Futebol Home São Paulo Times

São Paulo apresenta novos uniformes de treino

O São Paulo apresentou na manhã deste sábado, no Morumbi, os novos uniformes de treino do time, que estreia nova parceria com a Adidas para o fornecimento de material esportivo.

Diante de cerca de 2 mil torcedores, jogadores e comissão técnica usaram as novas camisas durante o treino aberto no estádio tricolor: a dos atletas é vermelha, enquando a do técnico e seus auxiliares é preta; ambas têm o escudo do clube em dourado, do lado esquerdo do peito.

Em campo, Diego Aguirre comandou uma atividade dividindo os jogadores entre titulares e reservas. A principal novidade foi a presença do meia-atacante equatoriano Joao Rojas, contratado na semana passada, entre os 11 do treinador.

O primeiro time tinha Sidão; Militão, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Nenê; Rojas, Everton e Diego Souza. Os suplentes foram a campo com Jean; Araruna, Bruno Alves, Edimar e Caíque; Liziero, Lucas Fernandes e Shaylon; Morato, Gonzalo e Tréllez.

Estiveram presentes no evento o ex-atacante Aloísio Chulapa, campeão mundial pelo São Paulo em 2005, e o volante Pretos, que nesta semana acertou sua transferência para o Al Nassr, da Arábia Saudita.

Os uniformes de jogo serão lançados em outro evento nas próximas semanas. A estreia acontecerá no jogo contra o Flamengo, em 18 de julho, no Maracanã, na retomada do Campeonato Brasileiro após a Copa do Mundo.

Uma novidade comemorada pela torcida é que a camisa branca de jogo terá as faixas na altura do peito. O clube entrou em acordo com o patrocinador principal para que o novo modelo voltasse a ter essa característica, tradicional dos primeiros uniformes tricolores e no usado na conquista do Mundial de Clubes de 2005.

Aguirre comanda treino diante da torcida no Morumbi (Foto: Leandro Canônico)

Nova parceria

Esta é a terceira parceria do São Paulo com a Adidas. Antes, a empresa fez os uniformes de 1986 a 1990 e de 1996 a 1999. O contrato é válido até dezembro de 2023. O Tricolor acredita que deve ganhar cerca de R$ 20 milhões por ano com a empresa alemã, embora não haja um valor fixo previsto no acordo.

O São Paulo terá direito a 26% de royalties por produto logo de cara. Se as vendas chegarem a um determinado valor no ano, ativa-se um gatilho que eleva essa porcentagem para 30%. O clube terá direito a 50 mil peças de enxoval e receberá prêmios por metas (conquistas de títulos e outros objetivos). Não houve comissão para terceiros.

Hudson veste o novo uniforme de treino antes de entrar em campo (Foto: Leandro Canônico)

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.