Fernando Diniz mexe no SP para definir quem será o substituto de Pablo; veja a escalação

Fernando Diniz usou os últimos dias de treinamento para definir quem será o substituto de Pablo no ataque do São Paulo. O atacante recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática nesta rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor paulista enfrenta o Ceará amanhã (24), em Fortaleza, no Castelão, a partir das 19h.

Uma opção estudada é manter Daniel Alves no sistema ofensivo, mesmo com o retorno de Antony. Desta maneira, o espanhol Juanfran seria escalado na lateral direita.

Time provável
Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei, Tchê Tchê e Igor Gomes; Daniel Alves, Vítor Bueno e Antony.

Principais dúvidas
Sem contar com Pablo, Diniz pode adiantar Daniel Alves para o ataque. Desta maneira, Juanfran deve ser mantido na lateral direita. Outra possibilidade seria escalar Toró, Alexandre Pato ou Raniel no lugar de Pablo e Daniel Alves voltar para a lateral.

Suspenso e pendurados

Pablo está suspenso com o terceiro cartão amarelo. O time tem como pendurados: Bruno Alves, Alexandre Pato, Tchê Tchê, Liziero, Anderson Martins e Raniel.

Lesionados
Everton (ligamento do joelho) e Joao Rojas (cirurgia no joelho) seguem machucados e estão fora.

UOL

Anúncios

Daniel Alves: São Paulo precisa definir padrão de jogo para evoluir

O São Paulo ficou apenas no empate com o CSA neste sábado e chegou ao quarto jogo sem vencer no Campeonato Brasileiro. Para Daniel Alves, o caminho para reencontrar o caminho dos triunfos passa pela consolidação de um modelo de jogo. Dessa vez, o camisa 10 atuou na lateral-direita pela primeira vez com a camisa Tricolor.

“A gente tem que ter um padrão de jogo, definir e ir até o final confiando que aquele padrão é o melhor. Porque se ficarmos mudando de padrão em função dos debates que se estão gerando, a gente nunca vai conseguir ter uma sequência”, afirmou o jogador.

Apesar da fase negativa, Daniel Alves ressaltou a necessidade de não realizar análises fatalistas sobre a equipe, citando o exemplo o Flamengo como exemplo de evolução.

“A gente é consciente e entende o desconforto do torcedor. Trabalhamos sempre pela vitória, pelos três pontos. Mas precisamos ser estáveis naquilo que a gente quer. Porque se olha para trás, quando o Flamengo foi eliminado da Copa do Brasil, estava todo mundo dizendo que ‘nem Jesus salva’. Agora, o Flamengo é campeão de turno, entrega o título para o Flamengo… Não, a gente que é do futebol sabe que muitas coisas vão acontecer até o final do ano”, completou o lateral.

Mesmo atuando em sua posição de origem, Daniel Alves não teve atuação de destaque, sendo pouco efetivo no ataque. Além disso, o gol do CSA foi construído nas costas do lateral.

Com o empate, o São Paulo encerrou o primeiro turno na quinta colocação, com 32 pontos somados. Na próxima rodada, a equipe visita o Botafogo, no sábado que vem, às 11h.

Gazeta Esportiva