Futebol Home São Paulo Times

Marco Aurélio Cunha explica voto em Leco e lista melhorias a serem feitas no São Paulo

A pressão no São Paulo cresce a cada torneio que fica sem chances de levantar o caneco devido aos quase sete anos sem conquistas e tem causado constante mudanças de técnicos, jogadores e a ira da torcida. Para Marco Aurélio Cunha, ex-diretor de futebol, o clube precisa de profissionalismo.

Em entrevista à Rádio Jovem Pan, o atual coordenador das Seleções femininas da CBF falou da amizade com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, explicou sua opção de voto no dirigente e criticou os erros recentes da direção na condução do clube.

“O São Paulo passa por uma crise de objetivos”, cravou MAC. “Eu votei no presidente Leco esperando coisas maiores. Tenho boa relação com ele, sou bem respeitoso, mas precisamos de um plano de governo mais eficaz. Metas a serem atingidas, variar menos as opções e talvez não ter desejos de que as coisas aconteçam, mas sim profissionalismo para escolher o melhor caminho para o São Paulo“, completou.

O dirigente não questiona a capacidade de Leco e Raí, diretor-executivo de futebol, de gerirem o clube. Entretanto, há a preocupação do excesso de pessoas opinando sobre as principais decisões sobre o futuro do clube.

“Acho que tem muita gente opinando e talvez pouca gente podendo construir um caminho profissional para o clube. Para mim, o São Paulo precisa se orientar melhor. Sou muito amigo do Raí, tenho conversado esporadicamente com ele, mas parece que eles continuam rodando no mesmo lugar, em ciclo e sem caminhar para frente”, finalizou.

Integrante da diretoria nos títulos da Libertadores e Mundial de 2005, além do tricampeonato brasileiro (2006 a 2008), Cunha voltou ao Morumbi em setembro de 2016, quando o Tricolor flertava com o rebaixamento à Série B.

 

Fonte: Torcedores.com

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.