Morumbi é pichado após eliminação do São Paulo na Copa do Brasil

O Morumbi amanheceu pichado após a eliminação do São Paulo diante do Bahia nas oitavas de final da Copa do Brasil. O principal alvo do protesto, mais uma vez, foi o presidente Leco.

“Fora Leco”, “Leco c… pede demissão”, “Nenê pede pra sair”, “acabou a paciência”, “acabou a paz”, “joga por amor ou por terror” e “muito respeito com a camisa tricolor” foram as frases escritas tanto na parede do estádio quanto em estruturas metálicas provisórias que estão sendo usadas para ajustes pré-Copa América.

As pichações foram apagadas logo cedo, mas as imagens já estavam circulando em grupos de WhatsApp.

O São Paulo só voltará ao seu estádio após a Copa América. No domingo, às 16h, o Pacaembu receberá a partida contra o Cruzeiro.

 

Fonte: Lance

Anúncios

Brasileirão é última saída do São Paulo para salvar o ano

O São Paulo sofreu mais uma eliminação frustrante em 2019 nesta quarta-feira ao perder para o Bahia por 1 a 0 na Arena Fonte Nova, em Salvador, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Sem erguer um troféu desde 2012, quando faturou a Copa Sul-Americana, o Tricolor agora vê o Campeonato Brasileiro como a última chance de salvar a temporada.

A primeira grande decepção do São Paulo neste ano aconteceu ainda em fevereiro, quando o time foi eliminado precocemente da Copa Libertadores, na segunda fase preliminar, para o modesto Talleres, da Argentina, que venceu na ida por 2 a 0 e empatou sem gols no Morumbi.

Pouco tempo depois, já sem André Jardine no comando, o São Paulo surpreendeu no Campeonato Paulista. Tratado como zebra até mesmo nas quartas de final contra o Ituano, o time liderado pela garotada revelada em Cotia avançou à semifinal e conseguiu, surpreendentemente, chegar até a decisão eliminando o todo poderoso Palmeiras, já com Cuca no banco de reservas na partida de volta, em pleno Allianz Parque.

Mas, na final contra o Corinthians, levou a melhor o time que estava mais preparado para erguer o troféu. Ainda que o título do Timão tenha vindo somente aos 44 minutos do segundo tempo graças ao bonito gol de Vagner Love, o São Paulo não deu qualquer sinal em Itaquera de que poderia botar água no chope dos mais de 40 mil corintianos no estádio, exceto no gol de Antony, no último lance do primeiro tempo.

Com apenas duas competições para disputar até o fim do ano, o São Paulo tratava a Copa do Brasil como uma ótima oportunidade de se garantir diretamente na fase de grupos da Libertadores de 2020 e, de quebra, acabar com o seu longo e incômodo jejum de títulos, mas Cuca e seus comandados não foram capazes de passar sequer da primeira fase que disputaram na competição, as oitavas de final, e acabaram colecionando mais um vexame da história recente tricolor.

Agora, como o próprio Raí, diretor de futebol do São Paulo, disse, a necessidade de ganhar o Campeonato Brasileiro é ainda maior. O dirigente só esqueceu que a competição por pontos corridos é justamente a mais difícil, principalmente para uma equipe que mostra a cada compromisso estar muito distante de brigar de igual para igual com qualquer adversário no cenário nacional.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

“Temos que melhorar muito”, diz Bruno Alves, consternado com eliminação

Um dos líderes do elenco do São Paulo, Bruno Alves saiu de campo consternado com a eliminação de sua equipe da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, ao perder novamente para o Bahia por 1 a 0, desta vez graças ao gol de Ernando, aos oito minutos do primeiro tempo, e falou sobre a evidente necessidade de melhora no Tricolor.

“Difícil, né? Um jogo aberto desde o início, eles tinham só o contra-ataque novamente. Acho que numa decisão o time teve oscilação em alguns jogos e agora é levantar a cabeça, porque o ano tem mais jogos. Temos que melhorar muito”, afirmou Bruno Alves à TV Globo.

Nesta quarta-feira o São Paulo voltou a exibir o futebol ineficiente mostrado nos últimos compromissos e mais uma vez foi refém da disciplina tática e contra-ataque letal do Bahia, que não decepcionou os mais de 30 mil torcedores que comparecem à Arena Fonte Nova.

Apostando em Helinho na vaga de Alexandre Pato, que iniciou no banco, o técnico Cuca novamente não conseguiu fazer sua equipe ser criativa. Antony, liberado para defender a Seleção Brasileira sub-23, foi um nome que fez falta em Salvador, embora o jovem também não tenha feito a diferença nos últimos jogos do São Paulo.

Agora, o Tricolor volta o foco no Campeonato Brasileiro, a única competição que terá para disputar até o final do ano. No próximo domingo, os comandados de Cuca recebem o Cruzeiro, às 16h (de Brasília), no estádio do Morumbi.

 

Fonte: ESPN

São Paulo pode ter mudança tática para tentar evitar eliminação na Libertadores

O volante Hudson foi expulso na derrota do São Paulo por 2 a 0 para o Talleres, na noite da última quarta-feira, na Argentina, e está fora do jogo de volta pela segunda fase da Conmebol Libertadores, no dia 13, no Morumbi. O camisa 25 levou dois cartões amarelos durante o segundo tempo por faltas duras em Pochettino e Palacios. Pouco depois da expulsão, o Tricolor sofreu o segundo gol, em bela jogada e chute de Pochettino, aos 41 minutos da etapa final.

O substituto natural de Hudson é Liziero. O problema é que o jovem volante ainda se recupera de um entorse no tornozelo direito que o tirou das últimas duas partidas e é dúvida para o duelo de volta, na próxima quarta-feira.

Já Luan retorna após o último jogo da Seleção Brasileira sub-20 no Campeonato Sul-Americano do Chile, no próximo domingo, ficando novamente à disposição. Só que ele tem as mesmas características de Jucilei, não de Hudson ou Liziero. E Willian Farias, que também é primeiro volante, não é o substituto ideal.

Como o São Paulo precisará atacar para reverter o placar, há a possibilidade de o técnico André Jardine mudar o esquema tático, caso Liziero não se recupere a tempo. Em um possível 4-1-4-1, o Tricolor jogaria com quatro meias atrás de Pablo.

Três deles seriam Hernanes, Nenê e Everton, que dificilmente sairão do time, apesar da atuação discreta em Córdoba. Os dois primeiros jogariam mais centralizados, enquanto o terceiro seguiria aberto na esquerda.

A outra vaga, destinada ao ponta direita, pode ser preenchida por Antony, Helinho ou Biro Biro, que está recuperado de problemas gástricos. Gonzalo Carneiro, que foi bem contra o São Bento, sabe jogar fora da área e surge como opção.

Para se classificar à terceira fase da Libertadores, o São Paulo precisa vencer o jogo de volta por três gols de diferença. Caso devolva o 2 a 0, a vaga será definida nos pênaltis. Se sofrer um gol, precisará marcar outros quatro para avançar na competição.

 

Fonte: Fox Sports

‘Por dentro estou acabado’, confessa Reinaldo após queda do São Paulo

Dono da lateral esquerda do São Paulo e um dos jogadores do atual elenco com maior representatividade entre os torcedores, Reinaldo deixou Santa Fé, na Argentina, demonstrando extrema chateação pela eliminação do Tricolor da Copa Sul-Americana, perante o Colón.


– Sentimos muito. Não só alguns jogadores, mas todos, sentem uma eliminação assim. A gente queria seguir na Sul-Americana. Eu estou aqui falando com vocês (jornalistas), mas por dentro estou acabado, não queria ser eliminado, queria ser campeão. Eu estou bastante chateado por dentro, mas procuro me manter firme, cabeça erguida, para não afetar os outros jogadores. Agora é levantar a cabeça e foco total no Brasileiro – confessou o atleta em entrevista para a Fox Sports.

O São Paulo teve muito trabalho diante do Colón. Mesmo depois de um jogo duro, a equipe da capital paulista conseguiu reverter a derrota no Morumbi, por 1 a 0, e levou o confronto para a disputa das penalidades. O zagueiro Bruno Alves parou nos pés do goleiro Burián e o Tricolor, mais uma vez, foi eliminado da competição continental.

– O professor pede para todo mundo bater depois do treino. Todos que bateram sempre vão bem. Infelizmente o Bruno errou, mas eu gosto do pênalti dele. Ele bateu contra o Corinthians e fez. Hoje (quinta), ele bateu bem também, só que o goleiro deixou o pé e conseguiu fazer a defesa.

Com a eliminação na segunda fase da Copa Sul-Americana, o São Paulo agora disputa apenas o Campeonato Brasileiro. O Tricolor é o líder da competição e tem mais 20 jogos na temporada para manter a ponta e confirmar mais um título, algo que não consegue desde 2012.

Embora chateado, Reinaldo comentou sobre a sequência da equipe na temporada. O lateral, inclusive, já projetou o jogo do próximo domingo, contra a Chapecoense, no Morumbi. Em caso de vitória, o Tricolor ficará com o Osmar Santos, prêmio oferecido pelo LANCE! ao campeão do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

– Cada jogo é uma final, independentemente de contra quem seja. Agora é a Chapecoense em casa. É mais uma final do Brasileiro e tenho certeza que nossa equipe está focada. Veio aqui, fez uma excelente partida, e infelizmente foi eliminada nos pênaltis. Agora é pensar na Chapecoense, um jogo importante em casa, e seguir firme – finalizou o camisa 14 do Tricolor.

 

Lance