Futebol Home São Paulo Times

Por onde andam os campeões da Sul-americana 2012?

Em alta no Brasileirão 2018, o São Paulo volta a disputar, de forma mais contundente, um título importante. Você se lembra quando foi o último título do clube?

Em 2012, o time do Morumbi derrotou o Tigre, da Argentina, por 2 x 0, e sagrou-se campeão da Copa Sul-americana daquele ano. A partida ficou marcada por uma confusão que ocorreu no intervalo e fez com que a equipe argentina se recusasse a volta a campo.O árbitro decidiu encerrar a partida dando o título para o São Paulo. Veja por onde andam os jogadores que atuaram naquela partida:

Rogério Ceni

O ídolo da torcida Tricolor e maior goleiro artilheiro do mundo anunciou sua aposentadoria em 2015, sendo chamado para ser técnico do próprio São Paulo na temporada de 2016. Com maus resultados, foi demitido do cargo e, em 2018, assumiu o comando do Fortaleza. Com a equipe cearense, Ceni lidera a série B do Campeonato Brasileiro.

Paulo Miranda

Zagueiro improvisado na lateral direita, Paulo Miranda foi expulso depois da confusão do intervalo junto com Angel Díaz, do Tigre. Foi bastante elogiado na campanha da Sul-americana de 2012, mas não conseguiu repetir o bom futebol no resto de sua passagem pelo São Paulo. Atualmente, o zagueiro faz parte do elenco do Grêmio para a temporada de 2018 e cometeu uma gafe em sua apresentação dizendo que a zaga do Internacional seria a melhor do mundo.

Rafael Toloi

Zagueiro revelado pelo Goiás, Toloi ganhou a simpatia do torcedor são-paulino na conquista da Sul-americana. Além de desempenhar grande liderança na zaga com Rhodolfo, também foi responsável por um dos gols na goleada sobre o Universidad do Chile por 5 a 0 com uma pancada em cobrança de falta. Em 2015, o jogador foi negociado com a Atalante, onde atua até hoje como titular.

Rhodolfo

Outro pilar da defesa são-paulina em 2012, Rhodolfo chegou ao São Paulo por indicação de Paulo Cesar Carpegiani e deixou boa impressão. No ano seguinte, com a chegada de Lúcio, o zagueiro ficou sem espaço e acabou sendo envolvido em uma negociação de empréstimo com o Grêmio, que cedeu o volante Souza ao time paulista. Atualmente, Rhodolfo está no Flamengo e se recupera de lesão na coxa.

Bruno Cortez

O lateral esquerdo fez boa temporada em 2011 pelo Botafogo e despertou o interesse de vários clubes. Chegou ao São Paulo com desconfiança, mas sua boa atuação na Copa Sul-americana de 2012 garantiu uma negociação com o Benfica, de Portugal. Hoje, Cortez é titular do Grêmio e estava no elenco que conquistou a Copa Libertadores da América em 2017.

Wellington

Revelado nas categorias de base do próprio São Paulo, Wellington tinha o apoio e o prestígio da torcida por ter sido formado em Cotia. Apesar da idade, demonstrava muita segurança na saída de bola e na marcação. Após essa conquista, o volante acabou sendo emprestado para vários clubes e, atualmente, está no Atlético-PR.

Denilson

Também cria das categorias de base do São Paulo, Denilson formava a dupla de volantes com Wellington mesclando experiência e juventude em 2012. Denilson chegou a jogar no Arsenal e voltou ao São Paulo em 2011 em um contrato de empréstimo. Em 2015, foi negociado com o Al-Wahda, dos Emirados Árabes Unidos. Atualmente, o jogador está sem clube.

Jadson

Camisa 10 da equipe são-paulina na conquista da Sul-americana, o meia foi um dos principais destaques do time na competição. O São Paulo e Corinthians envolveram Jadson e Alexandre Pato em uma troca, em 2014. O meia se identificou com a equipe do Parque São Jorge, acabou negociado com o futebol árabe em 2016, mas voltou em 2017 para o Corinthians, onde atua até hoje.

Lucas

Principal jogador do São Paulo naquela competição, Lucas é tido até hoje como um ídolo pela torcida são-paulina. Na final, o jogador marcou um dos gols da vitória. Curiosamente, Lucas já estava vendido ao Paris Saint Germain por quase 110 milhões de reais. Em 2018, sem espaço no time francês, o jogador foi negociado com o Tottenham, da Inglaterra.

Willian José

Muito questionado no começo de passagem pelo São Paulo, William José jogou quase durante toda a competição em virtude de lesões e suspensões de Luis Fabiano. Na própria final, o camisa 9 cumpria suspensão por ser expulso no jogo de ida na Argentina. Atualmente, William José é jogador do Real Sociedad, da Espanha e vive boa fase. O atacante tem feito muitos gols no Campeonato Espanhol e foi até convocado para os amistosos da Seleção Brasileira antes da Copa do Mundo contra Alemanha e Rússia.

Osvaldo

Autor do segundo gol da partida final, Osvaldo conquistou o carinho dos torcedores são-paulinos com uma grande atuação na Sulamericana de 2012. Sua principal característica era a velocidade e as mudanças de direção. Deixou o São Paulo em 2014, quando assinou com o Al-Ahli, dos Emirados Árabes Unidos. Atualmente, o atleta joga pelo Buriram United, da Tailândia.

Ney Franco

Questionado mesmo durante a conquista da Sul-americana, Ney Franco teve sua passagem pelo São Paulo encerrada em 2013 após entrar em algumas polêmicas com Rogério Ceni, dando declarações na imprensa dizendo que o goleiro influenciava em contratações. O técnico trabalha no Goiás e atualmente ocupa a sexta posição na Série B do Campeonato Brasileiro.

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.