Raí, Lugano e gerente sofrem cobrança dura por crise e negociações

O executivo de futebol, Raí, o superintendente de relações institucionais, Diego Lugano, e o gerente-executivo, Alexandre Pássaro, participaram da reunião do Conselho de Administração do clube na última segunda-feira à noite. O encontro durou cerca de quatro horas e os dirigentes foram cobrados de maneira mais dura.

Além do momento ruim do time no Campeonato Paulista, estiveram na pauta as recentes transações envolvendo jogadores do Tricolor.

Casos como os de Diego Souza e de Militão serviram de base para que o trio fosse questionado. Na visão de alguns integrantes do conselho, o São Paulo perdeu a oportunidade de reforçar ainda mais o seu caixa com essas negociações.

Fonte: UOL

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.