Futebol Home São Paulo Times

Jardine confirma Volpi titular, mas promete chances a Jean

O goleiro Tiago Volpi está confirmado como titular para a estreia do São Paulo no Campeonato Paulista, neste sábado, contra o Mirassol, no Pacaembu. Em entrevista no CT da Barra Funda, o técnico André Jardine cravou a presença do arqueiro na equipe titular, mas ressaltou que o dono da posição não está definido para o restante da temporada.

– O Volpi começa como titular. Imagino que, nesses primeiros jogos, vamos conseguir dar oportunidade ao Jean. Difícil mensurar que está melhor. Os dois estão em nível altíssimo, a briga é bonita de ver – comentou Jardine.

Contratado nesta janela pelo São Paulo, Tiago Volpi deixou o Querétaro, do México, onde era ídolo, para vir defender as cores do Tricolor. O goleiro recebeu a camisa 23 e é, de fato, o favorito para assumir a posição ao longo da temporada. Nos dois amistosos da Florida Cup, contra Eintracht Frankfurt e Ajax, o arqueiro participou de 45 minutos de cada jogo e levou cinco gols.

Já Jean, que encerrou 2018 como o titular da posição, vive de altos e baixos no clube. O goleiro, a princípio o reserva da posição, tem se destacado nos treinos e ganhará oportunidades nos primeiros jogos deste ano. Seu rendimento será vital para a comissão técnica tomar uma decisão.

– O que vale no gol vale para todas as posições. Ninguém será titular no nome, porque foi contratado, pelo preço, pelo salário. Talvez eu tenha que fazer escolhas no início em cima do que estou vendo no treino, maso que vai contar mesmo é o jogo. Hoje temos especialmente o Jean e o Volpi, de altíssimo nível, e vai ser uma briga muito boa pelo gol do São Paulo. Que vença o melhor nessa briga – concluiu o treinador.

Confira outros trechos da entrevista:

Saída de Lucas Perri
Tenho um carinho especial pelo Perri. Todos acreditamos muito no potencial dele. Apareceu essa grande oportunidade para ele, ficou muito motivado, passou para nós o desejo de jogar uma Premier League. Deixei claro que ele poderia lutar pelo espaço aqui, mas todos entendemos que a proposta financeira foi muito boa e mexeu muito com ele.

Pouco tempo de pré-temporada
Treinador, para realmente conseguir modificar conduta, postura e comportamento de uma equipe, precisa de treinamento. Só com conversa e vídeo dificilmente se atinge. O jogador só sente quando ele treino. O tempo foi longe do ideal para a pré-temporada, mas tivemos 15 dias de treinos, incluindo dois jogos, e já tenho a expectativa de ver algumas coisas dentro de campo, especialmente um time buscando protagonismo, agressividade, com consciência com a bola no pé e uma marcação que imponha dificuldade ao adversário.

Oportunidade de treinar o São Paulo
Sou muito grato ao São Paulo, ao presidente Leco, ao Raí, que são os responsáveis pelo futebol do São Paulo e estão confiando a mim a responsabilidade de um cargo tão importante. Sem dúvida é a maior oportunidade da minha vida. É bem fácil vocês imaginarem o que representa para mim, mas volto a falar que me sinto preparado. Trabalhei bastante, passei por muitas coisas para merecer essa confiança. Espero a partir de amanhã corresponder a toda essa confiança.

Elenco fechado?
O elenco das grandes equipes do Brasil nunca está fechado. Vai depender do rendimento de cada um, da equipe atender à expectativa que todos têm… A gente precisa ter bom desempenho, que possibilite a briga por títulos. Enquanto não enxergarmos essa condição em campo não vamos estar satisfeitos. Mas obviamente que fico satisfeito com os reforços. O São Paulo foi das equipes que mais se reforçaram, com quantidade e qualidade.

Foco da temporada
Isso está no coração de todo mundo (a Libertadores). Todos os profissionais que estão aqui estão com expectativa nesse jogo do Talleres. Mas temos que colocar o foco no dia a dia, no próximo treino, no próximo jogo, deixar a ansiedade um pouco de lado. Precisamos respeitar muito o Campeonato Paulista. Temos também a expectativa de fazer um grande Paulista, nos últimos anos o São Paulo não largou bem. Está todo mundo de acordo aqui dentro que precisamos priorizar cada jogo. Na hora que chegar a Libertadores vai ser mais forte do que nós, a motivação vai ser muito grande, mas temos que ter motivação alta em todos os jogos.


Fonte: Lance

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.