Futebol Home São Paulo Times

Ultrapassados? Técnico do São Paulo defende técnicos brasileiros, mas evita rebater Jorge Jesus

Cuca prefere não entrar em debate, mas deixa clara sua opinião de que os treinadores brasileiros não são ultrapassados. Questionado sobre uma declaração do português Jorge Jesus nesta linha, o técnico do São Paulo contemporiza a polêmica.

“As coisas têm de ser divididas: seria muito fácil rebater o que ele falou, mas a gente tem que separar as coisas. Esta entrevista que ele deu foi lá na Arábia, no ano passado, que só saiu agora”, começou Cuca na manhã de hoje, na coletiva que concedeu após o primeiro treino do São Paulo no dia.

Em longa resposta, o técnico tricolor sugeriu que o próprio Jorge Jesus seja questionado sobre o assunto para ter a oportunidade de mudar ou não de opinião. “Ele poderia dizer se teve dificuldade com algum time, se os treinadores estão ultrapassados; seria uma maneira melhor de se falar”, opinou.

Cuca não quis entrar em polêmica e falou sobriamente sobre o assunto por alguns minutos, até elogiando Jesus em alguns momentos. “Pelo que eu vi dele, é um cara que tem ética profissional, tem respeito”, afirmou, sem deixar de defender a classe.

“Acho muito raro que ele venha a falar isso hoje, o sentimento hoje não seria esse. Lógico que temos muito a evoluir, todos nós técnicos brasileiros. É uma que questão que eu prefiro ficar fora, mas não me sinto de forma alguma ultrapassado”, diz o são-paulino, argumentando que “não tem diferença” entre os treinamentos dos times brasileiros e estrangeiros.

A declaração de Jorge Jesus, no entanto, não parece um insulto. Em entrevista publicada na revista francesa So foot, ele diz que “o treinador brasileiro já foi um pouco ultrapassado em tudo o que diz respeito ao treinamento”, tratando da situação no passado. “Porque sempre tiveram grandes jogadores que resolvem os problemas táticos sozinhos. Os treinadores não foram obrigados a pensar e criar ideias coletivas, e acabaram sendo ultrapassados. Agora está começando a mudar”, opinou na ocasião.

Flamengo tem “um baita de um time”

O líder do Campeonato Brasileiro vive boa fase não só por causa de seu treinador, entende Cuca. “Vejo que o Jorge Jesus tem um baita de um time, por mérito dele mas por muito mérito do Flamengo em geral. Se você for ver, os 11 que jogam são nível de seleção”, considera, dizendo que “tira o chapéu” não só para Jesus, mas para o Flamengo como um todo.

UOL

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.