Futebol Home São Paulo Times

Veja as opções que Diego Aguirre tem, sem Everton

Estiramento na coxa esquerda deve deixar o camisa 22 fora de combate pelos próximos três ou quatro jogos. Reinaldo, Bruno Peres e Everton Felipe são as principais alternativas

Além de ter recebido o terceiro cartão amarelo na vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, Everton deixou o campo com um estiramento na coxa esquerda que deve afastá-lo dos próximos três ou quatro jogos do São Paulo – o clube não divulgou nenhum prazo de recuperação, mas este tipo de lesão costuma demandar três semanas de tratamento.

O próximo jogo do líder do Brasileirão será domingo, às 16h, contra o Fluminense, no Morumbi. Depois, enfrenta Atlético-MG (fora de casa), Bahia (no Morumbi) e Santos (novamente fora de casa). Em tese, são esses os jogos que Everton pode perder.

A situação não é inédita. No próprio jogo contra o Ceará, Aguirre precisou organizar o time sem o camisa 22 para a metade final do segundo tempo, já que ele foi substituído assim que se machucou. Contra o Corinthians, quando Everton cumpriu suspensão, também foi necessário mexer na estrutura da equipe. Diante do Colón, na Argentina, pela Copa Sul-Americana, o atacante ficou no banco para minimizar o desgaste.

Abaixo, o LANCE! mostra quais são as opções que Aguirre tem para este setor do campo e o que já fez quando não teve Everton.

Régis entra e Bruno Peres vai para a ponta, como no jogo contra o Ceará?

Aguirre colocou o lateral-direito Régis no lugar de Everton e adiantou Bruno Peres para a ponta direita. Rojas, que joga por ali, passou para a ponta esquerda. Deu certo: as duas melhores chances do São Paulo a partir dali foram com Bruno Peres aparecendo na área para finalizar. Ele errou a primeira, mas marcou o gol da vitória na segunda. Foi a primeira vez que o camisa 15 atuou nesta função pelo Tricolor, mas ele estava habituado com ela na Roma (ITA).

Edimar entra e Reinaldo vai para a ponta, como no jogo contra o Corinthians?

Reinaldo – São Paulo x Corinthians

O único jogo em que Everton não atuou no Brasileirão desde sua estreia foi o clássico contra o Corinthians, no Morumbi. Diego Aguirre surpreendeu ao escalar o lateral-esquerdo Edimar em sua vaga, adiantando Reinaldo para a ponta esquerda. Também deu certo: Reinaldo atacou muito bem e marcou dois gols na vitória por 3 a 1.

– Contra o Corinthians o Everton não estava, nós buscamos alternativas e fizemos um grande jogo – lembrou Aguirre, ao ser questionado sobre a ausência do atacante, logo após a partida contra o Ceará.

Everton Felipe entra?

O meia recém-chegado do Sport pode atuar em qualquer uma das pontas. Contra a Chapecoense, seu único jogo como titular pelo São Paulo, ele jogou no lugar de Rojas, pelo lado direito, e teve desempenho discreto. No jogo-treino desta segunda-feira, contra o Nacional-SP, ocupou a mesma posição e voltou a ter participação pouco brilhante. Colocá-lo na vaga de Everton seria uma maneira de mexer em menos setores da equipe.

Opções menos prováveis: Brenner e Lucas Fernandes

Aguirre escalou Lucas Fernandes aberto pela esquerda no jogo de volta contra o Colón (ARG), pela Copa Sul-Americana, quando Everton foi um dos poupados e ficou no banco. O jovem teve desempenho fraco, foi substituído no intervalo e não voltou a ser utilizado. Domingo, contra o Ceará, não estava nem no banco por opção do treinador. Nesta segunda, só entrou no segundo tempo do jogo-treino dos reservas contra o Nacional. Por tudo isso, é improvável que o jovem de 20 anos seja o escolhido para a vaga.

Brenner, outro garoto revelado pelo clube, foi quem treinou pela ponta esquerda na atividade contra o Nacional. Mas o jovem de 18 anos não é acionado desde o jogo de ida contra o Colón, em que foi expulso dois minutos depois de entrar em campo, o que também reduz suas chances.

O elenco tem um terceiro garoto com características para atuar nesta função: Paulinho Boia. Este, no entanto, não tem sido nem relacionado por Aguirre e ainda perdeu o jogo-treino desta segunda devido a uma virose.

 

Lance

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.