Futebol Home São Paulo Times

Nenê celebra “felicidade em dobro” com G4 e fim de tabu

Autor do gol da histórica e inédita vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Atlético-PR, o meia Nenê teve dois motivos para celebrar na tarde deste sábado. É que, além de ter voltado ao G4 do Campeonato Brasileiro, o Tricolor quebrou o tabu de jamais ter vencido na Arena da Baixada, onde havia perdido 13 vezes e empatado outras cinco desde a inauguração do estádio, em 1999.


“Felicidade em dobro, né. A gente recuperou os pontos perdidos em casa no último jogo, e conseguimos vencer aqui finalmente”, afirmou o camisa 7 ao canal Premiere, referindo-se ao empate sem gols com o Internacional, na última terça-feira.

Nenê marcou o gol do triunfo tricolor aos 15 minutos da etapa complementar, em cobrança de pênalti sofrido por Everton após saída errada da zaga atleticana. “Fico feliz por ter contribuído mais uma vez. Realmente, muito importante essa vitória para a gente”, acrescentou.

O experiente jogador de 37 anos, contudo, não ficou feliz quando foi substituído por Lucas Fernandes, alteração que o fez sair reclamando com o técnico Diego Aguirre. “Isso aí é do calor do jogo, faz parte. Eu queria estar ali para ajudar e, na minha opinião, poderia segurar a bola. Mas o Lucas entrou muito bem, faz parte e está tudo tranquilo”, minimizou.

Em entrevista coletiva, o treinador também colocou panos quentes e evitou polêmica. “Ele é um jogador que não gosta de sair. Eu também ficava bravo quando jogava e era substituído. Temos uma relação muito boa. Ele está bem e feliz, são coisas normais”, ponderou.

Com o triunfo, o Tricolor assumiu provisoriamente a vice-liderança do Brasileirão, com 20 pontos, mas pode perder posições no complemento da rodada. Em seu último compromisso antes da pausa para a Copa do Mundo, o time dirigido por Aguirre enfrenta o Vitória, na próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Morumbi.

Fonte: Gazeta Esportiva
Anúncios

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.