Futebol Home São Paulo Times

São Paulo não quer mais jogos com árbitro da vitória sobre o Flamengo

A diretoria do São Paulo procurou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para fazer uma reclamação formal contra o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior, que apitou a vitória do time por 1 a 0 sobre o Flamengo na última quarta-feira. O clube paulista pede que ele não seja mais escalado em seus jogos no Campeonato Brasileiro. A irritação com o juiz passa pela postura com os atletas e por lances conduzidos de forma equivocada na visão do Tricolor.

Em 13 rodadas do Brasileirão, Alves Júnior comandou três partidas dos são-paulinos. E em todas foi muito criticado. A primeira foi contra o Ceará, no Castelão, quando os tricolores pediram pênalti por toque de mão após cruzamento de Régis. O duelo terminou empatado sem gols. Outro 0 a 0 com o árbitro foi diante do Internacional, no Morumbi.

Nesse caso, as maiores reclamações foram contra a postura do juiz. Os jogadores reclamaram de arrogância e falta de educação, além da diferença de critérios na hora de marcar faltas. O jogo teve 38 infrações, sendo 30 do São Paulo.

Por fim, o jogo contra o Flamengo. O Tricolor reclama de pênalti no primeiro tempo, em lance de toque de mão do volante Rômulo e da expulsão de Araruna – levou o primeiro amarelo por ter entrado sem autorização de Alves Júnior, quando alegava ter sido autorizado pelo quarto árbitro, e recebeu o segundo após dividida com Renê mesmo tendo acertado a bola primeiro e com o peito do pé. A bronca ainda passa pelos sete minutos de acréscimos dados no segundo tempo e, de novo, pela postura do juiz.

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.