Futebol Home São Paulo Times

Ceni defende trabalho no São Paulo, lamenta falta de investimento e deixa futuro no Fortaleza em aberto

A passagem de Rogério Ceni pelo São Paulo ainda é assunto mesmo o treinador estando no comando do Fortaleza uma temporada depois da demissão. Atual líder da Série B com o Leão, o comandante falou da sua passagem pelo Tricolor e lamentou a falta de dinheiro para contratação.

“Ah, eu acho que a gente nunca é injustiçado. Não pode ficar se lamentando. Foi uma grande oportunidades. Nós vendemos R$ 180 milhões em jogadores. Nosso grupo que foi para a Florida Cup tinha 12 jogadores formados em Cotia, ou seja, quase 50% do elenco“, contou Ceni em entrevista ao ex-treinador Muricy Ramalho.

“Ano passado nós montamos um time com menos de R$ 1 milhão e esse ano foi investido mais de R$ 50 milhões para investir para montar o time. Tem uma grande diferença, mas de alguma forma demos lucro. Mas lógico que gostaria de ter ficado mais tempo, completado o ano“, completou.

Em 2018, o São Paulo não economizou para tentar acabar com o jejum de seis anos sem títulos e gastou com Diego Souza, Everton, Jean, Tréllez, Gonzalo Carneiro e Everton Felipe. Ainda trouxe Bruno Peres, da Roma-ITA, por empréstimo para repor a venda de Militão ao Porto.

Muricy Ramalho lembrou que teve um início como treinador do Tricolor conturbado e alcançou o sucesso em seu retorno, e questionou se o ex-goleiro deseja retornar. “Quem sabe um dia apareça a oportunidade. Se eu for merecedor, se tiver alguém no futuro lá dentro e eu no momento ok, não tem porque não acontecer“, destacou.

Com as duas mãos no título da Série B, o trabalho de Ceni é visto com bons olhos no mercado, vê boatos de possível ida a Flamengo e só quer pensar no que fazer em 2019 após o fim da atual temporada. “Depois de eu entregar o que me comprometi aqui no Fortaleza, que é se manter entre os primeiros e dar a arrancada para a vaga na Série A…. Depois eu vou pensar e ver o que fazer”, disse, sem descartar uma permanência no clube“, finalizou.

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.