Futebol Home São Paulo Times

Tricolor já conciliou Brasileirão e Sul-Americana em outras oportunidades; confira

O São Paulo não vai abandonar a Copa Sul-Americana e quer voltar da Argentina, onde enfrenta o Colón às 21h45 desta quinta-feira, com uma vaga nas oitavas de final da competição. Mas continuar na competição internacional significará dividir as atenções com o Campeonato Brasileiro, onde o Tricolor é líder. O cenário não é inédito na história do Tricolor.


Relembre como o Tricolor conciliou o Campeonato Brasileiro e a Sul-Americana em anos anteriores:

2003 – Semifinalista da Sul-Americana e terceiro colocado no Campeonato Brasileiro

Técnico do São Paulo naquela temporada, o chileno Roberto Rojas, deu prioridade ao Brasileirão durante quase todo o segundo semestre. O time chegou a ameaçar a liderança do Cruzeiro, mas acabou em terceiro lugar. Colocação que levava o Tricolor de volta à Libertadores após dez anos. Enquanto isso, o mistão da equipe foi avançando na Sul-Americana e chegou à semifinal diante do River. O Tricolor acabou eliminado.

2004 – Eliminado na fase brasileira da Sul-Americana e terceiro no Brasileiro

O Tricolor disputou apenas duas fases da Sul-Americana daquele ano, ambas contra times brasileiros: passou pelo São Caetano e foi eliminado pelo Santos. Na ocasião, o Tricolor era terceiro colocado do Campeonato Brasileiro e ainda sonhava com o título, mas Leão não poupou jogadores. No fim, o Tricolor permaneceu no terceiro lugar da competição nacional.

2005 – eliminado na fase brasileira da Sul-Americana e 11º no Brasileiro

Campeão da Libertadores e com a cabeça no Mundial, o São Paulo só focou no Campeonato Brasileiro para se afastar da zona de rebaixamento, algo que conseguiu com tranquilidade. Na Copa Sul-Americana, Paulo Autuori até usou força máxima, mas a equipe caiu logo na primeira fase da competição para o Internacional.

2007 – Eliminado nas quartas da Sul-Americana e campeão nacional

Neste ano, o Tricolor caiu nas quartas, diante o Millonarios. O time de Muricy Ramalho tinha muitos desfalques e ainda poupou alguns jogadores. Acabou eliminado e ficou com o caminho livre para conquistar o campeonato brasileiro.

2008 – Eliminado na fase brasileira da Sul-Americana e campeão brasileiro

Ainda comandado por Muricy Ramalho, o São Paulo não deu importância à Sul-Americana. Escalou diversos reservas e alguns jovens da base, e acabou eliminado nos pênaltis pelo Atlético-PR ainda na primeira fase da competição. O segundo semestre foi de foco somente no Brasileirão e acabou campeão nacional com 18 jogos invicto.

2012 – Campeão da Sul-Americana e quarto colocado no Campeonato Brasileiro

Foto: Divulgação

A intenção de Ney Franco era garantir uma vaga no G4 da competição nacional e conquistar a Sul-Americana. Conseguiu as duas coisas.

2013 – Semifinalista da Sul-Americana e nono no Brasileiro

Enquanto ia se distanciando da zona de rebaixamento no Brasileirão, a equipe comandada por Muricy Ramalho foi avançando na Sul-Americana. O treinador usou força quase total no torneio continental, exceto por um ou outro poupado em algumas partidas. A equipe acabou caindo para a Ponte Preta na semifinal. Na reta final, Muricy chegou a escalar reservas no Campeonato Brasileiro para focar somente na Sul-Americana.

2014 – Semifinalista da Sul-Americana e vice-campeão nacional

Muricy começou poupando titulares no jogo de ida contra o Criciúma, na fase anterior às oitavas de final da Sul-Americana, mas usou força máxima a partir do jogo de volta. A equipe chegou novamente à semifinal , onde foi eliminada para o Atlético Nacional (COL) nos pênaltis . No Campeonato Brasileiro, o Tricolor ficou em segundo lugar.

2017 – Eliminado na primeira fase da Sul-Americana e 13º no Brasileiro

Sob comando de Rogério Ceni, o São Paulo foi eliminado pelo Defensa y Justicia (ARG) logo na primeira fase da Sul-Americana. O time não precisou dividir as atenções com outro torneio no segundo semestre, mas passou dificuldades no Campeonato Brasileiro, correu risco de cair e terminou em 13º, com Dorival.

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.