São Paulo empata com Ferroviária e perde chance de embalar antes do clássico

O São Paulo ficou apenas no empate por 1 a 1 com a Ferroviária na noite de hoje (9), no Estádio do Pacaembu, e desperdiçou a chance de embalar no Campeonato Paulista. Léo Artur abriu o placar para os visitantes com um golaço, e a equipe de Vagner Mancini empatou por meio do talento de Hernanes.

A equipe do interior começou em cima, abriu o placar e obrigou o comandante são-paulino mexer no time e trocar a formação ainda no primeiro. O Tricolor aos poucos foi se organizando e encontrou o empate no começo da etapa final, quando dominou o adversário. A trave, mais de uma vez, e a falta de sorte impediram a virada.

Desta forma, o São Paulo vai aos 14 pontos e iguala o Ituano no grupo D, que venceu na rodada e assegura a liderança por ter maior saldo de gols (5 a 4). Na próxima rodada, no mesmo Pacaembu, o Tricolor recebe o rival Palmeiras. Apesar da mudança no local, a partida permanece no sábado (16), às 16h30 (de Brasília).

O MELHOR: HERNANES COMANDA SÃO PAULO NO 2º TEMPO

O segundo tempo foi bem mais animador. A equipe do Morumbi controlou as ações e teve mais de uma chance de virar a partida. Muito desse mérito precisa ser dado a Hernanes, que fez um gol no puro talento e comandou as ações ofensivas. Além disso, foi o responsável pelas bolas paradas. Em uma delas, já perto do fim, o zagueiro da Ferroviária tentou desviar e acertou a própria trave.

O PIOR: BRUNO ALVES LEVA BOLA NAS COSTAS

O zagueiro do São Paulo viu a Ferroviária construir o gol nas suas costas. O lançamento que encontrou Diego pegou Bruno Alves desprevinido. Como se não bastasse, Alves precisou parar contra-ataque no segundo tempo e recebeu o cartão amarelo que o tira da partida contra o Palmeiras. Quem também não foi bem Pablo, que teve noite apagada.

 

Fonte: UOL

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.