São Paulo pela passagem meteórica em 2016, quando foi o destaque do time semifinalista da Copa Libertadores da América.

Em seis meses, ele fez 16 gols em 31 jogos e teve a música da torcida são-paulina “toca no Calleri que é gol” como marca registrada. O vídeo com o grito viraliza sempre que o nome do atacante é cotado para retornar ao São Paulo. Mas neste momento não há nenhuma perspectiva da contratação.

Fonte: Globo Esporte

Miranda pode reforçar o São Paulo em negociação tripla envolvendo gigantes da Europa

Miranda está na mira e pode reforçar o São Paulo. De acordo com informações reveladas pelo repórter Giovanni Chacon, da Rádio Jovem Pan, o zagueiro de 34 anos interessa ao clube tricolor, que pode repatriá-lo em uma negociação tripla envolvendo dois gigantes da Europa.

Tudo passa pelo futuro de Robert Arboleda. O zagueiro equatoriano do São Paulo está no radar do Atlético de Madrid. Atlético este que, recentemente, negociou o uruguaio Diego Godín com a Inter de Milão, atual equipe de Miranda. Essa “negociação triangular” agradaria às três partes.

Miranda tem contrato com o time italiano até junho de 2020. A partir de dezembro, então, pode assinar um pré-contrato com qualquer clube. O São Paulo, no entanto, trabalha com a possibilidade de contar com o jogador ainda nesta temporada, possivelmente no meio do ano. Pesa conta essa chance, porém, o fato de o atleta ter problemas particulares para resolver na Itália – logo, a maior probabilidade é a de que a transferência só seja concretizada em janeiro de 2020.

Titular da Seleção Brasileira na última Copa do Mundo, Miranda está na Inter de Milão desde 2015. Na atual temporada, não jogou muito. Reserva de Skriniar e De Vrij, atuou em apenas 18 partidas. Com a chegada de Godín, deve perder ainda mais espaço.

No São Paulo, Miranda jogou de 2006 a 2010. Foi tricampeão nacional e eleito o melhor zagueiro do Campeonato Brasileiro em quatro oportunidades (2007, 2008, 2009 e 2010). Ele é considerado um ídolo da torcida tricolor.

 

Fonte: Jovem Pan