Futebol Home São Paulo Times

Juíza autoriza Fluminense a receber R$ 1 milhão em caso Diego Souza; restante segue bloqueado

No entendimento da magistrada, valor é "incontroverso" e pode ser pago ao clube carioca antes do fim do caso. Tricolor das Laranjeiras cobra R$ 5 milhões por venda de atleta do Sport ao São Paulo

Novidades no caso envolvendo Diego Souza, Fluminense, São Paulo e Sport. Nesta segunda-feira, a juíza Fernanda Galliza do Amaral, da 4ª Vara Cível, aceitou o pedido do clube carioca em receber R$ 1 milhão de forma antecipada, antes da conclusão da ação na Justiça.

Tal valor é exatamente o mesmo que o Sport alega que o Flu tem direito – os cariocas cobram R$ 5 milhões. Por esta razão, no entendimento da magistrada, o recebimento desta quantia é “incontroverso”, ou seja, independe do resultado do processo. O Tricolor das Laranjeiras havia feito o pedido de antecipação deste valor no processo inicial.

Diego Souza São Paulo x Vasco (Foto: Marcos Ribolli)Diego Souza São Paulo x Vasco (Foto: Marcos Ribolli)

Diego Souza São Paulo x Vasco (Foto: Marcos Ribolli)

A quantia será retirada do valor bloqueado por determinação da Justiça. Em fevereiro, a juíza determinou que o São Paulo depositasse R$ 5 milhões em juízo, como forma de garantia de pagamento, caso o Flu venha a ganhar a causa.

Decisão da juíza em caso Diego Souza (Foto: Reprodução)Decisão da juíza em caso Diego Souza (Foto: Reprodução)

Decisão da juíza em caso Diego Souza (Foto: Reprodução)

Conforme o estipulado pela decisão, o clube paulista já efetuou um depósito de R$ 1,6 milhões e dois de R$ 850 mil, restando duas deste mesmo valor a serem pagas em setembro e novembro para completar os R$ 5 milhões.

Entenda o caso Diego Souza

O Fluminense cobra R$ 5 milhões a que teria direito por 50% da transferência de Diego Souza do Sport para o São Paulo. Ao ceder o atleta para o clube pernambucano em 2016, o time das Laranjeiras manteve 50% dos direitos econômicos, visando uma futura transferência.

O Sport no entanto, baseado em uma troca de e-mails feita por Marcelo Teixeira, dirigente da base do Flu, com Eduardo Uram, empresário do jogador, no fim de 2017, afirma que os cariocas só têm direito a R$ 1 milhão. O Tricolor argumenta que tal conversa não pode se sobrepôr ao contrato firmado entre Flu e Sport.

Globo Esporte

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.