São Paulo se anima com retrospecto recente ruim do Galo em casa


Publicado em 11/10/2017 09:52
Autor: Tabelando
Fonte: Gazeta Esportiva

São Paulo se anima com retrospecto recente ruim do Galo em casa Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Palco de jogos históricos na campanha do título do Atlético-MG na Copa Libertadores de 2013, o Estádio Independência já não é o caldeirão de antes. Pelo menos é o que mostra o retrospecto recente da equipe jogando em sua casa, onde enfrentará o São Paulo, nesta quarta-feira, a partir das 21h45 (de Brasília), pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.



Para se ter uma ideia, o Galo é o segundo pior mandante do torneio nacional, com um aproveitamento de 30,7%, sendo três triunfos, três empates e sete derrotas em 13 partidas disputadas nessa condição. Só o Vitória consegue ser mais incompetente neste quesito, com 23% dos pontos conquistados atuando em casa.

O centroavante tricolor Lucas Pratto, que jogou pelo clube mineiro de 2015 ao começo de 2017, quer que a equipe se aproveite da instabilidade atleticana no Horto para se manter fora da zona de rebaixamento, da qual saiu ao derrotar o Sport a duras penas no dia 1, no Morumbi.

“Tenho muito carinho pelo Galo. O Independência é um estádio onde a torcida é um jogador a mais. A equipe se sente muito confortável lá. Mas, dos últimos cinco, seis anos, este é o pior do Galo como mandante. Temos de aproveitar isso”, ressaltou o argentino, artilheiro do São Paulo na temporada, com 12 gols.

O duelo marca a primeira partida de Oswaldo de Oliveira no comando do Atlético-MG no Independência. Ciente das dificuldades do time jogando no estádio em que manda seus jogos, o treinador fez um apelo à torcida.

“É um desafio, mas não é só para mim. É um desafio para o time e para a torcida também. A nossa torcida tem que entender que ela tem que jogar 90 minutos do nosso lado. Nós passamos por momentos de erros. Ela tem que ter a humildade de entender que o Atlético está se reestruturando”, argumentou.

“Temos que ter essa consciência hoje, porque se a torcida começar a pegar no pé e começar a vaiar, vai passar para o lado do adversário. Como eu conheço bem a torcida do Atlético, eu peço: nos ajudem”, implorou.

Apesar de ambos os times terem vencido na última rodada, o São Paulo chega para o confronto num momento melhor, já que defende uma invencibilidade de quatro jogos. Titular durante toda essa série invicta, Lucas Fernandes quer voltar de Belo Horizonte ao menos com um ponto na bagagem.

“Essa invencibilidade tem sido muito importante para nós. Se mantermos isso, só temos a subir ainda mais no campeonato. É o que a gente quer, se manter invicto com vitórias, ou com o pior dos resultados, que é o empate, para continuar subindo”, projetou o garoto de 20 anos, que será titular pelo quinto jogo consecutivo, sua maior série no ano.

“Tenho treinado muito forte para aprimorar as partes física e técnica, para evoluir a cada dia e ajudar nosso time. Tenho feito um bom trabalho, como todos. Estamos crescendo no campeonato e espero evoluir cada vez mais para ajudar o São Paulo”, completou o meia.

A 12 rodadas para o término do Brasileiro, o São Paulo ocupa o 14º lugar, com 31 pontos ganhos, apenas três a menos que o nono colocado Atlético-MG. Caso vença em Minas Gerais, o Tricolor se afastará ainda mais da zona de descenso e, de quebra, ultrapassará os mineiros na tabela de classificação.


 


Leia mais

Comentários