Futebol Home São Paulo Times

São Paulo sofre contra paredão argentino do Colón e conhece a 1ª derrota no Morumbi com Aguirre

Foi um típico jogo de ataque contra defesa no Morumbi. O São Paulodominou, pressionou e tentou até o apito final, mas não conseguiu passar pelo paredão montado pelo Colón, da Argentina. Pior, em um raro ataque do adversári, acabou sofrendo o revés por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

Foi a primeira vez que uma equipe argentina venceu uma partida pelo torneio contra o clube tricolor no Morumbi. Até então o retrospecto apontava quatro triunfos e um empate. Foi também o primeiro revés com Diego Aguirre no comando. Antes, eram oito vitórias e três empates.

O autor do tento foi o volante Fritzler, aos 34 minutos do segundo tempo. Ele aproveitou um rebote da defesa são-paulina, na entrada da área, e finalizou de primeira. Um golaço, que definiu uma noite injusta para os são-paulinos.

O time paulistano finalizou dez vezes, enquanto os visitantes só chutaram duas vezes.

Agora, São Paulo e Colón voltam a se encontrar no dia 16 de agosto, em Santa Fé, na Argentina. Para avançar de fase, o time do Morumbi precisa vencer por dois gols, mas vitória por um tento de diferença serve desde que marque duas ou mais vezes (exemplo: 2 a 1, 3 a 2 e assim por diante). Empate favorece os argentinos.

Antes de definir o futuro na Copa Sul-Americana, o time do Morumbi voltará as atenções para o Campeonato Brasileiro. No domingo, enfrentará o Vasco, no Morumbi. Depois, dia 12, jogará com o Sport, na Ilha do Retiro.

Novidades

O técnico Diego Aguirre escalou um São Paulo diferente contra o Colón.

A começar no gol, com Jean, em sua oitava partida no ano. Depois Bruno Alves no lugar de Arboleda, que vinha sendo titular, e por fim o lateral direito Bruno Peres, que estreou como titular mas como volante na vaga de Liziero.

Antes da partida, o treinador uruguaio já havia avisado que pouparia pelo menos três, mas montaria um time forte.

Mais posse de bola, pouca criatividade

Esse foi enredo do primeiro tempo. O São Paulo ficou mais tempo com a bola (60% em média), algo incomum desde que os campeonatos foram retomados após a Copa do Mundo da Rússia, mas sofreu muito para criar chances de gol. Foram três nos 45 iniciais.

A primeira delas ocorreu aos 16 minutos, quando Diego Souza deu um passe de calcanhar para Éverton. O atacante finalizou para fora.

Depois, aos 28, Militão deu um belo passe para Rojas, na área, mas o equatoriano chutou por cima do gol. Quatro minutos depois Bruno Peres arriscou de fora da área, mas também errou o alvo, sem assustar o goleiro Burrián.

Paredão

O que se viu em todo o segundo tempo foi o São Paulo enfrentar um verdadeiro paredão argentino. A equipe tricolor ficou posicionada quase os 45 minutos no campo de ataque e pressionou. O rival nem contra-atacou.

A primeira chance de perigo, contudo, surgiu somente aos 21, quando Bruno Alves cabeçou a bola e acertou o travessão após falta cobrada por Nenê.

Castigo

Até os 33 minutos do segundo tempo parecia certo no Morumbi que, na pior das hipóteses, o placar final seria empate. Isso porque os visitantes jogavam apenas no campo defensivo. Mas aconteceu o mais improvável no minuto seguinte.

Em uma escapada para o ataque, Heredia cruzou da esquerda. A defesa são-paulina afastou e, no rebote, Fritzler finalizou de primeira. Um golaço.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X COLÓN
COPA SUL-AMERICANA 2018 – SEGUNDA FASE
DATA:
 quinta-feira, 02 de agosto de 2018
HORÁRIO: 19h30 (de Brasília)
LOCAL: Morumbi, em São Paulo (SP)
PÚBLICO: 35.666 presentes
RENDA: R$ 828.553,00
ÁRBITRO: Leodan González (URU)
ASSISTENTES: Miguel A. Nievas (URU) e Carlos Barreiro (URU)
GOL: Fritzler (COL), aos 34 minutos do 2º tempo
CARTÃO AMARELO: Diego Souza e Hudson (SPO); Ortiz e Javier Correa (COL)
CARTÃO VERMELHO: Brenner (SPO), aos 49 minutos do 2º tempo

SÃO PAULO: Jean; Éder Militão, Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo (Gonzalo Carneiro); Hudson, Bruno Peres (Shaylon) e Nenê; Rojas (Brenner), Diego Souza e Éverton. Técnico: Diego Aguirre

COLÓN: Burián; Toledo, Godoy, Ortiz e Emanuel Olivera; Fritzler, Escobar, Heredia (Sandoval) e Estigarribia; Javier Correa (Bastía) e Alan Ruíz (Bernardi). Técnico: Eduardo Domínguez

 

ESPN

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.