Futebol Home São Paulo Times

Bruno Alves ganha espaço na zaga do São Paulo

Fonte: UOL

Quando a temporada começou, para a maioria das pessoas Bruno Alves era visto como zebra na disputa por posição na zaga do São Paulo. Afinal, o defensor concorria com os selecionáveis Rodrigo Caio e Arboleda e o experiente Anderson Martins. Porém, por causa de lesões dos companheiros e de seu bom rendimento nos treinamentos, ele pôde se firmar na equipe. Após a vitória por 1 a 0 no clássico com o Santos neste domingo (20), o beque passou a ser o jogador da posição com mais partidas no Brasileiro – cinco – e deu outro importante passo rumo à titularidade.

“Eu no início do ano coloquei metas para mim. Uma delas era a de aproveitar as oportunidades que tivesse. Aconteceram as lesões de alguns, eu tive essa sequência e isso foi importante. Só que a gente tem excelentes zagueiros de alto nível. Então, quem entrar e for jogar vai representar bem o São Paulo”, disse Bruno Alves.

“As minhas principais metas eram aproveitar as oportunidades e conseguir ter uma sequência. A gente vai se soltando mais e ganhando confiança com a sequência de jogos. Estou aproveitando, isso vem me deixando feliz e tranquilo para trabalhar no dia a dia”, completou o defensor.

Bruno Alves construiu a sua carreira no Figueirense. O zagueiro chegou ao São Paulo na última temporada sem alarde, quando o time de Santa Catarina disputava a Série B do nacional e o Tricolor enfrentava crise por estar na zona do rebaixamento no Brasileirão. Logo em sua estreia, porém, ele não se intimidou em fez um gol no empate por 2 a 2 com a Ponte Preta.

“Na minha cabeça é tranquilo. Sou bastante humilde, tenho os meus pés no chão porque sabemos que chegar a um clube grande como o São Paulo é difícil e se manter é mais complicado ainda. Então, procuro viver aqui a cada dia e já ressaltei isso. Quem está aqui vive um sonho, então é importante a gente trabalhar com humildade e dedicação para buscar o nosso espaço”, disse o jogador, de 27 anos.
Na próxima rodada, contra o América-MG fora de casa, a presença de Bruno Alves é certa mais uma vez. Como Rodrigo Caio se recupera de cirurgia no pé esquerdo e Anderson Martins cumpre suspensão automática por causa da expulsão no clássico, a dupla vai ser formada com Arboleda. Com o sistema implantado por Diego Aguirre, o zagueiro acredita que também terá o apoio dos colegas de ataque para ajudar na marcação.

“No futebol moderno, a defesa começa no ataque. No clássico, o Nenê e o Diego Souza saíram das características deles para nos ajudar a marcar. Isso é importante. Nós ali atrás tentamos sair com a bola dominada para ajudar na criação. Tivemos um volume grande de jogo, por exemplo, no clássico, que na minha concepção foi a nossa melhor apresentação no ano. Aos poucos, o Aguirre vai tendo tempo para trabalhar, com essa semanas cheias ele vai conseguindo colocar a filosofia dele de jogo e vamos encorpando isso nos jogos.”

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.