Futebol Home São Paulo Times

Tricolor trabalha psicológico de jovem atacante, que dá sinais de amadurecimento

O São Paulo trabalha também fora de campo para ajudar na evolução de seus jogadores. Uma preocupação do departamento de futebol do clube nesta temporada é fazer com que Brenner amadureça e deixe de ser uma promessa para se tornar uma realidade na equipe de Diego Aguirre. Por isso, diretoria e comissão técnica têm dado uma atenção especial para o lado psicológico do garoto, de 18 anos.

A opinião de quase todos no Tricolor é de que etapas foram queimadas na profissionalização do rapaz. Rogério Ceni promoveu ao time principal o menino, então com 17 anos, no ano passado, quando o clube enfrentava um momento crítico no Campeonato Brasileiro – sua estreia aconteceu contra o Atlético-PR, no dia 21 de junho. Por isso, a ideia é evitar colocá-lo em situações de risco, mas tentar dar mais rodagem.

No começo do trabalho com Aguirre, a falta de maturidade era latente. Logo na abertura do Campeonato Brasileiro, contra o Paraná, ele chorou ao ser substituído. O atacante achou que não tinha rendido o suficiente e caiu em prantos. Uma solução encontrada foi utilizá-lo em alguns jogos das categorias inferiores, com pressão menor. Porém, entre abril e maio deste ano, ele recusou defender o time sub-20.

Na sequência, foi chamado por Tite para participar do início da preparação da seleção brasileira que disputaria a Copa do Mundo. Foi convocado ainda outras vezes para a seleção de base, mas no São Paulo voltava a sofrer com a falta de experiência. Pelo mata-mata da Copa Sul-Americana, entrou no segundo tempo e acabou sendo expulso após empurrar o adversário. Mais críticas e até sondagens para se transferir para o exterior surgiram.

O São Paulo, porém, não quis emprestá-lo para poder trabalhar de perto com o garoto, que é visto como uma das principais promessas de Cotia. Ciente de que ainda precisa ter mais rodagem, o jogador tenta colocar os tempos difíceis para trás. Como Diego Aguirre não iria precisar contar com ele no clássico de domingo (16), com o Santos, foi feito, e desta vez aceito, o convite para ele integrar o time do sub-23.
Na partida contra o Atlético-PR, nesta segunda (17), ele fez um dos gols na vitória por 3 a 2 da equipe de base. Nos últimos treinos pelo profissional, também mostrou bom rendimento e ganhou elogios da comissão técnica. A ideia é que ele, mais maduro, volte a ser utilizado também no profissional. No total, Brenner disputou 20 partidas pelo time principal do São Paulo – sendo 16 neste ano e quatro em 2017 – e marcou três gols.

 

Fonte: UOL

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.