Futebol Home São Paulo Times

Aguirre planeja substitutos para as perdas do São Paulo após Copa e mira a base

Na manhã desta sexta-feira, o técnico Diego Aguirre comandou a equipe do São Paulo em um jogo-treino contra a garotada da base de Cotia. O Tricolor contou com dois ‘reforços’: Éverton e Reinaldo não haviam treinado nos últimos dois dias por conta de amigdalite.

O jogo-treino do São Paulo foi dividido em três grupos: a equipe considerada titular duelou contra os garotos de Cotia, onde logo depois fez um trabalho técnico com cruzamentos e finalizações. O segundo time também jogou contra a base e logo depois também fez um complemento pedido pela comissão técnica. E por fim, a comissão promoveu um confronto da segunda equipe contra o time principal – reforçado por atletas da base.

Diego Aguirre escondeu o treino, mas detalhou em entrevista coletiva a ideia de ter feito essa espécie de trabalho.

“Ontem (quinta-feira), quando estávamos planejando o treino, queríamos dar importância para todos e trabalhar com todos os atletas. Trabalhamos com um time e depois com outro. Na sequência, fizemos mudanças para todos saberem o que precisam fazer para dar uma boa qualidade de trabalho a eles”, explicou.

“Por isso fizemos adaptações para o treino ter mais qualidade. A semana de treino foi muito boa, com jogadores mentalizados e aceitando as ideias. O time tem de mostrar no campo tudo o que fizemos no dia a dia, com qualidade individual, mas também como fortaleza como time, que ainda não está muito bem”, completou.

AGUIRRE MANTÉM TRADIÇÃO E ESCONDE ESCALAÇÃO DO SÃO PAULO

“Ainda não. Mas prometo que antes do jogo vocês vão saber”. Foi o que disse Diego Aguirre ao responder a primeira pergunta da coletiva desta sexta-feira.

Anderson Martins, Diego Souza e Militão, recuperados de lesão, estão de volta ao São Paulo. Aguirre, porém, preferiu não os confirmarem como titulares para o clássico contra o Santos.

“Acho que sim (faz diferença esconder o time). Não é o mesmo enfrentar um time com linhas de três defensores ou quatro. Muda bastante, de verdade. Prefiro trabalhar e que o time mostre no dia do jogo o que pode fazer. Mas normalmente… vocês sempre ficam sabendo o time um ou dois dias antes. É difícil esconder. Mas prefiro não confirmar o time com tanta antecedência”, explicou.

Torcedores.com

Anúncios

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.