Futebol Home São Paulo Times

Dinamo de Kiev estabelece preço para vender Tchê-Tchê ao São Paulo

Desde que Cuca foi anunciado no São Paulo, o primeiro reforço solicitado pelo novo treinador foi Tchê-Tchê, ex-Palmeiras. O volante está encostado no Dinamo de Kiev, da Ucrânia e, nessa situação, o clube paulista enxerga uma chance de tê-lo nessa temporada. O jornalista Eduardo Affonso, da ESPN, informou que o time ucraniano definiu valores para vender o jogador.

Segundo o jornalista, o Dinamo não aceita emprestar Tchê-Tchê e pediu 5 milhões de euros (R$ 21,7 milhões) para negociar o volante para o São Paulo. Sem muito dinheiro em caixa, a diretoria são-paulina sabe que encontrará dificuldades para trazer o atleta em definitivo e já avisou todos os entraves do negócio ao técnico Cuca. Na visão do comandante, o jogador chegaria para ocupar a vaga de segundo volante e seria titular absoluto da equipe.

Apesar dos valores considerados elevados pela diretoria, Tchê-Tchê continua sendo tentado pelo clube paulista. A ideia do “Soberano” é tentar convencer o Dinamo a liberá-lo pela insistência. O salário do atleta não seria um empecilho no negócio, já que com a saída de Diego Souza para o Botafogo, a folha salarial deu um alívio em cerca de R$ 650 mil.

Agora Tricolor@agoratricolor

O São Paulo precisa de 4 reforços, 2 pontas rápido, ideal: Keno e Roger Guedes, volancia, Tchê Tchê, um lateral e mais um meia top, fecha!

85 pessoas estão falando sobre isso

Roger Guedes mais longe

O São Paulo sonhou com a contratação do atacante Roger Guedes, do Shandong Luneng, da China. O artilheiro também trabalhou com o técnico Cuca no Palmeiras e foi um dos nomes cogitados. No entanto, o salário do jogador, que recebe R$ 1,2 milhão mensais no futebol chinês, e a dificuldade de conseguir um empréstimo até o final do ano, fizeram o Tricolor desistir, por ora, do negócio.

 

Fonte: 90min

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.