Futebol Home São Paulo Times

Após negociação frustrada, Hudson atinge 150 jogos pelo São Paulo

Volante queria ficar no Cruzeiro, que defendeu em 2017, mas acabou voltando para o Morumbi no início deste ano

O volante Hudson completou seu 150º jogo com a camisa do São Paulo ao entrar em campo no empate em 1 a 1 com o Fluminense, no último domingo. Atualmente titular de Diego Aguirre, o jogador quase nem voltou para o Morumbi após passagem bem-sucedida pelo Cruzeiro na temporada anterior.

Ao fim de 2017, o jogador havia deixado claro que desejava permanecer no clube mineiro, para o qual fora emprestado depois de três anos defendendo o São Paulo. Sem acordo entre as partes, porém, ele acabou se reapresentando no CT da Barra Funda na pré-temporada, em janeiro.

Quando a equipe ainda era treinada por Dorival Júnior, viu Jucilei e Petros assumirem a titularidade. Aos poucos, foi conquistado seu espaço e, com a saída de Petros do clube, ganhou a posição. “Acredito que pelo momento do time e pelo meu momento, com sequência de jogos e rendendo o esperado com os meus companheiros, a marca fica ainda mais especial. O conjunto e a liderança do Campeonato Brasileiro me motivam bastante”, declarou, ao site oficial.

Neste ano, ele acumula 27 jogos pelo São Paulo e marcou um gol. Ao todo, somando a primeira passagem pelo Morumbi, ele tem quatro tentos com a camisa tricolor. Revelado nas categorias de base do Santos, o volante chamou a atenção da diretoria são-paulina quando jogou pelo Botafogo-SP, no Campeonato Paulista de 2014.

“Amadureci bastante neste período e com certeza mudei. Eu era mais tímido e, quando cheguei, estava procurando o meu espaço. Agora, estou mais maduro e confiante”, disse Hudson, que deverá ser titular diante do Atlético-MG, nesta quarta-feira, em Belo Horizonte, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

 

Estadão

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.