Futebol Home São Paulo Times

Gonzalo Carneiro agrada e deve seguir como titular do São Paulo

Enfim, Gonzalo Carneiro começa a ganhar espaço no São Paulo. Contratado no início de abril, por R$ 2,8 milhões, o jovem uruguaio de 23 anos demorou para ficar à disposição da comissão técnica por causa de uma pubalgia. Enfim, recuperado, o atacante recebeu nesse sábado sua segunda oportunidade de iniciar uma partida pelo Tricolor. E agradou.

Carneiro foi escalado na vaga de Nenê, destaque do time até pouco tempo, mas que vem caindo de rendimento nos últimos jogos, contra o Atlético-PR. Na etapa final, depois da saída de Digo Souza justamente para a entrada de Nenê, o uruguaio ainda atuou como centroavante, até ser substituído por Tréllez.

No geral, Carneiro foi o destaque do São Paulo no melancólico empate por 0 a 0 deste sábado. Se movimentou, distribuiu dribles, fez a jogada que culminou com a cabeçada de Diego Souza na trave, ajudou o meio-campo na marcação, enfim, conseguiu passar uma boa impressão.

“Para mim, jogou bem. A história do Carneiro, vocês têm de lembrar que ele veio machucado, passou muito tempo fora, sem ritmo de jogo, por todo histórico de sua lesão. Por sorte, hoje ele não tem problema, está cada vez melhor, fez um bom jogo, e tem muito para dar. Penso que pode virar um jogador importante, que a torcida ficará feliz com ele”, comentou o técnico Diego Aguirre.

Antes da oportunidade recebida contra o Furacão, Gonzalo Carneiro só havia sido titular contra o Colón, na Argentina, pela Copa Sul-Americana. Ao todo, o jogador participou de 12 jogos pelo São Paulo, com uma média de apenas 26.8 minutos de atuação por partida.

Apesar do jejum de vitórias não ter se encerrado nessa 30ª rodada, a tendência é que Gonzalo Carneiro siga no time contra o Vitória, sexta-feira, no Barradão. Aguirre gostou não só do conterrâneo, como também da postura mostrada pela equipe como um todo frente aos paranaenses.

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.