Futebol Home São Paulo Times

Raí banca permanência de Jardine no São Paulo: ‘No que depender de mim, ele continua’

No início da madrugada desta quinta-feira, ainda no estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, o Raí, diretor executivo de futebol do São Paulo, bancou a permanência do técnico André Jardine no clube, assegurando que a diretoria não cogita a troca de treinador após a derrota para o Talleres por 2 a 0, na Argentina, na estreia da Copa Libertadores.

“No que depender de mim, ele fica. Obviamente que tenho a convicção quando escolhi [Jardine como técnico]. Falei que era um começo. Também foi o o primeiro jogo da Libertadores. Acredito na reviravolta e no trabalho”.

Raí foi questionado se Jardine poderia ter o mesmo destino de Diego Aguirre, técnico uruguaio que também foi assegurado no cargo pelo executivo após empate com o Corinthians em Itaquera, em novembro, mas acabou sendo demitido no dia seguinte. Vale lembrar que o rival alvinegro jogou melhor mesmo com um jogador a menos.

“O contexto era outro. A gente tinha uma estratégia ali”, disse Raí. “Continuo acreditando no estilo do Jardine, no trabalho, nos resultados. Obviamente está bem abaixo do que a gente esperava até agora, mas acredito no dia a dia, no poder dele de mobilizar. Eu conversei agora com a comissão técnica acreditando que vai ter resultado”.

O São Paulo volta a encontrar o Talleres na próxima quarta-feira, no Morumbi, precisando vencer por três gols de diferença para se classificar à terceira fase da Libertadores. Se sofrer um gol, terá de fazer quatro.

Antes do torneio continental, o time tricolor jogará com a Ponte Preta, no sábado, pelo Paulistão.

 

Fonte: ESPN

 

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.