Futebol Home São Paulo Times

Zagueiro projeta volta ao SP e mantém o sonho de jogar a Copa do Mundo

Rodrigo Caio ficou perto de realizar um dos sonhos de sua vida. O zagueiro do São Paulo tinha a expectativa de ser convocado para disputar a Copa do Mundo até o dia da divulgação da lista, no dia 14 de maio. Porém, semanas antes, em abril, durante partida contra o Ceará, ele sofreu uma lesão no pé esquerdo e viu suas possibilidades diminuírem. Agora, em recuperação de cirurgia, o defensor acompanha o Mundial pela televisão. Mesmo assim, não desanima e mantém o sonho de daqui a quatro anos representar o país na principal competição do planeta.

“Tenho esse sonho de participar de uma Copa vivo dentro de mim. Sou um atleta jovem, e esse é um dos meus principais objetivos. Uma pena não ter conseguido ir para essa Copa. Talvez a lesão tenha me prejudicado um pouco, mas fico contente por ter brigado por uma vaga até o fim. Isso demonstra que o trabalho está sendo bem feito e reconhecido”, disse Rodrigo Caio, em entrevista ao UOL Esporte.

Inicialmente, a previsão é de que o zagueiro volte a jogar pelo São Paulo três meses após a cirurgia, em agosto. Mesmo com a pausa no Campeonato Brasileiro, ele vai manter a rotina de trabalho diário no Reffis. No entanto, a possibilidade de ele ser negociado nesta próxima janela de transferência é real. Afinal, o zagueiro, de 24 anos, é um dos jogadores mais valorizados do elenco.

“Espero voltar a jogar o quanto antes porque estar dentro de campo é a minha alegria. O futuro a Deus pertence, o resto a gente corre atrás com muito trabalho e dedicação”, despistou.

Confira a conversa de Rodrigo Caio:

Segundo semestre do São Paulo

Temos duas competições duríssimas. O Campeonato Brasileiro tem um nível muito alto, e a Copa Sul-Americana é um torneio de mata-mata, com diversos clubes tradicionais. Nosso elenco é forte, e acredito que temos condições de brigar de igual para igual com qualquer time. Em toda competição que o São Paulo disputa, entra para lutar pelo título. Esse é o nosso objetivo em ambos os campeonatos.

Pausa no Brasileiro

Sim, não terei nada de folga. Quero aproveitar essa parada para acelerar ao máximo minha recuperação. Meu objetivo é fazer tudo direito e seguir todas as orientações do departamento médico para poder realizar o que eu amo o quanto antes. Espero que seja em breve.

Jogos do Brasil na Copa

O primeiro jogo vou para a minha cidade assistir com a minha família. E as demais partidas irei assistir em casa mesmo. Dá pra aproveitar e fazer alguns exercícios durante os jogos.

Brasil favorito

A seleção sempre é favorita e sempre entra para brigar pelo título. Vejo a equipe muito forte e acredito que temos grandes chances de brigar de igual para igual com qualquer seleção. Estarei torcendo muito e, pelo nível da comissão técnica e do grupo de jogadores, confio bastante no título.

Processo de recuperação

Está indo muito bem, graças a Deus. A rotina não é fácil, e trabalho sempre em dois períodos, ou até mais. Basicamente, é fortalecimento e trabalho de piscina, mas ainda sem impacto. Eu me sinto melhor a cada dia, e isso é o que importa.

Sem dor

Graças a Deus, não sinto dor. E espero que continue assim (risos).

Rotina no Reffis

O dia a dia de um atleta lesionado é bem puxado. As pessoas não têm ideia de quantas horas um jogador em recuperação acaba trabalhando. Mas o que importa e o que te dá mais energia para seguir fazendo todos os exercícios é saber que está evoluindo bem. A cada dia, você percebe que está melhor, e isso te dá bastante motivação.

Contato com os demais jogadores

Pelo fato de eu estar o dia inteiro no Reffis, acabo não tendo o mesmo contato de antes, mas a gente sempre conversa, sim. Mesmo não estando tão perto do pessoal, tento ajudar de alguma forma.

Fonte: UOL

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.