Futebol São Paulo Times

São Paulo recupera por completo o espírito competitivo e enche técnico de orgulho

​O resultado, obviamente, não foi o que a torcida esperava. Afinal, empatar em casa quando se está em uma luta acirrada pela liderança de um campeonato nunca é bom. Menos mal que os adversários que mais ameaçavam o São Paulo também não venceram no final de semana (o Inter ficou no 0 a 0 com o Cruzeiro, e o Flamengo levou 1 a 0 do Ceará em pleno Maracanã), e a diferença para o segundo colocado do Brasileirão se manteve inalterada. Agora, independentemente da atuação abaixo da expectativa, o Tricolor mostrou que recuperou por completo o chamado espírito competitivo.

Ainda no primeiro tempo, o time ficou com um jogador a menos em função da expulsão (questionada) de Diego Souza. Na etapa final, acabou saindo atrás do placar com um gol contra do zagueiro Anderson Martins, situação esta que tinha tudo para abalar a equipe. Só que o que se viu em campo foi um time aguerrido, que não desistiu de ir atrás da igualdade. O próprio lance do gol de Tréllez mostra isso. A bola estava dominada pelo adversário, mas Régis ficou em cima até desarmá-lo e cruzar para o centroavante empurrar para as redes.

Jefferson Araújo@Jeeha_

Sidão não passa confiança.
Aguirre nos passa confiança.
Sidão é o goleiro do Aguirre até o final do campeonato.
Confio no Aguirre.
Vamos @SaoPauloFC

O São Paulo, acima, de tudo, mostrou atitude de quem luta briga por algo grande, o que encheu de orgulho o técnico Diego Aguirre. “Mais uma vez me senti identificado com a entrega do time, com a forma como lutamos e saímos para pressionar. Não jogamos tanto futebol, mas demos tudo em campo”, destacou. Acima de tudo, está predominando no Morumbi o senso coletivo. “Somos um time de guerreiros mesmo. Estamos todos pensando em uma coisa só. Assim, quem estás no banco é capaz de entrar e fazer a diferença, como fizeram o Régis e o Tréllez”, completou o volante Hudson. O nome a se exaltar não é de Cueva, Pratto Maicon, como se tentou fazer em um passado nem tão distante assim. O nome da vez é, “apenas”, São Paulo.

Alex@alex_moreira10

São Paulo ta com pinta de campeão. Ta somando pontos mesmo nas adversidades. Isso é a principal marca dos campeões. Jogam feio, às vezes falta qualidade msm, opções. Mas sobra caráter e comprometimento com a camisa, com o clube, torcedores. Aguirre tem o time na mão

 

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.