Futebol Home São Paulo Times

Dinheiro do São Paulo é entrave na negociação entre Real Madrid e Militão

Sem possibilidade de uma transferência na recém fechada janela europeia, Éder Militão, do Porto, é aguardado pelo Real Madrid para o fim da atual temporada (julho). Mas, apesar das negociações já estarem avançadas, um entrave ainda impede o anúncio oficial e, de acordo com o jornal Marca, o acordo só não se concretizou em função da taxa a ser paga ao São Paulo, clube formador do atleta, que teria direito a 13% da quantia investida.

Entre os espanhóis e o jogador já estaria tudo certo. O problema é a negociação com os portugueses. O valor acertado entre as partes foi de 50 milhões de euros (quase R$ 210 milhões), os quais, para os merengues, já incluem os 6 milhões de euros (R$ 25 milhões) destinados ao Tricolor paulista. Os Dragões, porém, querem que a quantia referente ao clube brasileiro seja paga à parte, o que resultaria em um investimento total de 56 milhões de euros.

Caso ocorra um acordo definitivo, o Real Madrid já asseguraria seu segundo reforço para a próxima temporada, sendo o segundo brasileiro. O primeiro é o também jovem atacante Rodrygo, do Santos, pelo qual serão desembolsados 45 milhões de euros. O ex-São Paulo, que foi vendido ao Porto por 4 milhões de euros, tem apenas 21 anos de idade, enquanto o santista acaba de completar 18. Os dois se juntariam ao ex-Flamengo Vinícius Júnior, outro com 18 anos, no elenco profissional do time espanhol.

Na atual temporada, o defensor disputou 28 partidas pelo clube lusitano, incluindo Campeonato Português, copas nacionais e Liga dos Campeões. Foram três gols e duas assistências anotados até o momento.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.