Campeonatos Futebol Home São Paulo

Cardiopatia Tricolor – E o jogo foi… – Arroz com feijão insosso, mas que alimentou – Bragantino 0 x 2 São Paulo

Caros Tricolores TriMundiais!!! Voltamos a vencer após 5 partidas e o jogo só serviu para os 3 pontos, porque para a formação de um time, vimos ainda muito, muito pouco. Pra mim valeu pela atuação de Anderson, pra mostrar que Luan e Antony são titulares. Hernanes mostrou melhora física, Volpi mostrou segurança nos chutes de longe e Pablo mostrou que pode ser protagonista, seja como 9, seja como um atacante.

E valeu também pela mudança tática de Mancini no 2º tempo, que, querendo ou não, foi buscar a vitória, mesmo que a arma utilizada tenha sido Diego Souza. No geral, o jogo foi fraco e o São Paulo foi mal. Não sofreu sustos, mas não mostrou nada treinado no ataque. A vitória veio pela qualidade de quem participou dos gols. E Arboleda, de longe o que mais entrega pro time, o único que ainda dá esperança ao torcedor, fez de cabeça o 2º gol.

Mancini começou o jogo com 3 zagueiros, Igor e Leo nas laterais, e Hernanes tentando jogar mais perto do gol adversário, como acho que deve ser. Helinho e Antony jogando numa linha atrás de Hernanes, e Antony foi bem por dentro ou aberto, dependendo do posicionamento dos demais e se o São Paulo tinha ou não a bola.

A maior dinâmica dos jovens faz a aproximação entre os jogadores acontecer de forma rápida, fluida, bem diferente daquele jogo mascado, sem criatividade do time mais “veterano”, que não dá velocidade às jogadas. A formação e os nomes de ontem fizeram, pelo menos, o time ter mais amplitude, profundidade e melhor recomposição. Mas isso comparando com o time tiriça que foi eliminado da Libertadores, e não do time ideal.

No 2º tempo, Mancini foi atrás da vitória e acabou com os 3 zagueiros colocando Diego ao lado de Pablo. Hernanes ficou mais longe do gol, perdemos o meio, mas tivemos mais profundidade. Povoamos mais ainda o ataque com Nene no lugar de Helinho, aos 15, e Antony passou a flutuar mais. 2 minutos depois, saiu o gol de Pablo, num bicão de Volpi que Diego desviou, o zagueiro moscou e Pablo bateu bonito, de primeira. 1 x 0 São Paulo.

Sofremos um pouco, Volpi apareceu, mas tivemos chances também. Em escanteio cobrado por Nene, aos 30, Arboleda aproveitou bem o espaço criado na área e fuzilou, sozinho, pro fundo do gol. 2 x 0 Tricolor.

Mancini arriscou em povoar a área adversária e se deu bem. Tivemos mais oportunidades de jogar bola na área e jogar com o resultado a favor. Parece que controlamos o jogo, mas não confio nesses caras. Só tentamos tocar mais a bola e aproveitar o nervosismo adversário. Mas pouco, muito pouco para o que a torcida espera de um elenco caro como o nosso. Queremos futebol. Competição, entrega e futebol.

A ressaltar a péssima mania de Volpi pegar a bola, demorar, não jogar curto quando os zagueiros abrem pra receber, mandar eles subirem e quebrar a bola. Toda hora. Por que? Pra que? O técnico não vê isso? Bicão tem que ser em casos extremos. E a lamentar a destruição da parte social do Morumbi. Um problema com décadas de vida que nem São Paulo e, principalmente, nem Prefeitura, conseguem resolver. Vergonha!

Fora Leco e cardeais interesseiros! Fora conselheiros que torcem para os rivais! Devolvam nosso São Paulo!

Tome os remédios, faça seu check-up e Vamo São Paulo!

Saudações Tricolores!

Siga a Cardiopatia Tricolor!!!
Twitter: CardioTricolor
Facebook: /cardiopatiatricolor

Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.