Futebol Home São Paulo Times

Se Pratto conquistar a Libertadores, São Paulo ganhará R$ 4,3 milhões

A decisão da Libertadores terá dois rostos conhecidos da torcida brasileira entre os titulares. No River Plate, Lucas Pratto será o responsável pelos gols enquanto do outro lado estará Ramon Ábila, esperança no Boca Juniors. Isso sem contar Carlitos Tevez e Julio Buffarini, que devem ficar no banco.

Pratto teve um grande destaque no Brasil atuando pelo Atlético-MG. Chegou em 2015 e foi artilheiro e líder da equipe. Dois anos depois, ele foi comprado a peso de ouro pelo São Paulo, que pagou cerca de 6 milhões de euros (R$ 26 milhões em valores atuais) por 50% dos direitos econômicos do centroavante.

No tricolor paulista, Pratto marcou 14 gols em 48 partidas. Mas menos de um ano depois, alegando que gostaria de retornar à Argentina para ficar mais perto da família, foi vendido ao River Plate. Aos poucos, o atacante foi conquistando seu espaço e hoje é peça importante para o time conquistar o título.

O São Paulo, aliás, torce para que Pratto levante o troféu continental. Caso isso aconteça, o clube tem de direito a receber 1 milhão de euros (cerca de R$ 4,3 milhões). Esse valor foi estipulado em contrato na época da venda do atleta para o time argentino. Na negociação, algumas metas foram estipuladas em cláusulas específicas e uma delas era o título da Copa Libertadores.

A esperança em Lucas Pratto é grande até porque o River Plate não terá o colombiano Rafael Borré, suspenso, e Ignacio Scocco, machucado. Do outro lado, o maior desfalque é Cristian Pavón, que se contundiu na partida de ida na La Bombonera e ainda não está totalmente recuperado, apesar de o treinador Guillermo Schelotto o colocar na lista dos relacionados.

Na frente, quem terá a missão de levar o Boca Juniors à vitória na casa do rival é Ábila, que se destacou no Cruzeiro entre junho de 2016 e agosto de 2017. Ele marcou 25 gols em 60 partidas e agora é a aposta dos torcedores do Boca para dar o sétimo título ao clube da Libertadores, igualando o recorde do Independiente. Já o River Plate busca o tetracampeonato.

 

Fonte: Estadão

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.