Futebol Home São Paulo Times

Ainda sob o ‘fantasma’ de Ceni, SP recebe Palmeiras

Palmeiras e São Paulo vivem situações completamente diferentes quando o assunto é goleiro. Se o lado alviverde esbanja confiança com a posição sem nem saber quem será o titular, o lado tricolor mantém uma preocupação que já dura três anos: não achar o substituto de Rogério Ceni.

Desde o fim de 2015, o gol virou um problema constante para o são-paulino. O receio dos tricolores tem uma explicação simples. Em 2016, Denis assumiu o posto, mas a equipe não conseguiu decolar, e o goleiro virou alvo de críticas. Com a contratação do próprio Ceni como técnico para 2017, o clube resolveu apostar no experiente Sidão.

Indicado pelo ídolo, o goleiro, de 35 anos, acumula passagens por diversos times do interior e ganhou destaque ao defender o Audax e o Botafogo. No Tricolor, porém, ele demorou para se firmar por causa de lesões. Apesar de vencer a concorrência interna com Denis e Renan Ribeiro, ele nunca foi unanimidade no Morumbi. Respeitado pelos companheiros, ainda recebe vaias do público durante algumas partidas.

Neste sábado, Sidão vai ser mais uma vez titular. Para o banco de reservas, o técnico Diego Aguirre vai contar com Jean. Revelado pelo Bahia, o arqueiro foi contratado nesta temporada, mas também não conseguiu se firmar nas oportunidades que teve.

O Palmeiras também sofreu com drama parecido com a saída de Marcos. Só foi achar um nome de confiança contratando Fernando Prass. Neste meio tempo, “queimou” promessas como Deola, Bruno e Raphael Alemão.

Felipão tem usado Weverton como titular nos jogos de mata-mata e reveza entre Jailson e Fernando Prass para as partidas do Brasileirão. Neste sábado, como terá um longo tempo de recuperação até a próxima partida, contra o Grêmio, dia 14, poderá surpreender se achar necessário.
Weverton chegou ao Palmeiras para minimizar os riscos detectados pela diretoria durante a pré-temporada. Segundo estudos do departamento médico, Jailson e Fernando Prass tinham chances razoáveis de se machucarem por conta do histórico de ambos.

Aos poucos, Weverton se tornou titular do Alviverde e, hoje, goza do prestígio de atuar nas principais partidas do ano. Aos 30 anos, tem mais tempo de carreira pela frente que seus dois concorrentes.

Prass, campeão da Copa do Brasil de 2015 e do Brasileirão em 2016, tem 40 anos e contrato até o fim do ano. Por isso, sua presença para 2019 é incerta. Na atual temporada, disputou apenas seis partidas, sendo duas com Felipão.

Jailson, que destacou na conquista do ênea em 2016, vive situação semelhante e também tem a expectativa de renovar seu contrato, que termina em dezembro. Na atual temporada, foram 35 partidas disputadas, mas apenas duas com Felipão.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X PALMEIRAS

Data: 6 de outubro de 2018
Horário: 18h (Horário de Brasília)
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (SC) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ)

São Paulo: Sidão; Bruno Peres, Anderson Martins, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson, Jucilei e Nenê; Rojas, Diego Souza e Everton. Técnico: Diego Aguirre.

Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gomez e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Dudu, Borja e Willian. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

 

Fonte: UOL

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.