Raí diz em reunião que São Paulo precisa vender e não contratar jogador

Em clima ameno, o São Paulo teve a reunião do Conselho Deliberativo nesta noite. Executivo de futebol do clube, Raí participou do encontro e falou sobre o momento do departamento. Os integrantes do órgão questionaram sobre o time e a atuação do Tricolor paulista no mercado da bola na última janela de transferência. O dirigente deixou claro que a equipe do Morumbi vive um momento em que é preciso vender e não contratar atletas.

Até mesmo como reflexo de o São Paulo ter fechado 2019 com um déficit de R$ 180 milhões e por considerar boa a qualidade do elenco, as novidades para 2020 ficaram por conta das renovações do goleiro Tiago Volpi e do lateral direito Igor Vinícius e do retorno de Tréllez. Por outro lado, o Tricolor paulista não negociou o atacante Antony, que despertou o interesse de equipes da Europa.

Ainda durante a reunião desta noite, foi colocado em discussão a ampliação do contrato de patrocínio da Urbano. O acordo foi aprovado e será válido até o fim deste ano. A empresa vai estampar a sua marca nos uniformes dos times profissionais de futebol masculino e feminino e na equipe de basquete. O Tricolor vai receber R$ 2 milhões.

O São Paulo vai jogar neste sábado, no Morumbi, contra o Corinthians, pelo Campeonato Paulista. Após a derrota para o Santo André, a equipe ocupa a terceira colocação no Grupo C do estadual.

UOL

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.