Futebol Home São Paulo Times

Pato? Pablo Pérez? Victor Ferraz? Saiba o que há de concreto a respeito de jogadores colocados na mira do SP

O São Paulo contratou sete jogadores, um auxiliar-técnico, um coordenador técnico e um preparador físico no mercado da bola. A intensa e rápida movimentação do clube aumentou a expectativa nas redes sociais, onde torcedores perguntam sobre novas contratações.

A rápida ação do São Paulo no mercado se deu porque o clube queria ter o elenco praticamente montado para a pré-temporada nos Estados Unidos, onde disputará o Torneio da Flórida.

O foco total do São Paulo é a disputa da Copa Libertadores da América, cujo primeiro mata-mata com o Talleres, da Argentina, acontece no próximo dia 6 de fevereiro. Se passar, o Tricolor ainda terá outro confronto eliminatório, contra o vencedor do duelo entre Palestino e Independiente Medellin.

A ideia é trabalhar com um grupo de aproximadamente 30 jogadores. O Tricolor se reapresentou com 25 atletas e outros seis se juntaram ao elenco direto nos Estados Unidos. Além deles, Walce, Luan, Toró e Igor Gomes estão no Sul-Americano sub-20, enquanto Antony e Tuta disputam a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Mesmo assim, ainda há nomes vinculados ao Tricolor no mercado.

Abaixo o GloboEsporte.com atualiza e esclarece as situações de alguns dos nomes vinculados ao Tricolor:

Alexandre Pato

Não há nenhuma negociação para contratar o ex-são-paulino. O atacante de 29 anos está no Tianjin Quanjian, da China, pelo qual fez 19 gols em 34 jogos na última temporada.

Pato tem contrato até dezembro, mesma situação de Hernanes no Hebei Fortune, também da China, o que faz torcedores acreditarem na possibilidade da contratação imediata. Mas as situações não são iguais.

Além da diferença de idade (29 e 33 anos), Pato tem mercado aberto entre clubes estrangeiros e financeiramente não há como competir. O monitoramento de Hernanes, por outro lado, foi constante desde 2017, quando ele ajudou na campanha contra o rebaixamento.

Nos bastidores, a informação de pessoas do São Paulo e ligadas a Pato é de que não há nenhuma possibilidade de transferência ao Tricolor neste momento. O nome, inclusive, sequer é cogitado no Morumbi.

Portanto, o sonho da torcida de ver Pato novamente no São Paulo não será concretizado neste início de ano.

Victor Ferraz

O São Paulo está pessimista quanto à contratação e considera muito difícil um desfecho positivo. Há, inclusive, quem considere nos bastidores do Morumbi a negociação encerrada. Pessoas ligadas ao jogador também não acreditam na transferência do lateral-direito do Santos, embora a proposta financeira para o atleta seja considerada muito boa.

Houve contato e proposta de uma troca por Tréllez, possibilidade descartada. Depois, o São Paulo fez uma oferta em dinheiro, mas não houve avanço. Neste momento, portanto, o clube aposta em Bruno Peres e Igor Vinicius, um dos sete reforços, como os laterais pelo lado direito.

A percepção no Morumbi é de que o negócio só ocorrerá se houver uma reviravolta.

O Santos estava disposto a negociar Victor Ferraz com o São Paulo, mas a chegada de Jorge Sampaoli esfriou os planos e a tendência é que o lateral fique no Peixe. O técnico o considera um jogador fundamental no elenco por conta da liderança – ele é o capitão do time. O lateral-direto se reapresentou aos trabalhos no Santos na última quarta-feira e tem treinado normalmente.

Outro fator que pesa para o Peixe dificultar a negociação é que Victor Ferraz é visto internamente como um dos melhores jogadores da posição no futebol brasileiro. Daniel Guedes, que não engrenou quando ganhou chances, é seu substituto imediato no Peixe.

O presidente do Santos, José Carlos Peres, tem segurado a negociação dos atletas até a avaliação de Sampaoli. Além de Victor Ferraz, o clube também faz jogo duro para liberar Bruno Henrique, acertado verbalmente com o Flamengo.

Pablo Pérez

O nome do volante do Boca Juniors foi oferecido ao São Paulo, mas não houve nenhum movimento do clube interessado na contratação. Não há negociação em andamento.

Diego Souza no Vasco?

Tanto pessoas do São Paulo quanto ligadas ao centroavante desmentem qualquer conversa nesse sentido. Diego Souza se juntou ao grupo do Tricolor direto nos Estados Unidos, onde o elenco do técnico André Jardine fará a pré-temporada e disputará o Torneio da Flórida.

Diego Souza foi o artilheiro do São Paulo no ano passado, com 16 gols, e está nos planos para esta temporada.

E o orçamento?

Portanto, para cumprir o orçamento elaborado pela diretoria financeira e diante dos altos investimentos feitos por Pablo (6 milhões de euros que podem virar 7 milhões de euros de acordo com bônus) e Hernanes (3 milhões de euros), o São Paulo não gastará mais tanto dinheiro em novas contratações. O clube continua de olho em oportunidades de mercado.

O orçamento para o ano de 2019 prevê cerca de R$ 60 milhões para contratações, condicionados a uma receita com vendas de jogadores de R$ 120 milhões (valor bruto), segundo o diretor executivo financeiro Elias Barquete Albarello disse em entrevista à rádio “Globo/CBN”.

– É um número que dá para trabalhar (R$ 60 milhões em contratações), mas podemos atingir uma venda muito superior em janeiro. Estamos falando de R$ 120 milhões no ano, mas essa venda pode ocorrer na primeira janela de janeiro. Aí você tem um valor diferente. Então, neste momento, a aprovação do orçamento é essa – disse Elias.

Isso porque há uma premissa determinada pelo Conselho de Administração de destinar 50% do dinheiro com vendas para novas contratações e 50% para abater a dívida.

Caso o São Paulo ganhe mais do que R$ 120 milhões em vendas, o destino da diferença entre o valor orçado e realizado será discutido. Ou seja, se o clube vender R$ 200 milhões, não necessariamente significa que R$ 100 milhões serão reinvestidos em reforços.

Fonte: Globo Esporte

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.