Futebol Home São Paulo Times

Muricy tira culpa de Aguirre por momento “SP tem time, mas não grande plantel”

O São Paulo enfrenta dias turbulentos no Campeonato Brasileiro. Depois de assumir a liderança da competição, a equipe perdeu rendimento e, após a derrota para o Internacional no último fim de semana, caiu para a quarta colocação na tabela. Por isso, as críticas para o treinador Diego Aguirre já surgiram entre alguns tricolores. No entanto, um dos principais ídolos da torcida nos últimos anos, o técnico Muricy Ramalho, isenta o uruguaio de culpa.

“O São Paulo do começo da competição não era um dos grandes favoritos, apesar da camisa e da história. A equipe não tinha tanta pressão, porque deram atenção para outros times. O São Paulo surpreendeu, atingiu a primeira colocação, com um time de pegada e muita determinação. O Aguirre conseguiu emplacar isso. Eles tinham confiança, e assim fica difícil ser batido. Depois, ele teve problemas com jogadores [lesões e suspensões]. Ele não tem tanta reposição e agora falta confiança. Quando você está em primeiro, passa a ser o alvo. O São Paulo sentiu isso, também. Jogadores importantes não estão jogando, a defesa mexia… É um conjunto de coisas”, explicou o tricampeão brasileiro pelo Tricolor paulista (2006, 2007 e 2008).

Ao contrário de rumores que surgiram nos últimos dias, Muricy não acredita que exista problema de relacionamento entre os jogadores. Na terça-feira (16), o executivo de futebol, Raí, também negou qualquer racha no elenco.

“Sabemos que o ambiente é muito bom. O São Paulo profissionalizou o futebol, trazendo Raí, Ricardo Rocha [coordenador de futebol], Lugano [superintendente de relações institucionais]. Isso [queda de rendimento] é coisa que acontece com time que não tem grande plantel. O São Paulo tem um grande time, mas não um grande plantel”, completou o treinador, que hoje é comentarista do Sportv.

Confira os principais trechos da entrevista com Muricy Ramalho.

Conversa com Aguirre

Só desejo boa sorte para ele, porque nesse momento treinador tem de ter tranquilidade. É trabalhar com auxiliares, porque cara de fora não tem de falar nada. Tenho mandado mensagem e desejado boa sorte.

Nota da redação: Quando Diego Aguirre foi contratado pelo São Paulo, em março, quis conversar com Muricy sobre o São Paulo, como publicou o UOL Esporte.

Renovação de Aguirre

O São Paulo já até sinalizou com isso [renovação do contrato, que vence no fim deste ano]. O São Paulo já chamou ele para continuar o trabalho, para falar sobre o contrato novo. É importante [a manutenção do treinador], mas ele quer esperar o fim da competição.

Receita para melhorar

Precisa ter na memória o que o São Paulo fez para buscar a primeira colocação, ver o que fizeram de bom. O técnico tem de ter as suas convicções e ver até onde pode ir, para tentar mudar. Quando falo em tentar mudar é em relação ao esquema tático, aos jogadores, a tomar decisões. Para o técnico, a coisa principal é tomar decisões. Quando tem condições e não tem resultado, tem de mudar, o time e a parte tática. A única coisa que pode fazer é se lembrar de como fez para chegar para a primeira posição, voltar a confiança. Quando perde, é normal perder essa confiança. Acho que o Aguirre consegue reverter essa situação.

 

Fonte: UOL

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.