Futebol Home São Paulo Times

São Paulo vê rendimento no 2° turno despencar, e pressão bate à porta

Campeão do Osmar Santos, com 71,6% de aproveitamento, Tricolor venceu apenas dois de seus oito jogos no returno e soma apenas 45,8% dos pontos disputados de lá para cá

Campeão do Troféu Osmar Santos, prêmio oferecido pelo L! ao vencedor do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o São Paulo se vê em uma queda brusca de rendimento na briga pelo título da principal competição do país. Os resultados ruins na segunda metade do torneio colocam o time do técnico Diego Aguirre na parte de baixo da tabela do returno (11º colocado).

Considerando as oito rodadas disputadas do segundo turno, o São Paulo soma duas vitórias, cinco empates e uma derrota, o que lhe garante 45,8% de aproveitamento. Os baixos números são os principais responsáveis pela queda na tabela e a perda da liderança do Brasileirão para o rival Palmeiras. A título de comparação, o Tricolor registrou 71,6% dos pontos disputados no primeiro turno (12 vitórias, 5 empates e 2 derrotas).

A queda de rendimento, claro, passa por alguns fatores importantes. Além do crescimento natural de seus rivais diretos pelo título, o Tricolor teve desfalques importantes, como do meia-atacante Everton e o do lateral Bruno Peres. Fora isso, os comandados de Aguirre ainda tiveram de lidar com a má sorte nos jogos contra Atlético-MG, Paraná, Fluminense e Botafogo, quando jogou melhor, mas não conseguiu a vitória.

– Esse grupo vem trabalhando muito, dia a dia, e é claro que não gostamos de ter perdido a liderança, por isso estamos saindo insatisfeitos com esse empate. Mas há muito campeonato pela frente e agora teremos um confronto direto na nossa casa, com o apoio do nosso torcedor. O espírito de luta continua existindo, o time tem brigado até o último minuto. Nossa equipe está bem viva – discursou o centroavante Diego Souza, um dos líderes do atual elenco do Tricolor, logo após o empate no Engenhão.
Pressionado pela retomada das vitórias, o São Paulo tem, na próxima rodada, um de seus maiores desafios na temporada: o clássico com o Palmeiras, no Morumbi. Em caso de derrota, o Tricolor verá o Alviverde abrir quatro pontos de diferença na tabela, restando apenas mais dez jogos na competição. É uma decisão antecipada para o time de Diego Aguirre.

 

Fonte: Lance

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.