Futebol Home São Paulo Times

Brasileirão é última saída do São Paulo para salvar o ano

O São Paulo sofreu mais uma eliminação frustrante em 2019 nesta quarta-feira ao perder para o Bahia por 1 a 0 na Arena Fonte Nova, em Salvador, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Sem erguer um troféu desde 2012, quando faturou a Copa Sul-Americana, o Tricolor agora vê o Campeonato Brasileiro como a última chance de salvar a temporada.

A primeira grande decepção do São Paulo neste ano aconteceu ainda em fevereiro, quando o time foi eliminado precocemente da Copa Libertadores, na segunda fase preliminar, para o modesto Talleres, da Argentina, que venceu na ida por 2 a 0 e empatou sem gols no Morumbi.

Pouco tempo depois, já sem André Jardine no comando, o São Paulo surpreendeu no Campeonato Paulista. Tratado como zebra até mesmo nas quartas de final contra o Ituano, o time liderado pela garotada revelada em Cotia avançou à semifinal e conseguiu, surpreendentemente, chegar até a decisão eliminando o todo poderoso Palmeiras, já com Cuca no banco de reservas na partida de volta, em pleno Allianz Parque.

Mas, na final contra o Corinthians, levou a melhor o time que estava mais preparado para erguer o troféu. Ainda que o título do Timão tenha vindo somente aos 44 minutos do segundo tempo graças ao bonito gol de Vagner Love, o São Paulo não deu qualquer sinal em Itaquera de que poderia botar água no chope dos mais de 40 mil corintianos no estádio, exceto no gol de Antony, no último lance do primeiro tempo.

Com apenas duas competições para disputar até o fim do ano, o São Paulo tratava a Copa do Brasil como uma ótima oportunidade de se garantir diretamente na fase de grupos da Libertadores de 2020 e, de quebra, acabar com o seu longo e incômodo jejum de títulos, mas Cuca e seus comandados não foram capazes de passar sequer da primeira fase que disputaram na competição, as oitavas de final, e acabaram colecionando mais um vexame da história recente tricolor.

Agora, como o próprio Raí, diretor de futebol do São Paulo, disse, a necessidade de ganhar o Campeonato Brasileiro é ainda maior. O dirigente só esqueceu que a competição por pontos corridos é justamente a mais difícil, principalmente para uma equipe que mostra a cada compromisso estar muito distante de brigar de igual para igual com qualquer adversário no cenário nacional.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.