Futebol Home São Paulo Times

São Paulo não quer mais jogos com árbitro da vitória sobre o Flamengo

A diretoria do São Paulo procurou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para fazer uma reclamação formal contra o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior, que apitou a vitória do time por 1 a 0 sobre o Flamengo na última quarta-feira. O clube paulista pede que ele não seja mais escalado em seus jogos no Campeonato Brasileiro. A irritação com o juiz passa pela postura com os atletas e por lances conduzidos de forma equivocada na visão do Tricolor.

Em 13 rodadas do Brasileirão, Alves Júnior comandou três partidas dos são-paulinos. E em todas foi muito criticado. A primeira foi contra o Ceará, no Castelão, quando os tricolores pediram pênalti por toque de mão após cruzamento de Régis. O duelo terminou empatado sem gols. Outro 0 a 0 com o árbitro foi diante do Internacional, no Morumbi.

Nesse caso, as maiores reclamações foram contra a postura do juiz. Os jogadores reclamaram de arrogância e falta de educação, além da diferença de critérios na hora de marcar faltas. O jogo teve 38 infrações, sendo 30 do São Paulo.

Por fim, o jogo contra o Flamengo. O Tricolor reclama de pênalti no primeiro tempo, em lance de toque de mão do volante Rômulo e da expulsão de Araruna – levou o primeiro amarelo por ter entrado sem autorização de Alves Júnior, quando alegava ter sido autorizado pelo quarto árbitro, e recebeu o segundo após dividida com Renê mesmo tendo acertado a bola primeiro e com o peito do pé. A bronca ainda passa pelos sete minutos de acréscimos dados no segundo tempo e, de novo, pela postura do juiz.

Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.