São Paulo e Chapecoense conversam para negociar empréstimo de Gabriel Novaes

São Paulo e Chapecoense conversam para negociar o empréstimo do atacante Gabriel Novaes. A Chape tem interesse e fez uma consulta pelo atacante revelado na base tricolor.

A negociação aberta entre os clubes é para uma transferência sem custo e sem opção de compra até o fim de 2020. O time de Santa Catarina avalia os valores e se pode arcar com os salários do jogador, pois os paulistas não vão dividir os pagamentos.

Gabriel Novaes em campo pelo São Paulo na Copinha de 2019 — Foto: Bob PaulinoGabriel Novaes em campo pelo São Paulo na Copinha de 2019 — Foto: Bob Paulino

Gabriel Novaes em campo pelo São Paulo na Copinha de 2019 — Foto: Bob Paulino

Gabriel Novaes esteve perto do Botafogo, mas não houve um acordo entre paulistas e cariocas.

Pelo São Paulo, o atacante conquistou o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior, da qual foi artilheiro, e também dois títulos da Copa do Brasil Sub-20.

Gabriel Novaes passou parte do último ano emprestado ao Barcelona B, onde atuou em seis jogos e não marcou nenhum gol. Depois, foi emprestado ao Córdoba, time pelo qual participou de 12 partidas e balançou a rede uma vez.

Globo Esporte

Tricolor breca empréstimo de Gabriel Novaes ao Athletico; entenda

Gabriel Novaes, atacante formado nas categorias de base do São Paulo, entrou na mira do Athletico-PR. O jogador esteve emprestado ao Barcelona B e passou pelo também espanhol Córdoba.

O São Paulo recebeu consultas sobre a possibilidade de emprestar Gabriel Novaes ao clube paranaense. Só que o Tricolor negou dar sequência na negociação por conta do impasse que existe com o Athletico em relação ao também atacante Guilherme Bissoli, outro formado em Cotia.
A tentativa de acordo por Gabriel Novaes tinha opção de compra fixada em 1,5 milhão de euros (R$ 6,9 milhões) – para efeito de comparação, o empréstimo ao Barcelona B tinha opção de 5 milhões de euros (R$ 23 milhões). O Furacão ficaria responsável por pagar os salários do atacante de 20 anos.

Mas o São Paulo não topou conversar sobre Gabriel Novaes no Athlético-PR, pois quer uma solução para o “caso Bissoli”. Entenda a confusão abaixo. Diante disso, uma transferência de Gabriel Novaes ao Furacão é improvável. Há possibilidades de outros clubes abertas ao atleta.

O empresário de Gabriel Novaes, João Celso, disse estar alinhado com o gerente executivo de futebol do São Paulo, Alexandre Pássaro. O agente afirmou que está de acordo com a decisão tomada pelo dirigente na operação.

Caso Bissoli

Uma possível manobra feita pelo Athletico-PR no empréstimo do meia-atacante Guilherme Bissoli é investigada pelo São Paulo, clube formador do atleta, e pode render uma indenização ao Tricolor caso a irregularidade seja confirmada.

No fim de 2018, o Athletico tentou assinar um pré-contrato com Bissoli antes do fim de seu vínculo com o São Paulo, que se encerrava em janeiro. O clube, porém, queria a permanência do jogador e, por ser o formador, tinha o direito de cobrir o valor proposto pelo Athletico para continuar com o atleta – era o primeiro contrato profissional do meia-atacante.

O São Paulo assim o fez e cobriu as propostas duas vezes para realizar a renovação. Caso o Athletico ainda quisesse o meia-atacante, uma indenização deveria ser paga. Bissoli, no entanto, não quis permanecer no São Paulo por conta do tratamento recebido pelo clube. Como não aceitou certas condições salariais, ele ficou de agosto a janeiro treinando no CT de Cotia, longe do elenco principal.

A grande reivindicação por parte das pessoas que gerem a carreira de Guilherme Bissoli era a questão salarial. Por ser uma das promessas e artilheiro da base são-paulina, acreditavam que o jogador poderia ser melhor valorizado, algo que não aconteceu.

Houve diversas conversas, mas as partes não entraram em um acordo, e o próprio atleta ficou descontente com o tratamento recebido, principalmente ao saber que diretores do São Paulo disseram que ele não encontraria melhor proposta em outros clubes.

Sem a renovação com o São Paulo, o meia-atacante também não poderia assinar com nenhum outro clube do Brasil. Seus representantes, então, acharam uma saída para que ele pudesse continuar atuando no Fernando de la Mora, da segunda divisão do Paraguai.

Bissoli defendeu o clube paraguaio em 2019, com contrato até o fim de 2021. Neste início de ano, o Athletico viu a possibilidade de contar com o jogador por empréstimo e voltou a procurá-lo. Ao entender que não havia nenhuma irregularidade, o clube paranaense acertou o acordo até o fim deste ano. Atual treinador do Furacão, Dorival Júnior foi quem revelou Bissoli no São Paulo.

– É uma coisa que a gente vai ter que resolver, entender se foi uma coincidência de fato ou se isso já estava planejado e previsto desde então. E se o tribunal e as pessoas que forem julgar esses casos entenderem que a coisa é esta desde o começo, o São Paulo tem direito a uma indenização. A verdade é que ele não quis renovar contrato conosco e agora tem essa situação que a gente precisa resolver. Ela é supernova, porque ele apareceu ontem no amistoso que o Athletico-PR fez – afirmou Alexandre Pássaro, em entrevista coletiva na semana passada.

Bissoli estreou com gol pelo Athletico-PR diante do Racing, da Argentina, no empate em 2 a 2, em amistoso de pré-temporada na semana passada (veja os gols no vídeo abaixo). A atuação foi um dos grandes motivos para o São Paulo recorrer a uma investigação.

Bissoli ficou no São Paulo de 2009 a 2018 e conquistou títulos como o Campeonato Paulista Sub-17, a Copa Ouro Sub-20 e a Copa RS Sub-20.

Globo Esporte

São Paulo e Pumas teriam acertado empréstimo de Iturbe

O primeiro a noticiar sobre a possibilidade entre São Paulo e Juan Iturbe, Rodrigo Fragoso do Esporte Interativo, atualizou a situação nesta quinta-feira (23) e informou que São Paulo e Pumas entraram em um acordo por empréstimo, sem custos, mas com salários pagos integralmente pelo São Paulo.

Iturbe, 26 anos, já rodou o futebol europeu em Porto, Bournemouth, Verona, Roma, Torino, sem grande sucesso, ainda atuou em Cerro Porteño e River Plate no futebol sul-americano, enquanto esteve no México nas últimas temporadas, defendeu Tijuana e Pumas, clube na qual tem contrato atualmente.

O salário de Iturbe seria de 1,5 milhões de dólares por ano, cerca de 125 mil dólares mensalmente, ou seja, R$ 500 mil. O valor de compra em definitivo após empréstimo que seria até o fim de 2020, é de 3 milhões de dólares, na cotação atual daria R$ 12,5 milhões.

Em notícia de 13 de janeiro, o técnico do Pumas revelou que Iturbe seguia treinando no clube, e que seria aproveitado caso ficasse no clube. Mas o clube mexicano busca reforços, um dos nomes é Dinenno, alvo do São Paulo no meio de 2019, e com isso ‘abriria espaço’ para a saída.

SPFC.Net

Jucilei deixará o São Paulo, e Vasco deve contratá-lo por empréstimo

O São Paulo está próximo de acertar o empréstimo do volante Jucilei, de 31 anos, ao Vasco da Gama. Ele deve ficar em São Januário até dezembro deste ano com salários divididos, quase que meio a meio.

A situação é um pouco diferente de outros empréstimos fechados recentemente pelo São Paulo, que vai colaborar com o pagamento dos salários de Hudson no Fluminense e Everton Felipe no Cruzeiro, mas em uma porcentagem bem inferior aos 50%. No caso de Jucilei, o elevado de salários fez com que diversos clubes interessados recuassem, então será preciso arcar com um valor maior.

Mesmo se a negociação com o Vasco não der certo, o que é improvável neste momento, Jucilei não jogará no Morumbi nesta temporada. Outros dois clubes sinalizaram o desejo de levá-lo em moldes semelhantes. O jogador já até perdeu a camisa 8 para Tchê Tchê, que estreou o número contra o Água Santa na rodada inaugural do Paulistão.

Jucilei chegou ao São Paulo em 2017, inicialmente emprestado pelo Shandong Luneng, da China, e foi comprado no início de 2018 por cerca de R$ 5 milhões. O contrato dele vai até o fim de 2021 e liberá-lo era visto como fundamental pela diretoria para que se cumpra a meta de reduzir a folha salarial.

Lance

Fluminense acerta o empréstimo de Hudson até dezembro de 2020

O Fluminense acertou a sua sexta contratação para 2020. O volante Hudson vai defender o Tricolor carioca por empréstimo até o fim do ano. Os salários serão divididos entre os clubes, porém o São Paulo vai arcar com uma pequena parte do valor. O jogador é aguardado no CT Carlos Castilho nesta quinta-feira para realizar exames médicos e assinar o contrato.

O interesse na contratação foi noticiado pelo LANCE! na última segunda-feira e as negociações estavam bastante adiantadas, tanto que o técnico Odair Hellmann chegou a conversar com o atleta, que também estava na mira de outros clubes da Série A. O volante se mostrou bastante empolgado em atuar pela primeira vez no futebol carioca, ainda mais com a grande perspectiva de ter sequência entre os titulares.

Hudson reforça o Fluminense em uma posição que sofreu várias baixas para 2020. Airton deixou o clube após não ter o contrato renovado, Caio Vinícius foi emprestado ao Atlético-GO e Allan ainda não tem o futuro definido, já que está sendo disputado pelo Tricolor e Atlético-MG. Além do volante, o clube também fechou o empréstimo de Henrique, do Cruzeiro.

A temporada passada foi marcada por altos e baixos para Hudson, que inciou o ano como titular, mas acabou perdendo a condição em julho, ainda sob o comando de Cuca. Com Fernando Diniz, que segue no São Paulo, o volante perdeu ainda mais espaço, entrando em campo em apenas quatro jogos, somando 39 minutos.

O Tricolor das Laranjeiras vai ser o 11º clube da carreira de Hudson, que sempre atuou no Brasil. Cria do Santos, o volante defendeu o Santa Cruz, Ituano, Red Bull Brasil, Comercial-SP, Oeste, Brasiliense, Botafogo-SP, Cruzeiro e São Paulo.

Além de Hudson, o Fluminense fechou com Felippe Cardoso, Yago Felipe, Caio Paulista, Henrique e Egídio.

Lance

São Paulo libera Hudson para negociar empréstimo com o Fluminense

Hudson não ficará no São Paulo em 2020. Após terminar a temporada passada no banco de reservas, o volante ganhou aval do Tricolor para buscar novos ares e negocia saída por empréstimo ao Fluminense até o fim do ano.

Em comunicado enviado pela assessoria são-paulina, o atleta de 31 anos foi liberado da reapresentação do time do Morumbi nesta quarta-feira (8) para viajar ao Rio de Janeiro para fechar os últimos detalhes da transferência ao Tricolor das Laranjeiras.

Com contrato até dezembro de 2021 com o São Paulo, Hudson perdeu espaço no time de Fernando Diniz e a saída é uma das medidas encontradas pela diretoria para enxugar a folha salarial. O clube fechou a temporada de 2019 com défict de R$ 180 milhões.

Os agentes de Hudson, o Fluminense e o São Paulo negociam um formato de negócio em que não tenha peso no orçamento de ambos. O Tricolor carioca vive problemas financeiro e busca acordo para bancar apenas parte dos vencimentos do volante para concluir a transferência.

Assim, o elenco do Tricolor passa a contar com Luan, Lizeiro, Tchê Tchê e Jucilei como opções para a função de volante. Ainda há expectativa do jovem Rodrigo Nestor subir após a Copinha e Jucilei ser negociado já que possui sondagens do futebol asiático.

Cria do Santos, Hudson só atuou no futebol brasileiro. Ao longo da carreira, ele defendeu o Santa Cruz, Ituano, Red Bull Brasil, Comercial-SP, Oeste, Brasiliense, Botafogo-SP, Cruzeiro e São Paulo.

Torcedores.com

Brenner volta ao São Paulo em busca de reafirmação na carreira

Formado nas categorias de base do São Paulo, o atacante Brenner está de volta ao Tricolor – pelo menos neste início de temporada. Ainda muito jovem, 19 anos, o jogador estava emprestado ao Fluminense no ano passado e não rendeu dentro de campo aquilo que lhe era esperado. Agora, tenta reconquistar seu espaço no elenco do Tricolor paulista e confirmar o potencial que apresentou durante seus anos de formação em Cotia.

Visto como um fenômeno na base são-paulina, Brenner foi profissionalizado cedo, ainda com 17 anos por ninguém menos do que Rogério Ceni. Em suas duas primeiras temporadas no time principal do Tricolor foram 25 jogos e três gols anotados, dois deles contra o rival Corinthians. A pressão por resultados, a má fase do São Paulo e a falta de amadurecimento do jogador foram determinantes para que o atacante ficasse encostado no CT da Barra Funda.

Sem corresponder, Brenner foi convidado a voltar a jogar pela base, mas somente quando não fosse relacionado para as partidas do profissional. O jogador não aceitou, entendeu como um retrocesso, e perdeu mais espaço ainda. Foi emprestado ao Fluminense, chegou a ter uma pequena sequência de jogos com Fernando Diniz, mas não deslanchou por lá. Nas Laranjeiras, foram seis partidas sem nem um gol sequer.

De volta ao São Paulo – o jogador se apresenta na próxima segunda, dia 6, para o início da pré-temporada -, Brenner vai em busca de seu espaço no elenco, justamente no setor onde a comissão técnica e a diretoria têm mais dúvidas. Vale lembrar que o Tricolor encerrou a temporada passada com seu pior desempenho ofensivo da história, ao registrar média de apenas 0,93 gols por partida após 60 jogos oficiais.

Ainda não há uma convicção dentro do clube se o atleta continuará no São Paulo, com quem tem contrato por toda a temporada 2020. A permanência do jovem atacante no Tricolor, com quem tem contrato até setembro de 2022,  depende muito de seu desempenho nos primeiros meses da temporada, quando a equipe tem pela frente o Paulistão e a Copa Libertadores.

Lance

SPFC estuda retorno de Tréllez e Gómez, que têm propostas para deixar clube

O São Paulo dá andamento ao seu planejamento para 2020 no mercado da bola. Em um momento turbulento em suas finanças e com um elenco de qualidade na visão do departamento de futebol, o clube deve reduzir o investimento em reforços. Por isso, uma possibilidade estudada é o retorno de jogadores que estão emprestados para outras equipes. Dois nomes analisados internamente são os do colombiano Santiago Tréllez e do argentino Jonatan Gómez.

O São Paulo dá andamento ao seu planejamento para 2020 no mercado da bola. Em um momento turbulento em suas finanças e com um elenco de qualidade na visão do departamento de futebol, o clube deve reduzir o investimento em reforços. Por isso, uma possibilidade estudada é o retorno de jogadores que estão emprestados para outras equipes. Dois nomes analisados internamente são os do colombiano Santiago Tréllez e do argentino Jonatan Gómez.

A princípio, a dupla se reapresenta junto com o restante do time em janeiro, no CT da Barra Funda. O colombiano estava no Internacional, que não se esforçou para renovar o vínculo —dá para dizer que ele foi um dos jogadores mais criticados pela torcida colorada neste ano. No Morumbi, o atacante é considerado como uma opção para reforçar o sistema ofensivo, que teve performance muito aquém do esperado em 2019. Além disso, com a saída de Raniel para o Santos, o retorno do estrangeiro ganhou força.

O jogador, que tem contrato com o São Paulo até 31 de dezembro de 2021, tem um salário considerado dentro dos padrões do clube (R$ 233 mil na carteira). No Internacional, ele disputou 13 partidas e não chegou a balançar as redes. Durante a temporada, quando Cuca era o treinador, chegou-se até a cogitar o retorno dele ao Morumbi, mas a ideia não andou, e Raniel acabou contratado para o setor.

O colombiano foi contratado pelo São Paulo em 2018, por R$ 6 milhões. Ele defendeu o Tricolor paulista em 39 oportunidades e marcou seis gols. Durante o período de empréstimo, o Internacional ficou responsável por arcar com os vencimentos do atacante. Apesar de não embalar no Colorado, ele recebeu propostas de outros clubes, como de uma equipe do México.

Já Gómez tem acordo com o São Paulo somente até a metade do próximo ano. O argentino foi um dos destaques positivos do CSA nesta temporada, com 26 partidas disputadas e cinco gols anotados. A equipe alagoana demonstrou o desejo de manter o jogador, de 29 anos, no elenco, mas não conseguiu avançar na negociação.

O argentino recebe um salário também dentro da média dos padrões do clube (R$ 150 mil na carteira). Até mesmo pelo bom desempenho em 2019, ele tem ofertas de clubes do México, do Brasil e do Guaraní (do Paraguai e já classificado para a Libertadores). O jogador, então no Santa Fé, da Colômbia, chegou com a indicação de Rogério Ceni em 2017, por 800 mil dólares. Antes de defender o CSA, ele foi emprestado para o Al-Fayha, da Arábia Saudita.

UOL

São Paulo encaminha empréstimo do volante Willian Farias ao Sport

O São Paulo encaminhou nesta segunda-feira o empréstimo do volante Willian Farias ao Sport. Pouco utilizado desde a sua chegada ao Morumbi, no início deste ano, o jogador espera ter mais chances na equipe pernambucana. A negociação deve ser concluída em breve, pois é considerada avançada.

Com contrato com o Tricolor até o fim de 2019, ele será emprestado até dezembro e deverá assinar por mais uma temporada com o Leão da Ilha, ou seja, será vantajoso pra o atleta, tanto em termos esportivos, quanto financeiros, já que garantirá contrato para 2020. O time de Pernambuco arcará com todo o salário do atleta durante o período de empréstimo.

Willian foi contratado em janeiro de 2019 pelo São Paulo, que nada pagou ao Vitória ou em comissão para o jogador e seus agentes. Ele também aceitou receber menos no Morumbi do que em Salvador. Por isso, o Tricolor não colocará empecilhos em sua saída para jogar com mais frequência.

Willian fez apenas sete partidas pelo São Paulo, sendo quatro como titular. Seus concorrentes na posição são Luan, Tchê Tchê, Hudson e Liziero. A última vez que entrou em campo foi na vitória sobre o Athletico-PR, por 1 a 0, fora de casa, em 21 de agosto, quando atuou por 15 minutos. Apesar de ser pouco aproveitado, Willian é elogiado no clube por seu comportamento no dia a dia.

Lance

São Paulo encaminha empréstimo de Everton Felipe para o Athletico-PR até o final do ano

São Paulo encaminhou o empréstimo de Everton Felipe para o Athletico-PR até o final do ano com opção de compra estipulada

em contrato. O jogador viaja nesta sexta-feira para definir os últimos detalhes.

Sem espaço com o técnico Cuca, Everton Felipe entrou no último jogo, na derrota contra o Vasco, depois de pouco mais de dois meses sem realizar uma partida com a camisa do São Paulo.

O jogador de 22 anos foi contratado no ano passado em uma troca com o Sport envolvendo o atacante Morato. Everton Felipe tem vínculo com o Tricolor até fim de 2022.

Globo Esporte

São Paulo recusa proposta de empréstimo por Igor Gomes

São Paulo recusou uma proposta de empréstimo com opção de compra pelo meia Igor Gomes. O clube, no entanto, não foi revelado. A informação foi divulgada pela BandNews FM e confirmada pelo GloboEsporte.com.

O empresário do jogador, Wagner Ribeiro, esteve presente no CT da Barra Funda nesta quarta-feira ao lado do pai do jogador para acomp

anhar o jogo-treino entre o Tricolor e o Nacional-SP (assista aos gols no vídeo acima).

Igor Gomes participou praticamente da atividade inteira nesta quarta e quase fez um gol após receber um passe na entrada da área e chutar na trave.

Wagner Ribeiro (esq.) assiste ao jogo-treino do São Paulo ao lado do pai de Igor Gomes — Foto: Marcelo HazanWagner Ribeiro (esq.) assiste ao jogo-treino do São Paulo ao lado do pai de Igor Gomes — Foto: Marcelo Hazan

Wagner Ribeiro (esq.) assiste ao jogo-treino do São Paulo ao lado do pai de Igor Gomes — Foto: Marcelo Hazan

 

Revelado pelas categorias de base do São Paulo, Igor Gomes foi um dos principais jogadores na reta final do Campeonato Paulista. Com as lesões de Hernanes, ele foi o substituto e ficou em evidência.

No Brasileirão, no entanto, o meia não teve tanto destaque, iniciando a maioria dos jogos no banco de reservas. Geralmente ele entra no decorrer das partidas.

Em declarações recentes, a diretoria do São Paulo afirmou que os jogadores revelados em Cotia não seriam vendidos por um valor menor do que a multa rescisória. No caso de Igor Gomes, um empréstimo não seria o melhor dos negócios.

No início de julho, o São Paulo disse ter recusado uma proposta de 20 milhões de euros (R$ 85 milhões) pelo atacante Antony. O nome do clube não foi divulgado, mas seria o Manchester City, da Inglaterra. Poucos dias depois, o Tricolor anunciou a renovação de contrato do jogador até 2024.

Cuquinha conversa com Igor Gomes em treino do São Paulo — Foto: Marcelo HazanCuquinha conversa com Igor Gomes em treino do São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

Cuquinha conversa com Igor Gomes em treino do São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

Globo Esporte

São Paulo não reintegra Júnior Tavares e analisa ofertas por ele

O lateral-esquerdo Júnior Tavares não será integrado ao elenco do São Paulo após retornar de empréstimo à Sampdoria, onde disputou apenas três partidas ao longo do último ano. O jogador de 22 anos não faz parte dos planos da comissão técnica e está liberado de qualquer atividade no clube enquanto busca um novo destino.

?Algumas propostas já apareceram e estão sendo analisadas. A prioridade do jogador é permanecer fora do país. Como ele praticamente não conseguiu atuar no futebol italiano, é improvável que algum dos clubes interessados queira comprá-lo agora. A tendência é de um novo empréstimo com valor fixado.

O caso dele é diferente do de Lucas Fernandes. De volta do Portimonense, o meia ainda pode sair caso alguma proposta apareça, mas será utilizado por Cuca caso permaneça. Inclusive, apareceu no gramado durante o treino desta quarta.

?Júnior Tavares começou a se destacar na base do São Paulo em 2016. Ele já havia atuado como profissional do Grêmio, mas o Tricolor Paulista o contratou inicialmente para compor a equipe sub-20. Promovido por Rogério Ceni no início de 2017, teve um bom começo de ano e chegou a ser titular absoluto. Depois, perdeu espaço para Edimar no segundo semestre e ainda mais em 2018, quando Reinaldo retornou de empréstimo. Em julho, partiu rumo à Sampdoria. Ele tem contrato até o fim de 2021.

São Paulo quer empréstimo de R$ 37mi para quitar pendências até com atletas

O São Paulo convocou para a próxima terça-feira uma reunião do Conselho Deliberativo para aprovação de empréstimos bancários que totalizam R$ 37 milhões. A justificativa dada internamente é de que o clube precisa do dinheiro para zerar uma série de dívidas, inclusive com o elenco.

Os atletas que têm parte de seus salários pagos em direitos de imagem não recebem há quatro meses – a informação sobre essa pendência foi publicada nesta segunda-feira pelo Uol e confirmada pelo Blog.

“Os jogadores estão fazendo a maior pressão para receber e querem emitir as notas, mas o clube alega que não tem dinheiro”, explica o empresário de um dos atletas afetados pela crise financeira são-paulina. “Essa pendência está atrapalhando no dia a dia”, acrescenta.

As eliminações precoces na Libertadores e na Copa do Brasil – o São Paulo caiu no primeiro mata-mata das duas competições – e os gastos altos com reforços detonaram as finanças do clube. Para piorar, um fundo criado recentemente para captar dinheiro não engrenou, obrigando Leco a trabalhar com a ideia de pegar dinheiro emprestado.

Aprova? Vários conselheiros do São Paulo estão se mobilizando, via WhatsApp, para votar contra a aprovação dos empréstimos. “Não faz o menor sentido aceitarmos que o São Paulo pegue dinheiro no banco só para aumentar a dívida. Ainda mais porque a atual administração já mostrou que não sabe cuidar do dinheiro do clube”, avalia Denis Ormord, um dos conselheiros mais combativos à gestão de Leco.

Pelo segundo ano seguido, em seu planejamento orçamentário, o São Paulo estipulou a necessidade de faturar R$ 120 milhões com vendas de jogadores. O valor é extremamente alto na comparação com os demais clubes brasileiros. Por mais que negue, é bem provável que Leco tenha de vender alguma das promessas reveladas em Cotia.

 

Fonte: Blog do Jorge Nicola

São Paulo encaminha empréstimo de zagueiro Rodrigo para time de Portugal

O São Paulo tem encaminhado o empréstimo do zagueiro Rodrigo, revelado na base do clube, para o Portimonense, de Portugal. Segundo apurou o UOL Esporte, o negócio ainda não está fechado, mas perto de um desfecho positivo. O acordo seria de um ano, válido até a metade de 2020.

Rodrigo tem 21 anos e foi promovido aos profissionais em 2018, mas praticamente não teve chances na equipe principal. Ele jogou apenas uma partida, em 3 de fevereiro deste ano, contra o São Bento, pelo Campeonato Paulista, quando o São Paulo escalou um time reserva.

Se confirmada a saída de Rodrigo, o técnico Cuca fica, por enquanto, com seis opções para a zaga: Arboleda, Bruno Alves, Anderson Martins, Walce, Morato e Lucas Kal.
C
O São Paulo tem reformulado seu elenco neste meio de temporada. O lateral Bruno Peres, o volante Jucilei e o meia Nenê foram liberados dos treinos para procurarem outros clubes, enquanto o atacante Biro Biro teve o contrato rescindido.

Fonte: UOL