Futebol Home São Paulo Times

Ricardo Rocha diz que “empate não seria ruim” para o São Paulo em clássico

O São Paulo soma três empates seguidos no Campeonato Brasileiro. Resultados que contribuíram com a saída do clube da liderança da competição. Mas o coordenador de futebol do Tricolor, Ricardo Rocha, acredita que somar mais um ponto na próxima rodada pode ser suficiente. Isso porque o adversário será o líder Palmeiras, que não conseguiria abrir distância na primeira colocação. A distância entre os rivais é de um ponto: 53 a 52 para os alviverdes.


“O empate não seria um mau resultado. Em outubro, jogaremos quatro jogos. Em novembro serão seis. As vitórias serão importantes e os empates não deveriam ser tão ruins, mas estamos em uma sequência grande de empates e por isso precisamos retomar. Como aconteceu no primeiro turno, com quatro empates seguidos, e depois embalando com clássicos e jogos dificílimos. O empate no clássico com o Palmeiras, um jogo difícil, não seria ruim, mas sabemos que é preciso vencer e que uma vitória nos deixaria muito fortalecidos”, analisou o dirigente e ex-jogador em entrevista à Rádio Transamérica.

Curiosamente, o fim dos empates se tornou uma espécie de obsessão entre os jogadores, que usam justamente o confronto com o rival Palmeiras, às 18h deste sábado no Morumbi, como argumento. Algo que fica claro na entrevista do meia Nenê ao site oficial do São Paulo, publicada na última quinta-feira: “Não podemos perder mais pontos, ainda mais em um confronto direto como esse”.

O São Paulo lidera o número de empates do Brasileirão. São dez, ao lado de Cruzeiro, que está em sétimo lugar, e Chapecoense, que está na zona de rebaixamento. O alento dessa estatística é que o time de Diego Aguirre também é o menos derrotado da Série A: três, contra quatro de Palmeiras e Internacional, os dois primeiros colocados na classificação com um ponto a mais do que o Tricolor.

Para retomar a liderança na 28ª rodada, o São Paulo precisa vencer os palmeirenses no Morumbi, onde não perde um Choque-Rei desde 2002, e ainda torcer para um tropeço do Inter. Os colorados jogam nesta sexta-feira, às 19h, contra o Sport, na Ilha do Retiro.

 

Fonte: UOL

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.