Futebol Home São Paulo Times

Técnico da Bolívia reclama de estrutura do CT do São Paulo; Tricolor afirma que situação foi avisada

Seleção da Bolívia treina no CT do São Paulo e se irrita com utilização de vestiário menor; SPFC treinava no mesmo horário

Na década passada, o Centro de Concentração e Treinamento Frederico Antônio Germano Menzen, popularmente chamado de CT da Barra Funda, era mundialmente reconhecido por suas boas instalações. Nos últimos anos, porém, a estrutura do local, de acordo com muitos, caiu. Hoje, o CT do São Paulo colecionou mais uma crítica. Agora, por parte da seleção da Bolívia de futebol.

A seleção andina foi treinar no CT do São Paulo, afinal. Por conta das atividades da equipe tricolor, teve que usar um vestiário que não era o principal. A celeuma, então, estava criada. Com espaço menor, itens como chuteiras e caneleiras dos jogadores ficaram para fora do espaço. O técnico da Bolívia, Eduardo Villegas, ficou deveras pistola com a situação, afirmam repórteres que presenciaram a cena. De acordo com a delegação, os bolivianos queriam os espaços que foram vistoriados no mês de março.

Nesse momento, entram em ação as assessorias de imprensa. A da seleção boliviana, assim que acabou o treino, contemporizou o fato. Já a do Tricolor informou que os representantes da Bolívia sabiam que o SPFC treinaria no local. Por sinal, os tricolores, aliás, adiantaram a viagem para Belo Horizonte para deixar os visitantes à vontade. A partir de amanhã, o CT do São Paulo estará livre porque o elenco viajar para enfrentar o Atlético-MG no estádio Raimundo Sampaio, popularmente conhecido como Independência.

Copa América

A Bolívia estreia na Copa América contra o Brasil, nesta sexta-feira (14). Depois, enfrenta o Peru na terça-feira (18). Por fim, encerra sua participação na fase de grupos do certame no sábado (22), ante a Venezuela. Todas as pelejas são válidas pelo Grupo A.

 

Fonte: Torcedores.com

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.